Como instalar o apache 2 mysql 5 php 5 e phpmyadmin no Debian 5.0.6

Standard

PessoALL, estamos fazendo outro How to da série Lamp2. O ambiente apache (container web ou servidor de páginas mais utilizado da internet), php 5 (linguagem de programação mais utilizada da internet), mysql 5 (banco de dados mais usado na internet) e phpmyadmin (gestor de bases de dados mysql mais amigável em termos de front-end) é indispensável para desenvolvedores php. Abaixo, em passos e imagens simples você saberá como instalar e deixar 100% operacional a famosa arquitetura LAMP2.

Primeiro passo é ter poder de root (no caso de nossa instalação). Iremos abrir o console como root afim de evitar que utilizemos o comando sudo antes dos comandos gerais de instalação do lamp2. Na realidade NADA impede que você possa instalar o lamp2 com comandos em um terminal comum, a única coisa que ressaltamos é que tome cuidado sempre com a precedência do comando sudo na frente de nossos comandos abaixo citados, ou logar-se como root com su –  para atrair um ambiente root globalmente. No mais tudo será muito semelhante.

O Hardware testado é simples, celeron i386 (debian 32 bits em cima de um celeron), 512 de ram e disco de 10gb.
A versão usada é o Debian 5.0.6.

1 – Clique em Aplicações -> Acessórios -> Terminal Como Root. A imagem abaixo demonstra claramente como este passo-a-passo é feito:

terminal root

terminal root

Antes de mais nada certifique-se que tudo está ok com o apt-get, por isso use:

apt-get update

A saída é muito parecida com a imagem abaixo:

Apt get

Certificar o Apt

Assim que o terminal estiver operando (aberto) vamos instalar o apache2 com o seguinte comando:

apt-get install apache2

Assim que este comando for digitado, a saída exige que se Aperte S para confirmar ou N para cancelar a instalação. A imagem é muito parecida com a saída abaixo:

confirmar apache2

confirmar apache2

A saída após confirmar com S é muito parecida com:

saida apache2

saida apache2

Neste ponto o apache 2 está online.
Agora vamos instalar o php5 no apache 2 como DSO (php como módulo do apache2).
Para isto digite o comando:

apt-get install php5 libapache2-mod-php5

A saída para este comando é muito parecida com a imagem abaixo:

apache php mod

apache php mod

Pronto, para confirmar que o php 5 está sendo interpretado no apache2, primeiro é necessário digitar o comando abaixo afim de que o apache 2 possa reler suas configurações de maneira simples e rápida:

/etc/init.d/apache2 restart

Esse comando reinicia o apache2. Feito isto, podemos remover o index.html e criar um arquivo php. Para isto faça:

rm -rf /var/www/index.html

Este comando remove o arquivo index.html default do apache2. Abaixo vamos criar um arquivo index.php:

vim /var/www/index.php

Dentro do arquivo coloque o conteúdo da imagem abaixo:

index php

index php

A saída disto pode ser testada em um navegador através do endereço:

http://localhost/index.php

A saída deste acesso deve ser indêntica a imagem abaixo:

localhost

localhost

Agora precisams instalar o mysql 5 em nosso Debian, para isto use o seguinte comando:

apt-get install mysql-server

Será necessário confirmar, conforme a imagem abaixo:

instalar MYSQL

instalar MYSQL

Confirme com S, assim que ocorrer o processo de instalação do mysql server a saída será muito parecida com a imagem abaixo:

confirmar senha MYSQL

confirmar senha MYSQL

Esse trecho o mysql vai pedir a senha de root que será a senha padrão do administrador do mysql 5. Confirme com qualquer senha definida ao seu critério, em seguida uma nova tela será exibida pedindo confirmação de senha novamente, conforme a tela abaixo:

Repetir Senha MYSQL

Repetir Senha MYSQL

As mensagens exibidas na instalação do mysql após confirmado devem ser muito parecidas com as da tela abaixo:

Resultado Mysql

Resultado Mysql

Agora iremos para o passo final, a integração entre o apache, php, mysql e phpmyadmin. Para isto precisamos instalar a integração com o seguinte comando:

apt-get install libapache2-mod-auth-mysql php5-mysql phpmyadmin

Assim que o comando é digitado, conforme citamos acima, você precisa apertar S para que seja confirmada a instalação da integração de o phpmyadmin. A saída do comando acima é muito parecida com a imagem a seguir:

lamp Integracao

Confirmando com S a instalação prosseguirá, porém o phpmyadmin solicitará o container o qual ele vai operar. Devemos escolher o Apache2 conforme nosso padrão de instalação. Printamos a tela com esta informação:

Marque Apache

Marque Apache

Após marcação, a saída final segue-se abaixo:

Saida Integracao

Saida Integracao

Pronto, agora só precisamos reiniciar o apache2 para que toda integração ocorra fielmente, precisamos copiar a pasta do phpmyadmin para o /var/www afim de acessarmos com c o front-end do phpmyadmin.
Para isto digite os comandos:

/etc/init.d/apache2 restart

cp -rp /usr/share/phpmyadmin /var/www

O segundo comando faz a cópia citada.

Para testarmos TUDO basta abrirmos o navegador e inserirmos o endereço http://localhost/phpmyadmin, se a saída for idêntica a da imagem abaixo, parabéns, sua missão acaba agora!

Teste php myadmin FINAL

Teste php myadmin FINAL

Se quiser acessar o phpmyadmin basta colocar root como usuário e informar a senha de root definida no momento da instalação do mysql.

Agradecemos pelo seu empenho junto conosco neste how to 😛

Att: littleoak

Apache 2 Mysql 5 PHP 5 e phpmyadmin no Ubuntu 10.04 Lucid Lynx

Standard

Hoje, para a gama de desenvolvedores PHP que o mercado tem é indispensável que se tenha um ambiente lamp (linux + apache + php + mysql e como adicional o phpmyadmin, ferramenta indispensável para gerenciar bancos de dados mysql sem qualquer dificuldade) operando pelo menos em um notebook de alguém. Este How to, anteriormente postado em meu antigo blog foi testado (antes de ser postado) em um ambiente com:

Processador Celeron 900 (2.2 ghz),
2 gb de ram ddr 667,
hd 160 gb com 5400 rpm,
Ubuntu 10.04 (Lucid Lynx).
Ressalto que usei o gestor de pacotes e habilitei o suporte a pacotes instáveis e também o repositório partner (mais abaixo posto como fazer).
Por isto talvez as versões dos programas instalados a seguir podem variar em poucos pontos, por exemplo: PHP 5.2.13 e seria instalado, caso não atualizasse os pacotes para instáveis ficaria em 5.2.9.

