Dicas de Otimização da Unity (Optimize Apps powered by Unity) para mobile part 1

Standard

Bom, não vou delongar o texto aqui e tampouco encher linguiça com blá blá blá, como dev quer mesmo a parte de código ou de qualquer coisa adicional já irei postando logo abaixo. Antes que você se apresse esse é um pequeno post que coloca em prática algumas coisas que tenho aprendido em cima de Unity (e é bem passageiro, e o foco é 100% em mobile ( e games que deveriam rodar em pcs MUITO velhos ), logo podemos chamar esse post de part 1 🙂  :

1 – Tu quer mesmo usar NavMesh?

Pense e repense antes de usar, Waypoints podem ser uma alternativa muito mais leve dependendo do que você tem planejado,

Por mais que você deixe as coisas otmizadassas no navmesh o uso deles (bake e bla bla bla não colam, é pesadinho o danado!) pesa em plataformas mobile, então repense sem que for usar!

2 – Quer resolução de 10000k em um smartphone? SAI FORA!

Uma das coisas mais estranhas que o mundo mobile tem é isto, se você reduz a resolução do que você quer exibir controlando o canvas o resultado é um ganho de performance do tamanho do planeta terra (SIM, ISSO PROCEDE)!

3 – “Tudo em uma scene gigante”! SAI FORA!

Uma das coisas mais simples de se fazer para se ter ganho é ter várias scenes para uma scene gigante, é bem melhor deixar o player tendo em vista um “LOADING” que deixa tudo muito leve depois a não ter nada e muitíssimos objetos na ram escassa do device comendo tudo do device!

4 – Um bonus …

Um link muito interessante é o que vou postar abaixo, veja o link com carinho, valerá a pena :).
https://forum.unity.com/threads/unity-5-android-performance-tips.437695/

 

 

Como perder peso sem mágica, mentiras ou fortunas de dinheiro?

Standard

Bom, não tenho uma vida 100% “healthstyle” como conheço muitas pessoas que assim são, mas percebendo taxas enormes de colesterol e glicose (aos 28 anos de idade) decidi mudar minha vida de maneira gradativa e que estivesse de acordo com meu orçamento para tal mudança. Acredite, em 2 meses eu perdi 2 kilos de gordura!!!

Esse é mais um relato meu do que um guia (como existe na internet), e aqui vou até dar nome de produtos para que você veja um depoimento real, sem maquiagem e sem perda de tempo. Com as dicas que estou dando você terá de desembolsar pouca grana, mas terá! (não seja pão duro demais, é sua saúde que está em jogo)

Para que fique claro eu ainda não sou marombeiro, não tomo termogênicos, não faço abstinência de comidas (um exagero no déficit calórico diário) necessária e acredite, ainda tomo suplementação para manter a massa magra (os músculos que tantos sonham na hipertrofia 😉 ). Ressaltando que neste tempo tive uma fratura bem grave e passei 35 dias de molho. Abaixo vou descrever algumas coisas na rotina que mudaram (para melhor) para que você analise o seu caso e faça em paralelo (e olhe que ainda nem falei com um nutricionista hein?):

1 – Coma e Coma bem,

2 – beba muita água (em excesso mesmo),

3 – faça uma atividade física (não precisa ser musculação, atividades aeróbicas são tecnicamente falando rainhas em queimas de gorduras),

4 – tente dormir cedo,

5 – use acima de qualquer força a força de vontade,

 

Vou explicar os 5 pontos baseados no meu viver.

 

1 – Coma e Coma bem!

Talvez o maior erro que as pessoas em processo de perda de peso praticam é justamente trancar a boca. Isso parece estranho (no que estou falando), mas é uma das atitudes mais espantosas, pois além de deixar de suprir o corpo com fibras, proteínas e glicose a pessoa passará a ter mau humor e má qualidade de vida.
Assim que atinei para necessidade da perda de peso optei por um estilo diferente de dieta.
Coisas simples podem ser feitas e são a chave da mudança de vida, veja bem, temos uma pessoa que está narrando algo com apenas 29 dias de atividades aeróbicas, vamos as dicas de comidas?

1.1 (manteiga)
Nunca e nem jamais deixe de comer manteiga, porém troque sua manteiga por uma manteiga diet ou pela Becel (a proactive é melhor ainda, porém é quase 10 reais mais cara que a becel comum). Manteigas diet e becel costumam ter menos de 50% de gorduras em suas composições, isso ajuda e MUITO!

1.2 (corte o maldito refrigerante)
Largue o vício do refrigerante fora, essa onda de light e diet nunca funcionam com refrigerantes, não tome nenhum deles, além de deixar seus dentes um lixo ainda tornam seu corpo em um rio de gorduras e ainda aumentam suas chances de gastrite. Nenhum refrigerante presta, acredite!

1.3 (frituras, biscoitos recheados, massas, balas e guloseimas de vez em quando…)
Essa onda de coxinhas, pastéis, pizza, docinhos e etc… Amigo, se o que você quer é perder peso, o que diabos está fazendo consumindo isso constantemente? Se consumir essas “porcarias” raramente durante o mês os resultados serão aceleradíssimos! Uma vez perdida no mês vá a uma pizzaria ou compre alguma coisa dessas e coma, não mata ninguém, mas insistir no erro de comer isto frequentemente é burrice!