Os passos a seguir são simples e não demandam muito conhecimento em Linux, bastando somente que ejam seguidos a risca para que nenhum ponto seja esquecido.
Vamos lá:

Clique em Aplicativos->Acessórios->Terminal

Digite o Comando:

sudo apt-get install apache2

A saída deste comando, assim que confirmado com a opção S (yes em inglês seria Y) assemelha-se com:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
apache2-mpm-worker apache2-utils apache2.2-bin apache2.2-common libapr1 libaprutil1 libaprutil1-dbd-sqlite3 libaprutil1-ldap
Pacotes sugeridos:
apache2-doc apache2-suexec apache2-suexec-custom
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
apache2 apache2-mpm-worker apache2-utils apache2.2-bin apache2.2-common libapr1 libaprutil1 libaprutil1-dbd-sqlite3 libaprutil1-ldap
0 pacotes atualizados, 9 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 3328kB de arquivos.
Depois desta operação, 10,1MB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
0% [Aguardando por cabeçalhos]
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libapr1 1.3.8-1build1 [116kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1 1.3.9+dfsg-3build1 [85,4kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1-dbd-sqlite3 1.3.9+dfsg-3build1 [27,1kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1-ldap 1.3.9+dfsg-3build1 [25,1kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2.2-bin 2.2.14-5ubuntu8 [2622kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-utils 2.2.14-5ubuntu8 [159kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2.2-common 2.2.14-5ubuntu8 [290kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-mpm-worker 2.2.14-5ubuntu8 [2364B]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2 2.2.14-5ubuntu8 [1482B]
Baixados 3328kB em 40s (81,4kB/s)
Selecionando pacote previamente não selecionado libapr1.
(Lendo banco de dados … 148327 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando libapr1 (de …/libapr1_1.3.8-1build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1.
Desempacotando libaprutil1 (de …/libaprutil1_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1-dbd-sqlite3.
Desempacotando libaprutil1-dbd-sqlite3 (de …/libaprutil1-dbd-sqlite3_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1-ldap.
Desempacotando libaprutil1-ldap (de …/libaprutil1-ldap_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.2-bin.
Desempacotando apache2.2-bin (de …/apache2.2-bin_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-utils.
Desempacotando apache2-utils (de …/apache2-utils_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.2-common.
Desempacotando apache2.2-common (de …/apache2.2-common_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-mpm-worker.
Desempacotando apache2-mpm-worker (de …/apache2-mpm-worker_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.
Desempacotando apache2 (de …/apache2_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Processando gatilhos para ufw …
Processando gatilhos para ureadahead …
ureadahead will be reprofiled on next reboot
Configurando libapr1 (1.3.8-1build1) …

Configurando libaprutil1 (1.3.9+dfsg-3build1) …

Configurando libaprutil1-dbd-sqlite3 (1.3.9+dfsg-3build1) …
Configurando libaprutil1-ldap (1.3.9+dfsg-3build1) …
Configurando apache2.2-bin (2.2.14-5ubuntu8) …
Configurando apache2-utils (2.2.14-5ubuntu8) …
Configurando apache2.2-common (2.2.14-5ubuntu8) …
Enabling site default.
Enabling module alias.
Enabling module autoindex.
Enabling module dir.
Enabling module env.
Enabling module mime.
Enabling module negotiation.
Enabling module setenvif.
Enabling module status.
Enabling module auth_basic.
Enabling module deflate.
Enabling module authz_default.
Enabling module authz_user.
Enabling module authz_groupfile.
Enabling module authn_file.
Enabling module authz_host.
Enabling module reqtimeout.

Configurando apache2-mpm-worker (2.2.14-5ubuntu8) …
* Starting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando apache2 (2.2.14-5ubuntu8) …

Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place

Assim que esta etapa terminar teremos o apache rodando, mas precisamos prosseguir, digite:

sudo apt-get install php5 libapache2-mod-php5

Esta etapa instala o php5 com integração em modo DSO junto ao apache (como módulo do apache 2). Sempre confirme que quer instalar apertando S (caso solicite em inglês, Y). A saída do comando acima assemelha-se e muito com a saída informada logo abaixo:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
apache2-mpm-prefork php5-common
Pacotes sugeridos:
php-pear php5-suhosin
Os pacotes a seguir serão REMOVIDOS:
apache2-mpm-worker
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
apache2-mpm-prefork libapache2-mod-php5 php5 php5-common
0 pacotes atualizados, 4 pacotes novos instalados, 1 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 3376kB de arquivos.
Depois desta operação, 8790kB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-mpm-prefork 2.2.14-5ubuntu8 [2422B]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-common 5.3.2-1ubuntu4.1 [541kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main libapache2-mod-php5 5.3.2-1ubuntu4.1 [2831kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5 5.3.2-1ubuntu4.1 [1114B]
Baixados 3376kB em 8s (389kB/s)
dpkg: apache2-mpm-worker: problemas de dependência, mas removendo assim mesmo conforme pedido:
apache2 depende de apache2-mpm-worker (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-prefork (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-event (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-itk (= 2.2.14-5ubuntu8); porém:
Pacote apache2-mpm-worker está para ser removido.
Pacote apache2-mpm-prefork não está instalado.
Pacote apache2-mpm-event não está instalado.
Pacote apache2-mpm-itk não está instalado.
(Lendo banco de dados … 148902 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Removendo apache2-mpm-worker …
* Stopping web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
… waiting [ OK ]
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-mpm-prefork.
(Lendo banco de dados … 148895 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando apache2-mpm-prefork (de …/apache2-mpm-prefork_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-common.
Desempacotando php5-common (de …/php5-common_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libapache2-mod-php5.
Desempacotando libapache2-mod-php5 (de …/libapache2-mod-php5_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5.
Desempacotando php5 (de …/php5_5.3.2-1ubuntu4.1_all.deb) …
Configurando apache2-mpm-prefork (2.2.14-5ubuntu8) …
* Starting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando php5-common (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando libapache2-mod-php5 (5.3.2-1ubuntu4.1) …

Creating config file /etc/php5/apache2/php.ini with new version
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando php5 (5.3.2-1ubuntu4.1) …

Apesar de já termos instalado o apache 2 + php 5 é necessário reiniciar o apache 2 afim de que o serviço possa reler suas configurações e assim possamos ter uma reposta da instalação a qual realizamos. Para isto use o comando:

sudo /etc/init.d/apache2 restart

A mensagem exibida por este comando é muito semelhante a mensagem a seguir:

* Restarting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
… waiting apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Não precisa confirmar  nada junto ao /var/www pois o php DEVE estar operando junto com o apache 2.