1.4 (comer bem é comer coisas gostosíssimas…)
O maior erro das pessoas é esquecer que proteínas também são gostosíssimas, e se forem preparadas de maneira saudável ainda assim será mais que gostoso. Quer um exemplo? Coma filé de frango feito no azeite ao invés de uma carne com 1″ de gordura, além de muito gostoso é fonte de proteína e é barato (mais barato que carne vermelha, olha aí mais um motivo para a troca!?). Troque carne por peixe (salmão feito no azeite?), além do ômega 3 você terá proteína para segurar seus músculos (gordura não é Músculo!!!). Existem inúmeros alimentos com baixo teor calórico. NÃO COMA A PELE DO FRANGO OU DO PEIXE, há reservas enormes de gorduras ali.

1.5 (chocolate? Corra fora!)
Em hipótese alguma se lambuze com chocolate, esse sim é do mal! Uma barra de chocolate, com apenas 6 ~ 8 “quadradinhos” de chocolate você já terá consumido quase o total de calorias por dia que um ser humano precisa!

1.6 (arroz? Sempre, mas e a noite? NEVER!)
NUNCA e NEM JAMAIS coma arroz a noite, já que suas atividades são beeeem menores (você só vai dormir depois da janta, não é?) o arroz é carboidrato, e para quem não sabe, quando ocorre o metabolismo ele (arroz) vira glicose, se Não for utilizada (sim, ela é energia) se tornará em lipídio (gordura), então se assim fizermos é voltar a estaca zero! Arroz e feijão no almoço são de suma importância, coma-os SEMPRE, mas a noite pule fora!

1.7 (bebida e cigarro)
Eu preciso falar disso? Ainda cito aqui os benefícios de “suspender” o uso desses “trecos”, só de parar para tentar uma dieta você já poupa dinheiro ;). (nem citei o ganho na saúde, falei de bolso apenas)

1.8 (coma ovo, mas deixe a gema de lado ou coma só 1 ovo por dia)
Na clara do ovo dá para termos a albumina, uma excelente ferramenta na construção de músculos, mas a danada da gema… essa é terrível, um poço de calorias, caiamos fora.

1.9 (biscoitos com baixa caloria)
Existem biscoitos nas prateleiras de supermercados que não são tão caros e que possuem proteínas bem agradáveis e são de baixo teor calórico, procure-os, normalmente são sem recheios. Há também os cookies, mas que são bem carinhos.

2.0 (Leite? Só se for desnatado)
Muita gente fala besteira sobre o leite desnatado, gente esse leite é excelente! Possui bastante cálcio e pouca gordura, o sabor é 90% próximo do integral!

2.1 (queijo? presunto? carnes processadas?)
Corra disso, e se quiser insistir um pouquinho compre queijo diet (MESMO GOSTO DO COMUM) e presunto diet (MESMO GOSTO DO COMUM), linguiças, salsichas e etc PULE FORA!

2.2 (pão quentinho de padaria? Cai FORA!)
Essa onda de comer pão quentinho de padaria é tiro no pé, se deixarmos o pão “dormido” as calorias são as mesmas do pão recém produzido, porém o fermento se foi (assim vai embora a barrigona que te deixa um cara com aparência de grávido!).

2.3 Coma sempre!
Coma de 3 em 3 horas (uma banana, uma maçã, recomendo banana que é baratinha no cacho 😉 )

As pessoas cometem o erro em afirmar que uma pessoa sob dieta “não vive”, se perder 2 KG em 2 meses é “não viver” eu prefiro “morrer” nesse estilo de vida, pois sempre no mês tiro um dia para “gratificar” minha força de vontade e como porcaria ;).

 

2 – Beba MUITA água (cuidado com as refeições)

Esse ponto é uma afirmação técnica, se temos muita água no corpo temos um organismo trabalhando bem, músculos hidratados, sangue bom e a consequência é um perfeito ecossistema. NUNCA ingira MUITO líquido antes de uma refeição, durante ou logo depois, respeite pelo menos o tempo de 30 minutos antes e 30 minutos depois, isso deve ser levado em consideração, pois se ingerimos água ou suco com a comida teremos o PH do estômago trabalhando como um lixo, logo a barriga fica quebrada e nos sentiremos frustrados!
Essa história de tomar somente 1 copo de suco só vai retardar a perda de gordura LIXO do nosso corpo. Faça esse esforço, vai valer a pena!

 

3 – Faça uma atividade física (não precisa ser musculação, atividades aeróbicas são tecnicamente falando rainhas em queimas de gorduras)

Nunca fique parado esperando um resultado acelerado, pratique Jiu Jitsu, Aeróbica (em uma academia), natação ou musculação (ou qualquer arte marcial/esporte), isso vai gritar para seu corpo jogar gordura fora. Há 2 meses estou praticando a “arte suave” e me sinto mais novo, mais animado. Ressalto que sempre após o treino tomo Creatina (ajuda no desempenho), Whey Protein e Malto Dextrose, isso ajuda demais o atleta a preservar (exceto a creatina) os músculos, isso é importante de ser ingerido até 20 minutos após o treino. Sempre antes do treino (1 hora antes) coma um pão com queijo (se quiser matar o peso o pão é integral e o queijo diet) e nunca deixe de tomar bastante água durante o treino. Outra dica barata, calça seu tênis e vai caminhar, 1 mísera hora no dia, só isso já será um acelerador na sua perda de peso ;).