Agora vamos prosseguir com o mysql 5. Para instalar o mesmo digite:

sudo apt-get install mysql-server

Confirme com S (ou Y caso seja americano), a saída deve ser semelhante com:

Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-common 5.1.41-3ubuntu12 [97,1kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libnet-daemon-perl 0.43-1 [46,9kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libplrpc-perl 0.2020-2 [36,0kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libdbi-perl 1.609-1build1 [798kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libmysqlclient16 5.1.41-3ubuntu12 [1931kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libdbd-mysql-perl 4.012-1ubuntu1 [135kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-client-core-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [176kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-client-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [8136kB]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server-core-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [4711kB]
Obter:10 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [7007kB]
Obter:11 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libhtml-template-perl 2.9-1 [65,8kB]
Obter:12 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server 5.1.41-3ubuntu12 [93,0kB]
Baixados 23,2MB em 1min 58s (196kB/s)
Pré-configurando pacotes …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-common.
(Lendo banco de dados … 150463 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando mysql-common (de …/mysql-common_5.1.41-3ubuntu12_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libnet-daemon-perl.
Desempacotando libnet-daemon-perl (de …/libnet-daemon-perl_0.43-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libplrpc-perl.
Desempacotando libplrpc-perl (de …/libplrpc-perl_0.2020-2_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libdbi-perl.
Desempacotando libdbi-perl (de …/libdbi-perl_1.609-1build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libmysqlclient16.
Desempacotando libmysqlclient16 (de …/libmysqlclient16_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libdbd-mysql-perl.
Desempacotando libdbd-mysql-perl (de …/libdbd-mysql-perl_4.012-1ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-client-core-5.1.
Desempacotando mysql-client-core-5.1 (de …/mysql-client-core-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-client-5.1.
Desempacotando mysql-client-5.1 (de …/mysql-client-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server-core-5.1.
Desempacotando mysql-server-core-5.1 (de …/mysql-server-core-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Configurando mysql-common (5.1.41-3ubuntu12) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server-5.1.
(Lendo banco de dados … 150828 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando mysql-server-5.1 (de …/mysql-server-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libhtml-template-perl.
Desempacotando libhtml-template-perl (de …/libhtml-template-perl_2.9-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server.
Desempacotando mysql-server (de …/mysql-server_5.1.41-3ubuntu12_all.deb) …
Processando gatilhos para ureadahead …
Processando gatilhos para man-db …
Configurando libnet-daemon-perl (0.43-1) …
Configurando libplrpc-perl (0.2020-2) …
Configurando libdbi-perl (1.609-1build1) …
Configurando libmysqlclient16 (5.1.41-3ubuntu12) …

Configurando libdbd-mysql-perl (4.012-1ubuntu1) …
Configurando mysql-client-core-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-client-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-server-core-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-server-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
mysql start/running, process 4808

Configurando libhtml-template-perl (2.9-1) …
Configurando mysql-server (5.1.41-3ubuntu12) …
Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place

Os passos a seguir mostram o mysql solicitando dados extras. Iremos colocar imagens dos passos a seguir:
imagens 1 e 2 -> MYSQL solicitando a senha de root, digite-a e em seguida repita a mesma. Escolha uma senha ao seu critério. Caso seja um ambiente de produção real recomendamos que use caracteres $#%@!& para sua senha afim de que em um caso de vulnerabilidade por brute force o atacante perdure por muitos dias (ou meses) na tentativa de quebrar a senha.


imagem de requisição de repetição da senha de root:

Estamos muito próximos da etapa final. Os passos a seguir mostram como integrar o php 5 + apache 2 + mysql 5 para que operem de maneira correta, assim como adicionar o phpmyadmin a esta instalação:

sudo apt-get install libapache2-mod-auth-mysql php5-mysql phpmyadmin

Confirme com S (caso seja americano confirme com Y). A saída para este comando deve ser semelhante a:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
dbconfig-common javascript-common libjs-mootools libmcrypt4 libt1-5 php5-gd php5-mcrypt wwwconfig-common
Pacotes sugeridos:
libmcrypt-dev mcrypt postgresql-client apache apache-ssl
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
dbconfig-common javascript-common libapache2-mod-auth-mysql libjs-mootools libmcrypt4 libt1-5 php5-gd php5-mcrypt php5-mysql phpmyadmin wwwconfig-common
0 pacotes atualizados, 11 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 5404kB de arquivos.
Depois desta operação, 21,9MB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main dbconfig-common 1.8.44ubuntu1 [474kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe wwwconfig-common 0.2.1 [22,8kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe javascript-common 7 [3854B]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libapache2-mod-auth-mysql 4.3.9-12ubuntu1 [25,6kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe libjs-mootools 1.2.4.0~debian1-1 [248kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe libmcrypt4 2.5.8-3.1 [76,1kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libt1-5 5.1.2-3build1 [155kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-gd 5.3.2-1ubuntu4.1 [34,8kB]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe php5-mcrypt 5.3.2-0ubuntu1 [15,2kB]
Obter:10 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-mysql 5.3.2-1ubuntu4.1 [64,2kB]
Obter:11 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe phpmyadmin 4:3.3.2-1 [4285kB]
Baixados 5404kB em 45s (118kB/s)
Pré-configurando pacotes …
Selecionando pacote previamente não selecionado dbconfig-common.
(Lendo banco de dados … 150920 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando dbconfig-common (de …/dbconfig-common_1.8.44ubuntu1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado wwwconfig-common.
Desempacotando wwwconfig-common (de …/wwwconfig-common_0.2.1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado javascript-common.
Desempacotando javascript-common (de …/javascript-common_7_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libapache2-mod-auth-mysql.
Desempacotando libapache2-mod-auth-mysql (de …/libapache2-mod-auth-mysql_4.3.9-12ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libjs-mootools.
Desempacotando libjs-mootools (de …/libjs-mootools_1.2.4.0~debian1-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libmcrypt4.
Desempacotando libmcrypt4 (de …/libmcrypt4_2.5.8-3.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libt1-5.
Desempacotando libt1-5 (de …/libt1-5_5.1.2-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-gd.
Desempacotando php5-gd (de …/php5-gd_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-mcrypt.
Desempacotando php5-mcrypt (de …/php5-mcrypt_5.3.2-0ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-mysql.
Desempacotando php5-mysql (de …/php5-mysql_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado phpmyadmin.
Desempacotando phpmyadmin (de …/phpmyadmin_4%3a3.3.2-1_all.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Processando gatilhos para libapache2-mod-php5 …
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]
Processando gatilhos para doc-base …
Processing 26 changed 1 added doc-base file(s)…
Registering documents with scrollkeeper…
Configurando dbconfig-common (1.8.44ubuntu1) …

Creating config file /etc/dbconfig-common/config with new version

Configurando wwwconfig-common (0.2.1) …
Configurando javascript-common (7) …

Configurando libapache2-mod-auth-mysql (4.3.9-12ubuntu1) …
Configurando libjs-mootools (1.2.4.0~debian1-1) …
Configurando libmcrypt4 (2.5.8-3.1) …

Configurando libt1-5 (5.1.2-3build1) …

Configurando php5-gd (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando php5-mcrypt (5.3.2-0ubuntu1) …
Configurando php5-mysql (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando phpmyadmin (4:3.3.2-1) …
dbconfig-common: writing config to /etc/dbconfig-common/phpmyadmin.conf

Creating config file /etc/dbconfig-common/phpmyadmin.conf with new version

Creating config file /etc/phpmyadmin/config-db.php with new version
granting access to database phpmyadmin for phpmyadmin@localhost: success.
verifying access for phpmyadmin@localhost: success.
creating database phpmyadmin: success.
verifying database phpmyadmin exists: success.
populating database via sql… done.
dbconfig-common: flushing administrative password
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place

Estamos muito próximos da reta final, agora basta devemos escolher qual container vai operar como servidor para o phpmyadmin, devemos escolhe apache (segundo a imagem a seguir retrata as opções):

Na imagem a seguir, que será a tela apresentada para você diga Ok para que o dbconfig ajuste a base do phpmyadmin:

E por fim devemos definir a senha de root do phpmyadmin, ressaltamos que esta senha fica a sua escolha, conforme a tela a seguir:

Pronto. Não precisa testar o banco de dados com funções php (mysql_connect…), na realidade, se seguir os pontos a risca (pré-testados) não ocorrerão problemas. Use o comando a seguir:

sudo /etc/init.d/apache2 restart

O apache será reiniciado.
Para finalizar, precisamos mover os arquivos do phpmyadmin para um ambiente visível na web, ou pelo menos visível quando digitarmos http://localhost/phpmyadmin cairmos exatamente na tela do phpmyadmin.

Use o seguinte comando:

cp -rp /usr/share/phpmyadmin /var/www

Pronto.
Se quiser testar o phpmyadmin basta acessar http://localhost/phpmyadmin e informar root como login e a senha que você definiu como root no momento da instalação do mysql.

Obrigado por sua atenção.
Abraços e visite sempre o AppUnix – Seu portal Unix-LIKE.

Lamp2: Ubuntu 10.04 APACHE 2 Mysql 5 PHP 5 phpmyadmin (lucid lynx)

Standard

Boa noite ALL, é com muita alegria que informo:

Meu PC está com o Lucid Lynx (Ubuntu 10.4).
Este How to que preparei hoje vai ensinar como montar um ambiente de desenvolvimento web para aplicações php que utilizam-se do container apache e do banco de dados mysql.
Um ambiente LAMP2 (apache 2 mysql 5 php 5 e phpmyadmin) é fundamental para quem desenvolve e deseja testar sua app antes de envia-la para web, sem mais, vamos aos passos:

1 – Clique em Aplicativos->Acessórios->Terminal
2 – rode o comando: sudo apt-get install apache2
Este comando serve para instalar o apache 2.
A saída deste comando deverá ser semelhante a esta:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
apache2-mpm-worker apache2-utils apache2.2-bin apache2.2-common libapr1 libaprutil1 libaprutil1-dbd-sqlite3 libaprutil1-ldap
Pacotes sugeridos:
apache2-doc apache2-suexec apache2-suexec-custom
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
apache2 apache2-mpm-worker apache2-utils apache2.2-bin apache2.2-common libapr1 libaprutil1 libaprutil1-dbd-sqlite3 libaprutil1-ldap
0 pacotes atualizados, 9 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 3328kB de arquivos.
Depois desta operação, 10,1MB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
0% [Aguardando por cabeçalhos]
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libapr1 1.3.8-1build1 [116kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1 1.3.9+dfsg-3build1 [85,4kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1-dbd-sqlite3 1.3.9+dfsg-3build1 [27,1kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libaprutil1-ldap 1.3.9+dfsg-3build1 [25,1kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2.2-bin 2.2.14-5ubuntu8 [2622kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-utils 2.2.14-5ubuntu8 [159kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2.2-common 2.2.14-5ubuntu8 [290kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-mpm-worker 2.2.14-5ubuntu8 [2364B]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2 2.2.14-5ubuntu8 [1482B]
Baixados 3328kB em 40s (81,4kB/s)
Selecionando pacote previamente não selecionado libapr1.
(Lendo banco de dados … 148327 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando libapr1 (de …/libapr1_1.3.8-1build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1.
Desempacotando libaprutil1 (de …/libaprutil1_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1-dbd-sqlite3.
Desempacotando libaprutil1-dbd-sqlite3 (de …/libaprutil1-dbd-sqlite3_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libaprutil1-ldap.
Desempacotando libaprutil1-ldap (de …/libaprutil1-ldap_1.3.9+dfsg-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.2-bin.
Desempacotando apache2.2-bin (de …/apache2.2-bin_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-utils.
Desempacotando apache2-utils (de …/apache2-utils_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.2-common.
Desempacotando apache2.2-common (de …/apache2.2-common_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-mpm-worker.
Desempacotando apache2-mpm-worker (de …/apache2-mpm-worker_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2.
Desempacotando apache2 (de …/apache2_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Processando gatilhos para ufw …
Processando gatilhos para ureadahead …
ureadahead will be reprofiled on next reboot
Configurando libapr1 (1.3.8-1build1) …

Configurando libaprutil1 (1.3.9+dfsg-3build1) …

Configurando libaprutil1-dbd-sqlite3 (1.3.9+dfsg-3build1) …
Configurando libaprutil1-ldap (1.3.9+dfsg-3build1) …
Configurando apache2.2-bin (2.2.14-5ubuntu8) …
Configurando apache2-utils (2.2.14-5ubuntu8) …
Configurando apache2.2-common (2.2.14-5ubuntu8) …
Enabling site default.
Enabling module alias.
Enabling module autoindex.
Enabling module dir.
Enabling module env.
Enabling module mime.
Enabling module negotiation.
Enabling module setenvif.
Enabling module status.
Enabling module auth_basic.
Enabling module deflate.
Enabling module authz_default.
Enabling module authz_user.
Enabling module authz_groupfile.
Enabling module authn_file.
Enabling module authz_host.
Enabling module reqtimeout.

Configurando apache2-mpm-worker (2.2.14-5ubuntu8) …
* Starting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando apache2 (2.2.14-5ubuntu8) …

Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place

Ressalto que usei o gestor de pacotes e habilitei o suporte a pacotes instáveis e também o repositório partner (mais abaixo posto como fazer).