 

4 – Tente dormir cedo

Durma bem e durma cedo, assim você garante 8 horas de descanso (momento que o corpo trabalha nos músculos) e ativa sua rotina mais cedo. Isso ajuda em N fatores, mas seu dia rende mais ;). Se quiser fechar a noite com chave de ouro tome uma proteína de lenta absorção, recomendo (para perda de peso) 20g de albumina (qualquer sabor), + colher de achocolatado em pó (se sua albumina for de chocolate), um pouquinho de açúcar e 200ml de leite desnatado, isso desce bem e garante 4 horas de proteína de lenta absorção durante seu sono, ou seja, matamos a chance do catabolismo fazer qualquer pequeno efeito ruim aos músculos em 50%.

 

5 – Use acima de qualquer força a força de vontade

Lembre-se que o único beneficiado nessa história é você, logo algumas pessoas vão achar que é frescura deixar de comer porcaria sempre ou parar de beber e fumar, mas lembre-se que o ganho é real!
Nos dias em que a cama parecer mais quente, que o corpo parecer clamar para não ir a academia, nos dias que o ânimo estiver baixo tente pedir a Deus forças e erga sua cabeça, normalmente é nesses dias que fazemos as atividades da maneira mais adequada e mais rentável aos músculos ;).
Força campeão! Você vai longe!

 

Dizem que os termogênicos ajudam, como não uso não posso falar, só falei o que vivi ;).
Bom, é isso, se houverem mais coisas que fiz/faço vou aconselhar aqui.
Ah, hoje pedi BCAA para tomar antes do treino de BJJ, dizem que faz um bem medonho aos músculos e é baratinho baratinho :P.
Lembre-se: Suplementação é sempre bem vinda, mas jamais substituirá uma alimentação correta!

 

 

Como abrir um negócio de Hosting gastando pouco

Standard

Olá, galera, achei um blog interessante na web que ensina como abrir uma empresa na internet para vender hospedagem de sites, não que não saiba como fazer, mas lá ensina para pessoas que conhecem pouco do mercado. Para iniciantes é uma alternativa interessante:

http://sobrehost.wordpress.com/2012/07/26/o-que-eu-preciso-saber-para-abrir-uma-empresa-de-hospedagem-de-sites/

FIAT + FIORI – UMA PARCERIA DE BABACAS FOREVER ALONE

Standard

A concessionária Fiori, revendedora da linha Fiat em João Pessoa, comercializou em dezembro de 2011 um veículo ‘Novo Palio’, modelo 2012, de placas OFB-7139-PB, com falhas ao cliente José Fernando Santos de Carvalho.

De acordo com o comprador, dois dias após a aquisição do veículo, começaram os intermináveis problemas. Inicialmente, o veículo não deu partida, ou seja, quando a chave de ignição era acionada, o painel não acendia e o carro não ligava o motor.

Indignação
“Procurei a Fiori para solucionar o problema e ‘eles’ (Fiori) não detectaram nenhuma anomalia, informando que o carro estava em perfeitas condições de uso. No entanto, o problema persistiu e eu retornei diversas vezes na concessionária para relatar a mesma anomalia, além de outros tantos, como um alarme de velocidade excedida sem que o veículo estivesse em tal condição. Houve travamento de porta-malas, ponteiro pulando, computador de bordo todo sem regulagem, entre outros problemas”, disse José Fernando.

Medo
O consumidor prejudicado teme pela sua vida e da sua família. Ele revelou que por conta de sua vida profissional, necessita  viajar constantemente. “Eu não posso nem me arriscar, pois não confio mais no Palio que adquiri na Fiori. Vou procurar meus direitos e tenho fé que tudo será resolvido”, desabafou José Fernando.

O outro lado

A reportagem do Paraíba Já entrou em contato com a Fiori, pelo 3208-1512, porém, a ligação passou por diversos ramais e acabou sendo desligada.

Paraíba Já

 

 

=============

 

http://paraibaja.com.br/?p=noticia_int&id=19509

 

Defeito de fábrica em Novo Palio 2012 e o descaso da FIAT

Nos ultimos 3 meses e meio, tenho retornado à Concessionária Fiat varias vezes. O fato é que comprei um carro(NOVO PALIO 2012) com anomalias, que eles nao conseguem resolver. Eles alegam: “O carro está em perfeitas condicoes de uso”.

Pasmem, ja experimentei porta-malas eletrico travado(no dia que ia viajar para ser padrinho de casamento), computador de bordo informando problemas no motor, dificuldades pra ligar o carro, ponteiro do velocimetro “PULANDO”, cortes na ingestão de combustível enquanto em movimento, controle das portas não respondendo e outras falhas na entrega do produto(direção desalinhada, risco no painel, peças alteradas).

Eu ja não aguento mais relatar o problema a empresa ou ficar vários dias à pés, por deixar o carro na Concessionária. Passo por diversos transtornos e incovenientes.

Tenho um filho de 1 ano. Todo pai sabe que “é lei”, chegar em casa e dar uma voltar na rua com o bebe pra ele nao chorar.Ficar se o unico carro da familia é MUITO PROBLEMATICO.

Faço viagems constantes à refice-PE, devido ao meu mestrado na UFPE e tenho MEDO DA INTEGRIDADE FISICA DA MINHA FAMILIA.

Sugiro que NÃO COMPREM VEICULOS FIAT, É JOGAR DADOS COM A SORTE. se o carro sair bem, ok, senão, vc ESTARÁ NO PREJUIZO (FATO).

 

Service Unavailable HTTP Error 503 – Coisas que só o IIS pode “proporcionar” a você

Standard

Das coisas que mais me irritam a mais especial é a falta de logs precisos por parte do sistema operacional. Em se tratando de Microsoft aí é que a coisa pega e pega FEIO!