Ainda no console use o comando abaixo:

sudo apt-get install php5 libapache2-mod-php5
Isto servirá para instalar o php5 e ainda integra-lo como DSO no apache (como módulo).
A saída deste comando será semelhante a esta:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
apache2-mpm-prefork php5-common
Pacotes sugeridos:
php-pear php5-suhosin
Os pacotes a seguir serão REMOVIDOS:
apache2-mpm-worker
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
apache2-mpm-prefork libapache2-mod-php5 php5 php5-common
0 pacotes atualizados, 4 pacotes novos instalados, 1 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 3376kB de arquivos.
Depois desta operação, 8790kB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main apache2-mpm-prefork 2.2.14-5ubuntu8 [2422B]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-common 5.3.2-1ubuntu4.1 [541kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main libapache2-mod-php5 5.3.2-1ubuntu4.1 [2831kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5 5.3.2-1ubuntu4.1 [1114B]
Baixados 3376kB em 8s (389kB/s)
dpkg: apache2-mpm-worker: problemas de dependência, mas removendo assim mesmo conforme pedido:
apache2 depende de apache2-mpm-worker (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-prefork (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-event (= 2.2.14-5ubuntu8) | apache2-mpm-itk (= 2.2.14-5ubuntu8); porém:
Pacote apache2-mpm-worker está para ser removido.
Pacote apache2-mpm-prefork não está instalado.
Pacote apache2-mpm-event não está instalado.
Pacote apache2-mpm-itk não está instalado.
(Lendo banco de dados … 148902 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Removendo apache2-mpm-worker …
* Stopping web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
… waiting [ OK ]
Selecionando pacote previamente não selecionado apache2-mpm-prefork.
(Lendo banco de dados … 148895 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando apache2-mpm-prefork (de …/apache2-mpm-prefork_2.2.14-5ubuntu8_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-common.
Desempacotando php5-common (de …/php5-common_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libapache2-mod-php5.
Desempacotando libapache2-mod-php5 (de …/libapache2-mod-php5_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5.
Desempacotando php5 (de …/php5_5.3.2-1ubuntu4.1_all.deb) …
Configurando apache2-mpm-prefork (2.2.14-5ubuntu8) …
* Starting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando php5-common (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando libapache2-mod-php5 (5.3.2-1ubuntu4.1) …

Creating config file /etc/php5/apache2/php.ini with new version
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Configurando php5 (5.3.2-1ubuntu4.1) …

Já que estamos na metade do caminho o ideal seria dar um restart no apache para garantir que ele leu seu conf.
Use o comando:

sudo /etc/init.d/apache2 restart

A saída deverá ser parecida com:

* Restarting web server apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
… waiting apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Para garantir que o apache está interpretando códigos php (fazendo uso do interpretador como módulo) podemos editar um arquivo e testa-lo. use o comando abaixo:

sudo vi /var/www/index.php

Dentro deste arquivo informe:

escreva : e depois escreva wq! e pressione enter, ficando algo como :wq! , você salvará o arquivo e sairá do vi.
Feito isto acesse o arquivo para ver se a mensagem nerdblog é 10 aparece, caso sim, sucesso total! Do contrário releia este manual!
Este teste pode ser feito em http://localhost/index.php

Para instalar o mysql como servidor de banco de dados devemos usar o seguinte comando:
sudo apt-get install mysql-server
A saída deste comando deverá assemelhar-se com:

Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-common 5.1.41-3ubuntu12 [97,1kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libnet-daemon-perl 0.43-1 [46,9kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libplrpc-perl 0.2020-2 [36,0kB]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libdbi-perl 1.609-1build1 [798kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libmysqlclient16 5.1.41-3ubuntu12 [1931kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libdbd-mysql-perl 4.012-1ubuntu1 [135kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-client-core-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [176kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-client-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [8136kB]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server-core-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [4711kB]
Obter:10 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server-5.1 5.1.41-3ubuntu12 [7007kB]
Obter:11 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libhtml-template-perl 2.9-1 [65,8kB]
Obter:12 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main mysql-server 5.1.41-3ubuntu12 [93,0kB]
Baixados 23,2MB em 1min 58s (196kB/s)
Pré-configurando pacotes …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-common.
(Lendo banco de dados … 150463 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando mysql-common (de …/mysql-common_5.1.41-3ubuntu12_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libnet-daemon-perl.
Desempacotando libnet-daemon-perl (de …/libnet-daemon-perl_0.43-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libplrpc-perl.
Desempacotando libplrpc-perl (de …/libplrpc-perl_0.2020-2_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libdbi-perl.
Desempacotando libdbi-perl (de …/libdbi-perl_1.609-1build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libmysqlclient16.
Desempacotando libmysqlclient16 (de …/libmysqlclient16_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libdbd-mysql-perl.
Desempacotando libdbd-mysql-perl (de …/libdbd-mysql-perl_4.012-1ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-client-core-5.1.
Desempacotando mysql-client-core-5.1 (de …/mysql-client-core-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-client-5.1.
Desempacotando mysql-client-5.1 (de …/mysql-client-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server-core-5.1.
Desempacotando mysql-server-core-5.1 (de …/mysql-server-core-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Configurando mysql-common (5.1.41-3ubuntu12) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server-5.1.
(Lendo banco de dados … 150828 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando mysql-server-5.1 (de …/mysql-server-5.1_5.1.41-3ubuntu12_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libhtml-template-perl.
Desempacotando libhtml-template-perl (de …/libhtml-template-perl_2.9-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado mysql-server.
Desempacotando mysql-server (de …/mysql-server_5.1.41-3ubuntu12_all.deb) …
Processando gatilhos para ureadahead …
Processando gatilhos para man-db …
Configurando libnet-daemon-perl (0.43-1) …
Configurando libplrpc-perl (0.2020-2) …
Configurando libdbi-perl (1.609-1build1) …
Configurando libmysqlclient16 (5.1.41-3ubuntu12) …

Configurando libdbd-mysql-perl (4.012-1ubuntu1) …
Configurando mysql-client-core-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-client-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-server-core-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
Configurando mysql-server-5.1 (5.1.41-3ubuntu12) …
mysql start/running, process 4808

Configurando libhtml-template-perl (2.9-1) …
Configurando mysql-server (5.1.41-3ubuntu12) …
Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place


No meio desse esquema todo serão exibidas janelas que solicitarão a senha de administrador do mysql, semelhantes as imagens abaixo:

Outra tela:

Estas telas pedem para que você dê uma senha para o usuário root do mysql, escolha uma senha ao seu gosto e depois repita a mesma.