Um dos erros que me fizeram gastar aproximadamente 8 horas de troubleshooting foi o erro Service Unavailable HTTP Error 503. Das coisas que mais se alegam são:

– Chaves pré-definidas junto aos serviços do IIS:
http://blogs.iis.net/webtopics/archive/2010/02/17/a-not-so-common-root-cause-for-503-service-unavailable.aspx
e
http://blogs.msdn.com/b/drnick/archive/2006/10/16/configuring-http-for-windows-vista.aspx

– Contas sem autoridade junto ao IIS:
http://social.msdn.microsoft.com/Forums/en/mdmsetup/thread/4689da4a-0452-45b6-bbb4-21ccb76d8ff9

– IIS operando com recursos de 32 bits em plataformas 64 bits:
http://forums.asp.net/p/1502755/3560390.aspx

– IIS com “loucuras” que só Deus para não duvidar:
http://www.microsoft.com/technet/prodtechnol/WindowsServer2003/Library/IIS/55f71614-ef1b-4015-b9c8-a42c1e700c25.mspx?mfr=true

– Falaram que pode ser algum sysadmin modificando algo, por isso o downtime:
http://www.checkupdown.com/status/E503_pt.html
http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc736325%28WS.10%29.aspx

Caso você tenha “passado” pelos pontos acima e nenhum deles “sanou” seu problema, e além disso, você tem CERTEZA de que sua appweb está 100% depurada, debug 100% ok, tudo filé, e ainda tem CERTEZA que nenhum admin andou fazendo besteira em seu servidor, a saída pode ser alcançada da seguinte forma:

1 – Observe se existe alguma tabela corrompida em suas consultas SQL na appweb (caso consiga – detalhe, foi meu caso com BDs do tipo Mysql).
2 – Permissões em arquivos remotos ou tempo de resposta a tais chamadas.

Perceba que não é erro em nada de configuração, servidor e etc (evite loucuras como as minhas de tuning, pensando que era um erro de alto processamento, i/o e etc).

Normalmente os logs ineficientes (ex: 503 “n/a” nome do POOL_com_paranente_problema) do IIS falam que o pool de aplicativos “XXX” (nome que você deu ao pool) para rodar aplicativos DOTNET expirou/expulso/estuprou/estrangulou e etc a requisição (quer seja por POST ou GET). (na pasta logfiles dentro de windows – aonde o iis guarda seus logs)
O mais top dos erros:

1. “Connection_Dropped DefaultAppPool”
2. “Connection_Abandoned_By_AppPool DefaultAppPool”

Mesmo que você venha utilizar-se do software de debug que a MS tem, sinto muito em lhe avisar, mas será em vão utilizar-se tal ferramenta!
Siga os meus conselhos nas linhas em negrito, aquilo ali pode salvar seu dia. Use um frontend para executar suas querys e ver se não estão ali as saídas.

Ferramenta: http://support.microsoft.com/kb/919792/

Amante CPANEL (lol)

Standard

Bem, para viciado em Gnu/Linux existe solução, mas e quando você vai à uma empresa prestar consultoria e se depara com uma besteirinha dessas aqui:

Um amigo meu, dooguinha ficou louquinho de tanto que insisti com ele para ele bater foto disso… lol, mas parece ou não parece?

Cpanel -> R$ 69 reais,
Celeron 1.7 -> R$ 110 reais,
Ser viciado em Cpanel Não tem preço!

Mais que uma distribuição: Ubuntu é uma paixão!

Standard

Por estes dias estive trocando idéias com um amigo meu (dooguinha) que também adora Gnu/Linux, sobre qual distribuição usar, visto que estava com Windows XP em meu desktop pessoal e precisava de algo mais enriquecedor em termos de conhecimento (mexer com registro de Windows para remover falhas não é muito proveitoso, rsrsrs).

Resolvi voltar a utilizar-me do Ubuntu.

Antes quero expor alguns problemas que enfrentei antes desta escolha:

1 – Na tentativa de usar o OPENSUSE eu não poderia deixar de comentar da podridão que é em termos de velocidade de update nos repositórios do Opensuse, sem contar o drama que é para achar uma configuração avançada – resumo -> mv opensuse_my_desk /dev/null (apesar da excelente instalação em um hd ide de 320gb, e detecção de maneira louvável com ênfase em hardware),

2 – Na tentativa de usar o Fedora, o que mais me chamou atenção foi o boot todo voltado para arquitetura sata, ou seja, seu boot fica todo duro no /sbin/loader… Quem diria… o foguete ainda nem saiu do forno e já me deixou sem um minuto sequer desejoso em utiliza-lo. Sabe qual foi o fim? mv fedora_my_desk /dev/null,

3 – Na tentativa de usar o CentOS como desktop eu volto no ponto 2 e vivo o mesmo drama… mv centos_my_desk /dev/null.

Confesso que deixei o Ubuntu como sendo a última alternativa. Isto ocorreu devido um teste um pouco frustrado de utilizar-me da 10.04 em meu modesto desktop. Achei lento no uso, porém rápido no boot, e de maneira precipitada não lembrei que os repositórios estavam lotados graças a quantidade de fãs que esta distribuição faz a cada lançamento.

Decidi então subir manualmente o desktop, afim de obter algum “exclarecimento” no quesito velocidade de S.O., optei pela 9.10 subindo para Lucid. Abaixo segue um screen mostrando o primeiro ponto forte do Ubuntu aos meus olhos:


Após update, cheguei na Lucid e modifiquei os botões de janelas para a direita, afinal de contas de livre o mac só tem a escolha de compra do usuário!