Agora iremos integrar o php + apache + mysql + phpmyadmin, para isto precisaremos usar o comando:

sudo apt-get install libapache2-mod-auth-mysql php5-mysql phpmyadmin

A saída deste comando deverá ser algo mais ou menos parecido com isto aqui:

Lendo listas de pacotes… Pronto
Construindo árvore de dependências
Lendo informação de estado… Pronto
Os pacotes extra a seguir serão instalados:
dbconfig-common javascript-common libjs-mootools libmcrypt4 libt1-5 php5-gd php5-mcrypt wwwconfig-common
Pacotes sugeridos:
libmcrypt-dev mcrypt postgresql-client apache apache-ssl
Os NOVOS pacotes a seguir serão instalados:
dbconfig-common javascript-common libapache2-mod-auth-mysql libjs-mootools libmcrypt4 libt1-5 php5-gd php5-mcrypt php5-mysql phpmyadmin wwwconfig-common
0 pacotes atualizados, 11 pacotes novos instalados, 0 a serem removidos e 0 não atualizados.
É preciso baixar 5404kB de arquivos.
Depois desta operação, 21,9MB adicionais de espaço em disco serão usados.
Você quer continuar [S/n]? S
Obter:1 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main dbconfig-common 1.8.44ubuntu1 [474kB]
Obter:2 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe wwwconfig-common 0.2.1 [22,8kB]
Obter:3 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe javascript-common 7 [3854B]
Obter:4 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libapache2-mod-auth-mysql 4.3.9-12ubuntu1 [25,6kB]
Obter:5 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe libjs-mootools 1.2.4.0~debian1-1 [248kB]
Obter:6 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe libmcrypt4 2.5.8-3.1 [76,1kB]
Obter:7 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/main libt1-5 5.1.2-3build1 [155kB]
Obter:8 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-gd 5.3.2-1ubuntu4.1 [34,8kB]
Obter:9 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe php5-mcrypt 5.3.2-0ubuntu1 [15,2kB]
Obter:10 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid-proposed/main php5-mysql 5.3.2-1ubuntu4.1 [64,2kB]
Obter:11 http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ lucid/universe phpmyadmin 4:3.3.2-1 [4285kB]
Baixados 5404kB em 45s (118kB/s)
Pré-configurando pacotes …
Selecionando pacote previamente não selecionado dbconfig-common.
(Lendo banco de dados … 150920 arquivos e diretórios atualmente instalados).
Desempacotando dbconfig-common (de …/dbconfig-common_1.8.44ubuntu1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado wwwconfig-common.
Desempacotando wwwconfig-common (de …/wwwconfig-common_0.2.1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado javascript-common.
Desempacotando javascript-common (de …/javascript-common_7_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libapache2-mod-auth-mysql.
Desempacotando libapache2-mod-auth-mysql (de …/libapache2-mod-auth-mysql_4.3.9-12ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libjs-mootools.
Desempacotando libjs-mootools (de …/libjs-mootools_1.2.4.0~debian1-1_all.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libmcrypt4.
Desempacotando libmcrypt4 (de …/libmcrypt4_2.5.8-3.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado libt1-5.
Desempacotando libt1-5 (de …/libt1-5_5.1.2-3build1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-gd.
Desempacotando php5-gd (de …/php5-gd_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-mcrypt.
Desempacotando php5-mcrypt (de …/php5-mcrypt_5.3.2-0ubuntu1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado php5-mysql.
Desempacotando php5-mysql (de …/php5-mysql_5.3.2-1ubuntu4.1_i386.deb) …
Selecionando pacote previamente não selecionado phpmyadmin.
Desempacotando phpmyadmin (de …/phpmyadmin_4%3a3.3.2-1_all.deb) …
Processando gatilhos para man-db …
Processando gatilhos para libapache2-mod-php5 …
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]
Processando gatilhos para doc-base …
Processing 26 changed 1 added doc-base file(s)…
Registering documents with scrollkeeper…
Configurando dbconfig-common (1.8.44ubuntu1) …

Creating config file /etc/dbconfig-common/config with new version

Configurando wwwconfig-common (0.2.1) …
Configurando javascript-common (7) …

Configurando libapache2-mod-auth-mysql (4.3.9-12ubuntu1) …
Configurando libjs-mootools (1.2.4.0~debian1-1) …
Configurando libmcrypt4 (2.5.8-3.1) …

Configurando libt1-5 (5.1.2-3build1) …

Configurando php5-gd (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando php5-mcrypt (5.3.2-0ubuntu1) …
Configurando php5-mysql (5.3.2-1ubuntu4.1) …
Configurando phpmyadmin (4:3.3.2-1) …
dbconfig-common: writing config to /etc/dbconfig-common/phpmyadmin.conf

Creating config file /etc/dbconfig-common/phpmyadmin.conf with new version

Creating config file /etc/phpmyadmin/config-db.php with new version
granting access to database phpmyadmin for phpmyadmin@localhost: success.
verifying access for phpmyadmin@localhost: success.
creating database phpmyadmin: success.
verifying database phpmyadmin exists: success.
populating database via sql… done.
dbconfig-common: flushing administrative password
* Reloading web server config apache2 apache2: Could not reliably determine the server’s fully qualified domain name, using 127.0.1.1 for ServerName
[ OK ]

Processando gatilhos para libc-bin …
ldconfig deferred processing now taking place

Neste meio tempo uma tela para escolher entre apache e lighttpd aparecerá, escolha apache. Veja:

Na primeira tela escolha OK e dê um tab para confirmar que aceita a opção.

A próxima tela pedirá uma senha de admin para o phpmyadmin, para isto defina algo seu. Veja a tela:

Costumo, após terminar uma instalação de integração como esta utilizar-me de lago, insira as seguintes linhas naquela página index.php usando sudo vim /var/www/index.php
Informe dentro dela o seguinte:

Acesse http://localhost/index.php

Se nada ocorrer tudo está 100%.

Quando terminar use o comando:
sudo /etc/init.d/apache2 restart

Isto vai fazer o apache reler todos os confs.

Para concluir precisamos levar o phpmyadmin para a pasta web afim de que possamos editar nossos bds. Para isto precisamos copiar o phpmyadmin para dentro do /var/www usando o comando:

cp -rp /usr/share/phpmyadmin /var/www

Sendo assim, para acessar somente precisamos de um http://localhost/phpmyadmin

A parte interessante no quesito repositório vem de um how to bem interessante, veja:
http://www.howtoforge.com/the-perfect-desktop-ubuntu-10.04-lucid-lynx

max_allowed_packet PHPBB ou erro em qualquer aplicação PHP ou não PHP

Standard

Outro erro muito comum é este aí.
Considero um erro de fácil correção, bastando somente que você abra o arquivo my.cnf (no caso de pasta root) e my.cnf dentro do /etc e informe ou substitua a seguinte linha:

max_allowed_packet = 1G

Caso já tenha algum valor, aumente-o.
Este erro ocorre por limitação no tamanho do pacote no processo de querys do mysql.
Ajuste-o e tudo estará resolvido.

😉

Abraços.