Quer apontar os botões para o lado direito? Use:

gconftool-2 --type string --set "/apps/metacity/general/button_layout" "menu:minimize,maximize,close"

E para que isto se aplique a todos os users faça:

sudo gconftool-2 --direct --config-source xml:readwrite:/etc/gconf/gconf.xml.defaults --type string --set "/apps/metacity/general/button_layout" "menu:minimize,maximize,close"

Ambos comandos pedem autorização para rodar, aplique a senha do root e pronto!

Por fim vai um print do meu desktop 😀 (ainda nem terminei minhas customizações, mas gostei das tonalidades).

O dia de testes na penúltima utilização do Ubuntu foi quando criei o tutorial do LAMP2 no Lucid Lynx.

Ah, o problema somente será o espaço para o Slackware 13.1. Estou um pouco triste por que se continuar curtindo meu Ubuntu terminarei abandonando meu slackzinho :(.

Abraços e boa noite ALL!

Lamp2: Ubuntu 10.04 APACHE 2 Mysql 5 PHP 5 phpmyadmin (lucid lynx)

Standard

Boa noite ALL, é com muita alegria que informo:

Meu PC está com o Lucid Lynx (Ubuntu 10.4).
Este How to que preparei hoje vai ensinar como montar um ambiente de desenvolvimento web para aplicações php que utilizam-se do container apache e do banco de dados mysql.
Um ambiente LAMP2 (apache 2 mysql 5 php 5 e phpmyadmin) é fundamental para quem desenvolve e deseja testar sua app antes de envia-la para web, sem mais, vamos aos passos:

1 – Clique em Aplicativos->Acessórios->Terminal
2 – rode o comando: sudo apt-get install apache2
Este comando serve para instalar o apache 2.
A saída deste comando deverá ser semelhante a esta:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
apache2-mpm-worker apache2-utils apache2.2-bin apache2.2-common libapr1 libaprutil1 libaprutil1-dbd-sqlite3 libaprutil1-ldap
Pacotes sugeridos:
apache2-doc apache2-suexec apache2-suexec-custom
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
apache2 apache2-mpm-worker apache2-utils apache2.2-bin apache2.2-common libapr1 libaprutil1 libaprutil1-dbd-sqlite3 libaprutil1-ldap
0 pacotes atualizados, 9 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 3328kB de arquivos.
Depois desta operação, 10,1MB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
0% [Aguardando por cabeçalhos]
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libapr1 1.3.8-1build1 [116kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1 1.3.9+dfsg-3build1 [85,4kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1-dbd-sqlite3 1.3.9+dfsg-3build1 [27,1kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1-ldap 1.3.9+dfsg-3build1 [25,1kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2.2-bin 2.2.14-5ubuntu8 [2622kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-utils 2.2.14-5ubuntu8 [159kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2.2-common 2.2.14-5ubuntu8 [290kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-mpm-worker 2.2.14-5ubuntu8 [2364B]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2 2.2.14-5ubuntu8 [1482B]
Baixados 3328kB em 40s (81,4kB/s)
Selecionando pacote previamente não selecionado libapr1.
(Lendo banco de dados … 148327 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando libapr1 (de …/libapr1_1.3.8-1build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1.
Desempacotando libaprutil1 (de …/libaprutil1_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1-dbd-sqlite3.
Desempacotando libaprutil1-dbd-sqlite3 (de …/libaprutil1-dbd-sqlite3_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1-ldap.
Desempacotando libaprutil1-ldap (de …/libaprutil1-ldap_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.2-bin.
Desempacotando apache2.2-bin (de …/apache2.2-bin_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-utils.
Desempacotando apache2-utils (de …/apache2-utils_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.2-common.
Desempacotando apache2.2-common (de …/apache2.2-common_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-mpm-worker.
Desempacotando apache2-mpm-worker (de …/apache2-mpm-worker_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.
Desempacotando apache2 (de …/apache2_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Processando gatilhos para ufw …
Processando gatilhos para ureadahead …
ureadahead will be reprofiled on next reboot
Configurando libapr1 (1.3.8-1build1) …

Configurando libaprutil1 (1.3.9+dfsg-3build1) …

Configurando libaprutil1-dbd-sqlite3 (1.3.9+dfsg-3build1) …
Configurando libaprutil1-ldap (1.3.9+dfsg-3build1) …
Configurando apache2.2-bin (2.2.14-5ubuntu8) …
Configurando apache2-utils (2.2.14-5ubuntu8) …
Configurando apache2.2-common (2.2.14-5ubuntu8) …
Enabling site default.
Enabling module alias.
Enabling module autoindex.
Enabling module dir.
Enabling module env.
Enabling module mime.
Enabling module negotiation.
Enabling module setenvif.
Enabling module status.
Enabling module auth_basic.
Enabling module deflate.
Enabling module authz_default.
Enabling module authz_user.
Enabling module authz_groupfile.
Enabling module authn_file.
Enabling module authz_host.
Enabling module reqtimeout.

Configurando apache2-mpm-worker (2.2.14-5ubuntu8) …
* Starting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando apache2 (2.2.14-5ubuntu8) …

Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place

Ressalto que usei o gestor de pacotes e habilitei o suporte a pacotes instáveis e também o repositório partner (mais abaixo posto como fazer).