Starting MySQL.Manager of pid-file quit without updating fi[FAILED]

Standard

Se você não consegue fazer nada no mysql e o bandido ainda assim só lhe diz:

Starting MySQL.Manager of pid-file quit without updating fi[FAILED]

Nada de pânico, para resolver isto use os comandos abaixo:

cd /var/lib/mysql/mysql
myisamchk -r *.MYI

Após, service mysql start.

Fonte: http://littleoak.wordpress.com/2009/08/27/starting-mysql-manager-of-pid-file-quit-without-updating-fifailed/

Estrutura de diretórios do Cpanel/WHM (arquivos fundamentais para uso normal)

Standard

Apache

/usr/local/apache
+ bin- apache binaries are stored here – httpd, apachectl, apxs

+ conf – configuration files – httpd.conf

+ cgi-bin

+ domlogs – domain log files are stored here

+ htdocs

+ include – header files

+ libexec – shared object (.so) files are stored here – libphp4.so,mod_rewrite.so

+ logs – apache logs – access_log, error_log, suexec_log

+ man – apache manual pages

+ proxy –

+ icons –

Cpanel script to restart apache – /scripts/restartsrv_httpd

Start httpd with ssl – /etc/init.d/httpd startssl

DNS – Named(Bind)

Program: /usr/sbin/named

Init Script: /etc/rc.d/init.d/named

/etc/named.conf

db records:/var/named/

/var/log/messages

Exim

Conf : /etc/exim.conf – exim main configuration file

/etc/localdomains – list of domains allowed to relay mail

Log : /var/log/exim_mainlog – incoming/outgoing mails are logged here

/var/log/exim_rejectlog – exim rejected mails are reported here

/var/log/exim_paniclog – exim errors are logged here

Mail queue: /var/spool/exim/input

Cpanel script to restart exim – /scripts/restartsrv_exim

Email forwarders and catchall address file – /etc/valiases/domainname.com

Email filters file – /etc/vfilters/domainname.com

POP user authentication file – /home/username/etc/domainname/passwd

catchall inbox – /home/username/mail/inbox

POP user inbox – /home/username/mail/domainname/popusername/inbox

POP user spambox – /home/username/mail/domainname/popusername/spam

Program : /usr/sbin/exim (suid – -rwsr-xr-x 1 root root )

Init Script: /etc/rc.d/init.d/exim

Mysql

Program : /usr/bin/mysql

Init Script : /etc/rc.d/init.d/mysql

Conf : /etc/my.cnf, /root/.my.cnf

Data directory – /var/lib/mysql – Where all databases are stored.

Database naming convention – username_dbname (eg: john_sales)

Permissions on databases – drwx 2 mysql mysql

Socket file – /var/lib/mysql/mysql.sock, /tmp/ mysql.sock

SSHD

Program :/usr/local/sbin/sshd

Init Script :/etc/rc.d/init.d/sshd

/etc/ssh/sshd_config

Log: /var/log/messages

ProFTPD

Program :/usr/sbin/proftpd

Init Script :/etc/rc.d/init.d/proftpd

Conf: /etc/proftpd.conf

Log: /var/log/messages, /var/log/xferlog

FTP accounts file – /etc/proftpd/username – all ftp accounts for the domain are listed here

Pure-FTPD

Program : /usr/sbin/pure-ftpd

Init Script :/etc/rc.d/init.d/pure-ftpd

Conf: /etc/pure-ftpd.conf

Anonymous ftp document root – /etc/pure-ftpd/ip-address

Perl

Program :/usr/bin/perl

Directory :/usr/lib/perl5/5.6.1/

PHP

Program :/usr/local/bin/php, /usr/bin/php

ini file: /usr/local/lib/php.ini – apache must be restarted after any change to this file

Cpanel

/usr/local/cpanel

+ 3rdparty/ – tools like fantastico, mailman files are located here

+ addons/ – AdvancedGuestBook, phpBB etc

+ base/ – phpmyadmin, squirrelmail, skins, webmail etc

+ bin/ – cpanel binaries

+ cgi-sys/ – cgi files like cgiemail, formmail.cgi, formmail.pl etc

+ logs/ – cpanel access log and error log

+ whostmgr/ – whm related files

WHM

/var/cpanel – whm files

+ bandwidth/ – rrd files of domains

+ username.accts – reseller accounts are listed in this files

+ packages – hosting packages are listed here

+ root.accts – root owned domains are listed here

+ suspended – suspended accounts are listed here

+ users/ – cpanel user file – theme, bwlimit, addon, parked, sub-domains all are listed in this files

+ zonetemplates/ – dns zone template files are taken from here

Important cpanel/whm files

/usr/local/apache/conf/httpd.conf – apache configuration file

/etc/exim.conf – mail server configuration file

/etc/named.conf – name server (named) configuration file

/etc/proftpd.conf – proftpd server configuration file

/etc/pure-ftpd.conf – pure-ftpd server configuration file

/etc/valiases/domainname – catchall and forwarders are set here

/etc/vfilters/domainname – email filters are set here

/etc/userdomains – all domains are listed here – addons, parked,subdomains along with their usernames

/etc/localdomains – exim related file – all domains should be listed here to be able to send mails

/var/cpanel/users/username – cpanel user file

/var/cpanel/cpanel.config – cpanel configuration file ( Tweak Settings )*

/etc/cpbackup-userskip.conf –

/etc/sysconfig/network – Networking Setup*

/etc/hosts –

/var/spool/exim –

/var/spool/cron –

/etc/resolv.conf – Networking Setup–> Resolver Configuration

/etc/nameserverips – Networking Setup–> Nameserver IPs ( FOr resellers togive their nameservers )

/var/cpanel/resellers – For addpkg, etc permissions for resellers.

/etc/chkserv.d – Main >> Service Configuration >> Service Manager *

/var/run/chkservd – Main >> Server Status >> Service Status *

/var/log/dcpumon – top log process

/root/cpanel3-skel – skel directory. Eg: public_ftp, public_html. (AccountFunctions–>Skeleton Directory )*

/etc/wwwacct.conf – account creation defaults file in WHM (Basic cPanel/WHMSetup)*

/etc/cpupdate.conf – Update Config *

/etc/cpbackup.conf – Configure Backup*

/etc/clamav.conf – clamav (antivirus configuration file )

/etc/my.cnf – mysql configuration file

/usr/local/Zend/etc/php.ini OR /usr/local/lib/php.ini – php configuration file

/etc/ips – ip addresses on the server (except the shared ip) (IP Functions–>Show IP Address Usage )*

/etc/ipaddrpool – ip addresses which are free

/etc/ips.dnsmaster – name server ips

/var/cpanel/Counters – To get the counter of each users.