Ainda no console use o comando abaixo:

sudo apt-get install php5 libapache2-mod-php5
Isto servirá para instalar o php5 e ainda integra-lo como DSO no apache (como módulo).
A saída deste comando será semelhante a esta:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
apache2-mpm-prefork php5-common
Pacotes sugeridos:
php-pear php5-suhosin
Os pacotes a seguir serão REMOVIDOS:
apache2-mpm-worker
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
apache2-mpm-prefork libapache2-mod-php5 php5 php5-common
0 pacotes atualizados, 4 pacotes novos instalados, 1 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 3376kB de arquivos.
Depois desta operação, 8790kB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-mpm-prefork 2.2.14-5ubuntu8 [2422B]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-common 5.3.2-1ubuntu4.1 [541kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main libapache2-mod-php5 5.3.2-1ubuntu4.1 [2831kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5 5.3.2-1ubuntu4.1 [1114B]
Baixados 3376kB em 8s (389kB/s)
dpkg: apache2-mpm-worker: problemas de dependência, mas removendo assim mesmo conforme pedido:
apache2 depende de apache2-mpm-worker (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-prefork (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-event (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-itk (= 2.2.14-5ubuntu8); porém:
Pacote apache2-mpm-worker está para ser removido.
Pacote apache2-mpm-prefork não está instalado.
Pacote apache2-mpm-event não está instalado.
Pacote apache2-mpm-itk não está instalado.
(Lendo banco de dados … 148902 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Removendo apache2-mpm-worker …
* Stopping web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
… waiting [ OK ]
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-mpm-prefork.
(Lendo banco de dados … 148895 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando apache2-mpm-prefork (de …/apache2-mpm-prefork_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-common.
Desempacotando php5-common (de …/php5-common_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libapache2-mod-php5.
Desempacotando libapache2-mod-php5 (de …/libapache2-mod-php5_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5.
Desempacotando php5 (de …/php5_5.3.2-1ubuntu4.1_all.deb) …
Configurando apache2-mpm-prefork (2.2.14-5ubuntu8) …
* Starting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando php5-common (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando libapache2-mod-php5 (5.3.2-1ubuntu4.1) …

Creating config file /etc/php5/apache2/php.ini with new version
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando php5 (5.3.2-1ubuntu4.1) …

Já que estamos na metade do caminho o ideal seria dar um restart no apache para garantir que ele leu seu conf.
Use o comando:

sudo /etc/init.d/apache2 restart

A saída deverá ser parecida com:

* Restarting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
… waiting apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Para garantir que o apache está interpretando códigos php (fazendo uso do interpretador como módulo) podemos editar um arquivo e testa-lo. use o comando abaixo:

sudo vi /var/www/index.php

Dentro deste arquivo informe:

escreva : e depois escreva wq! e pressione enter, ficando algo como :wq! , você salvará o arquivo e sairá do vi.
Feito isto acesse o arquivo para ver se a mensagem nerdblog é 10 aparece, caso sim, sucesso total! Do contrário releia este manual!
Este teste pode ser feito em http://localhost/index.php

Para instalar o mysql como servidor de banco de dados devemos usar o seguinte comando:
sudo apt-get install mysql-server
A saída deste comando deverá assemelhar-se com:

Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-common 5.1.41-3ubuntu12 [97,1kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libnet-daemon-perl 0.43-1 [46,9kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libplrpc-perl 0.2020-2 [36,0kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libdbi-perl 1.609-1build1 [798kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libmysqlclient16 5.1.41-3ubuntu12 [1931kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libdbd-mysql-perl 4.012-1ubuntu1 [135kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-client-core-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [176kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-client-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [8136kB]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server-core-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [4711kB]
Obter:10 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [7007kB]
Obter:11 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libhtml-template-perl 2.9-1 [65,8kB]
Obter:12 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server 5.1.41-3ubuntu12 [93,0kB]
Baixados 23,2MB em 1min 58s (196kB/s)
Pré-configurando pacotes …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-common.
(Lendo banco de dados … 150463 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando mysql-common (de …/mysql-common_5.1.41-3ubuntu12_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libnet-daemon-perl.
Desempacotando libnet-daemon-perl (de …/libnet-daemon-perl_0.43-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libplrpc-perl.
Desempacotando libplrpc-perl (de …/libplrpc-perl_0.2020-2_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libdbi-perl.
Desempacotando libdbi-perl (de …/libdbi-perl_1.609-1build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libmysqlclient16.
Desempacotando libmysqlclient16 (de …/libmysqlclient16_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libdbd-mysql-perl.
Desempacotando libdbd-mysql-perl (de …/libdbd-mysql-perl_4.012-1ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-client-core-5.1.
Desempacotando mysql-client-core-5.1 (de …/mysql-client-core-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-client-5.1.
Desempacotando mysql-client-5.1 (de …/mysql-client-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server-core-5.1.
Desempacotando mysql-server-core-5.1 (de …/mysql-server-core-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Configurando mysql-common (5.1.41-3ubuntu12) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server-5.1.
(Lendo banco de dados … 150828 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando mysql-server-5.1 (de …/mysql-server-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libhtml-template-perl.
Desempacotando libhtml-template-perl (de …/libhtml-template-perl_2.9-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server.
Desempacotando mysql-server (de …/mysql-server_5.1.41-3ubuntu12_all.deb) …
Processando gatilhos para ureadahead …
Processando gatilhos para man-db …
Configurando libnet-daemon-perl (0.43-1) …
Configurando libplrpc-perl (0.2020-2) …
Configurando libdbi-perl (1.609-1build1) …
Configurando libmysqlclient16 (5.1.41-3ubuntu12) …

Configurando libdbd-mysql-perl (4.012-1ubuntu1) …
Configurando mysql-client-core-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-client-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-server-core-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-server-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
mysql start/running, process 4808

Configurando libhtml-template-perl (2.9-1) …
Configurando mysql-server (5.1.41-3ubuntu12) …
Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place


No meio desse esquema todo serão exibidas janelas que solicitarão a senha de administrador do mysql, semelhantes as imagens abaixo:

Outra tela:

Estas telas pedem para que você dê uma senha para o usuário root do mysql, escolha uma senha ao seu gosto e depois repita a mesma.

Agora iremos integrar o php + apache + mysql + phpmyadmin, para isto precisaremos usar o comando:

sudo apt-get install libapache2-mod-auth-mysql php5-mysql phpmyadmin

A saída deste comando deverá ser algo mais ou menos parecido com isto aqui:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
dbconfig-common javascript-common libjs-mootools libmcrypt4 libt1-5 php5-gd php5-mcrypt wwwconfig-common
Pacotes sugeridos:
libmcrypt-dev mcrypt postgresql-client apache apache-ssl
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
dbconfig-common javascript-common libapache2-mod-auth-mysql libjs-mootools libmcrypt4 libt1-5 php5-gd php5-mcrypt php5-mysql phpmyadmin wwwconfig-common
0 pacotes atualizados, 11 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 5404kB de arquivos.
Depois desta operação, 21,9MB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main dbconfig-common 1.8.44ubuntu1 [474kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe wwwconfig-common 0.2.1 [22,8kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe javascript-common 7 [3854B]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libapache2-mod-auth-mysql 4.3.9-12ubuntu1 [25,6kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe libjs-mootools 1.2.4.0~debian1-1 [248kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe libmcrypt4 2.5.8-3.1 [76,1kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libt1-5 5.1.2-3build1 [155kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-gd 5.3.2-1ubuntu4.1 [34,8kB]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe php5-mcrypt 5.3.2-0ubuntu1 [15,2kB]
Obter:10 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-mysql 5.3.2-1ubuntu4.1 [64,2kB]
Obter:11 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe phpmyadmin 4:3.3.2-1 [4285kB]
Baixados 5404kB em 45s (118kB/s)
Pré-configurando pacotes …
Selecionando pacote previamente não selecionado dbconfig-common.
(Lendo banco de dados … 150920 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando dbconfig-common (de …/dbconfig-common_1.8.44ubuntu1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado wwwconfig-common.
Desempacotando wwwconfig-common (de …/wwwconfig-common_0.2.1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado javascript-common.
Desempacotando javascript-common (de …/javascript-common_7_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libapache2-mod-auth-mysql.
Desempacotando libapache2-mod-auth-mysql (de …/libapache2-mod-auth-mysql_4.3.9-12ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libjs-mootools.
Desempacotando libjs-mootools (de …/libjs-mootools_1.2.4.0~debian1-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libmcrypt4.
Desempacotando libmcrypt4 (de …/libmcrypt4_2.5.8-3.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libt1-5.
Desempacotando libt1-5 (de …/libt1-5_5.1.2-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-gd.
Desempacotando php5-gd (de …/php5-gd_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-mcrypt.
Desempacotando php5-mcrypt (de …/php5-mcrypt_5.3.2-0ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-mysql.
Desempacotando php5-mysql (de …/php5-mysql_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado phpmyadmin.
Desempacotando phpmyadmin (de …/phpmyadmin_4%3a3.3.2-1_all.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Processando gatilhos para libapache2-mod-php5 …
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]
Processando gatilhos para doc-base …
Processing 26 changed 1 added doc-base file(s)…
Registering documents with scrollkeeper…
Configurando dbconfig-common (1.8.44ubuntu1) …

Creating config file /etc/dbconfig-common/config with new version

Configurando wwwconfig-common (0.2.1) …
Configurando javascript-common (7) …

Configurando libapache2-mod-auth-mysql (4.3.9-12ubuntu1) …
Configurando libjs-mootools (1.2.4.0~debian1-1) …
Configurando libmcrypt4 (2.5.8-3.1) …

Configurando libt1-5 (5.1.2-3build1) …

Configurando php5-gd (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando php5-mcrypt (5.3.2-0ubuntu1) …
Configurando php5-mysql (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando phpmyadmin (4:3.3.2-1) …
dbconfig-common: writing config to /etc/dbconfig-common/phpmyadmin.conf

Creating config file /etc/dbconfig-common/phpmyadmin.conf with new version

Creating config file /etc/phpmyadmin/config-db.php with new version
granting access to database phpmyadmin for phpmyadmin@localhost: success.
verifying access for phpmyadmin@localhost: success.
creating database phpmyadmin: success.
verifying database phpmyadmin exists: success.
populating database via sql… done.
dbconfig-common: flushing administrative password
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place

Neste meio tempo uma tela para escolher entre apache e lighttpd aparecerá, escolha apache. Veja:

Na primeira tela escolha OK e dê um tab para confirmar que aceita a opção.

A próxima tela pedirá uma senha de admin para o phpmyadmin, para isto defina algo seu. Veja a tela:

Costumo, após terminar uma instalação de integração como esta utilizar-me de lago, insira as seguintes linhas naquela página index.php usando sudo vim /var/www/index.php
Informe dentro dela o seguinte:

Acesse http://localhost/index.php

Se nada ocorrer tudo está 100%.

Quando terminar use o comando:
sudo /etc/init.d/apache2 restart

Isto vai fazer o apache reler todos os confs.

Para concluir precisamos levar o phpmyadmin para a pasta web afim de que possamos editar nossos bds. Para isto precisamos copiar o phpmyadmin para dentro do /var/www usando o comando:

cp -rp /usr/share/phpmyadmin /var/www

Sendo assim, para acessar somente precisamos de um http://localhost/phpmyadmin

A parte interessante no quesito repositório vem de um how to bem interessante, veja:
http://www.howtoforge.com/the-perfect-desktop-ubuntu-10.04-lucid-lynx

Fatal error: Allowed memory size PHP

Standard

Esse erro é mais comum que feijão com arroz, mas para sanar este cara localize o php.ini do seu servidor e aumente o parâmetro

memory_limit = -1
(-1 indica uso infinito de memória)

Recomendo colocar algo simples como:

memory_limit = 32M

Reinicie o apache e tudo estará sanado -> service httpd restart (em caso de debian e afins /etc/init.d/apache2 restart)

Abraços.

Corrida contra o tempo já começa entre os grandes para implementação do IPV6

Standard

Google, Microsoft, Twitter, Facebook, eBay, Yahoo e Wikipedia sofrem cada vez mais pressão para se adequar ao novo protocolo da internet.

Cresce a pressão para que os sites mais populares da internet integrem suas redes ao IPv6, o tão aguardado upgrade do principal protocolo da internet, que atualmente está na versão 4.

E essa pressão foi elevada em mais um grau esta semana, com a notícia de que o Google ativou o suporte ao IPv6 para o site de vídeos YouTube. O Google já oferece acesso IPv6 a seu site de buscas e a muitos outros serviços da web.

Confira toda a matéria em:
http://br-linux.org/2010/o-que-7-gigantes-da-web-estao-fazendo-para-adotar-o-ipv6/

Gestor de smart trabalha de maneira eficiente no Ubnutu Karmic e revela problemas antes que ocorram

Standard

Uma das coisas que mais gosto no Ubuntu é a sua facilidade de uso e principalmente a forma eficaz que ele gerencia o sistema em si. Estive com um notebook “aposentado” por 4 meses devido a falta do drive de cd-rom (na realidade já não lê nada… rsrsrs). Esperei um bom tempo afim de que uma manutenção fosse realizada (substituição, na realidade era isso) e não consegui achar o bendito drive com preço acessível.

Pensei comigo o que iria fazer, quer fosse um servidor PXE para instalar alguma coisa, quer fosse pegar um drive emprestado (gaveta externa de cd-rom ou cd-rom externo), e nada disso me veio a cabeça.

Pensei em algo mais simples e cheguei a conclusão que instalar o Ubuntu via USB seria a coisa mais simples e amigável do mundo (foi, sem contar a altíssima velocidade, em ver um Celeron 1.5 com 1gb de ram instalado em 12 minutos é de surpreender qualquer peixão).

Após instalar meu bombástico S.O. acabei percebendo que a “aposentadoria” não fez muito bem para o Tux, o smart relatou problemas (coisa que NUNCA iria imaginar, principalmente homem que só vai ao médico quando já está morrendo com dores).

Ao terminar meu upgrade de versão para o Karmic Koala eu startei o S.O. com euforia e ao me deparar com o desktop recebi a notícia de que o disco não estava indo muito bem, por fim, compreendi que apesar da notícia ruim, meu Ubuntu foi mais que um amigo em me avisar o que poderia ocorrer “na calada da noite”!

Segue screenshot:

Este é um sistema amigo, rsrsrs, avisa tudo (mesmo que possa causar uma dorzinha no coração).

Abraços galera!

Upgrade muito rápida no Ubuntu indo em busca do Karmic :D

Standard

Bom, muitas pessoas já sabem que sou um adimirador do Ubuntu, principalmente pela sua facilidade de uso (estou postando por ele). Uma coisa muito interessante foi a velocidade que consegui com minha internet no momento de acessar os repositórios da Cannonical (não foi usando apt-get via console, mas a gestão de pacotes foi muito semelhante). Perceba na foto abaixo que meus 4 mega de link funcionaram com muito louvor:

up ubuntu

up ubuntu

Na menos que 458kbps! (chegando a 478kbps).

Obs: Estava na 8.04 e fui subindo, agora estou na Karmic e meu próximo post vai falar um pouco sobre a simplicidade do desktop e praticidade do “negócio”.

Abraços galera!

Problemas com drive intel 82801 GB ICH7- como instalar corretamente

Standard

Pessoal, sei que existem técnicos maravilhosos em nosso meio, por isso decidi somente complementar algo aqui. (isso é para windows XP 32 bits)

Percebi que a pcchips dá suporte a uma placa intel com socket 775, em outras palavras, que exigia a instalação de um drive chamado Intel 82801GB ICH7 HIGH DEFINITION AUDIO.

Bem, sem mais demoras eu vou deixar o link disponível para baixar o drive e logo em seguida explico como sanar:

http://www.libphp.net/Intel_82801GB_ICH7.rar

Pegue este arquivo, abra-o com o Winrar (ou ferramenta de compactação que suporte .RAR).

Assim que isto for feito não instale de imediato, procure percorrer os diretórios e localize um KB (aquele que faz o High Definition Audio Rodar e requerer drive para o som, entretanto este é o melhor) chamado KB35221, este carinha será responsável por abrir os caminhos.

Assim que terminar a instalação do mesmo abra o setup e instale.

Caso funcione EU quero uma CAIXA de BIS, ok? (pode ser chocolate branco também)… rsrsrs

Abraços a todos e fiquem com Deus.