/var/cpanel/bandwidth – To get bandwith usage of domains

Fonte: http://wirednless.com/2009/01/cpanel-directory-and-files/

Como fazer downgrade do mysql 5 para o 4 no cpanel – how to downgrade mysql 5 to 4

Standard

Primeiro entre no arquivo:

vim /var/cpanel/cpanel.config

procure pela linha mysql-version=5.0 e em seguida coloque 4.1 no lugar de 5.0

saia salvando o arquivo, em seguida rode:

/scripts/mysqlup –force

Após isto, confirme a versão com:

rpm -qa | grep -i mysql-

Obs: Se funcionar eu quero uma caixa de Bis hein?

Hello world!

Standard

Esse termo Hello World é interessante, por que se observarmos o cidadão torna-se bem vindo ao mundo… rsrsrs, sem graça não é? Sim, mas faz sentido aqui em 2 situações:

Hello Nerd World and Hello Program World.

Seja bem vindo ao nosso site de How Tos e “contos de TI”.
Divirta-se ou aprenda algo interessante.

Prometemos How tos sobre Redes, PHP, Mysql, Postgres, Windows, BSD e Gnu/Linux, sem contar notícias sobre Apple, Sun, IBM e outros “monstrinhos” do mercado de TI, como Red Hat e a “pequenina” GOOGLE.

Obrigado por nos prestigiar.

Identificando consultas lentas no MySQL (slow-queries) tutorial mysql

Standard

O MySQL pode geralmente causar grandes problemas num servidor quando existem consultas que abusam do sistema.

Neste artigo ensinaremos a você como identificar corretamente as consultas (queries) que estão causando problemas para o servidor.

O servidor MySQL pode escrever um log contendo as consultas que demoram mais que “X” segundos. Porém, por padrão este recurso vem desabilitado.

Vamos ver como habilitar o recurso:

1. Log no seu servidor como root
2. Abra o arquivo my.cnf:

pico /etc/my.cnf

3. Dentro da seção [mysqld] adicione as seguintes linhas

log-slow-queries = /var/log/mysql-slow.log
long_query_time = 3

Isto é apenas um exemplo. Você pode usar qualquer nome de arquivo para o log. Você também pode estipular o tempo máximo de uma consulta. A partir deste tempo,a consulta será gravada. No nosso exemplo, colocamos 3 segundos.

4. Após as alterações, salve o arquivo.

No pico, faça: CTRL+X e YES

5. Agora nós temos que criar o arquivo de log.

touch /var/log/mysql-slow.log

6. Agora vamos mudar o dono do arquivo, para que o mysql tenha permissão de escrever nele.

chown mysql.root /var/log/mysql-slow.log

7. E então, reiniciamos o mysql

service mysql restart

O serviço deverá reiniciar corretamente. Caso não reinicie, veja se você fez tudo corretamente no arquivo my.cnf.

8. Aguarde alguns minutos e então examine o conteúdo do arquivo de log que foi criado.

Um exemplo de como fazer isto:

cat /var/log/mysql-slow.log
tail /var/log/mysql-slow.log
tail -50 /var/log/mysql-slow.log

Depois de identifica a consulta, otimize ou elimine ela.

Depois que identificar o problema, é recomendado que você remova a entrada referente a slow-queries no my.cnf (ou comente ela). Isto é importante, pois o uso de slow-queries degrada a performance do mysql. Você pode comentar o arquivo my.cnf:

#log-slow-queries = /var/log/mysql-slow.log

fonte: http://www.servidorgerenciado.com.br/identificando-consultas-lentas-no-mysql-slow-queries/
#long_query_time = 3

Não se esqueça de reiniciar o MySQL em seguida.

service mysql restart

Fedora 10: Lamp2 – linux apache 2 mysql e php 5 + ruby + python

Standard

Vou mandar ver em um how to interessante para os amantes do LAMP sob fedora. Todos que usam Fedora devem (ou deveriam) saber que a versão atual deste fabuloso sistema encontra-se na 10. Iremos fazer um how to sobre lamp 2 no Fedora 10, então atente para estar usando Fedora 10.

Requisitos:

Internet (se rápida será melhor ainda),
Fedora 10,
Vontade de rodar o lamp2 no Fedora 10 ?:) ,
Estar logado como root.

Indo ao Combate

Após instalar seu Fedora acesse o console como root e execute os seguintes comandos:

yum update -y

Isso vai atualizar os repositórios e recursos do sistema (kernel, utilitários  e etc).

Após vamos instalar o mysql:

yum -y install mysql mysql-devel mysql-server

Isso vai instalar o mysql, mas logo após sua instalação aplique os comandos abaixo:

chkconfig –levels 235 mysqld on
/etc/init.d/mysqld start

Confirme se a porta já está ativa e esperando conexões:

netstat -tap | grep mysql

Isto deve gerar uma saída mais ou menos assim:

tcp        0      0 *:mysql                     *:*                         LISTEN      2407/mysqld

Após faça este ajuste aqui:

vi /etc/my.cnf

#skip-networking

Comentar a linha acima.

Reinicie o mysql com o comando:

/etc/init.d/mysqld restart

Pronto, defina a senha de root do mysql com os comandos abaixo:

mysqladmin -u root password Sua_nova_SENHA
mysqladmin -h maquina.meudominio.com -u root password Sua_nova_SENHA

Isso aplicará a senha de root do mysql.

Agora vamos aplicar php, python e ruby + apache 2:

yum -y install httpd php php-devel php-gd php-imap php-ldap php-mysql php-odbc php-pear php-xml php-xmlrpc php-eaccelerator php-magickwand php-magpierss php-mapserver php-mbstring php-mcrypt php-mhash php-mssql php-shout php-snmp php-soap php-tidy curl curl-devel perl-libwww-perl ImageMagick libxml2 libxml2-devel

chkconfig –levels 235 httpd on

Pronto, depois disso faça o teste com —>

/etc/init.d/httpd start

Instale o ruby:

yum install httpd-devel ruby ruby-devel

cd /tmp
wget http://www.modruby.net/archive/mod_ruby-1.3.0.tar.gz
tar zxvf mod_ruby-1.3.0.tar.gz
cd mod_ruby-1.3.0/
./configure.rb –with-apr-includes=/usr/include/apr-1
make
make install

vi /etc/httpd/conf.d/ruby.conf

LoadModule ruby_module modules/mod_ruby.so

/etc/init.d/httpd restart

yum install mod_python

/etc/init.d/httpd restart

Prontooo!

mysql 5.0.51a bug no Cpanel update para versão 5.0.67 – current

Standard

Se você está percebendo MUITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS Crashes no Mysql, por favor, se você é mais um adepto do Cpanel/WHM – NÃO DEIXE de clicar em update config – marcar current, em seguida, vá ao console e digite:

/script/upcp –force

Isso vai atualizar seu cpanel e principalmente o Mysql para versão sem bugs.

Por que?

Esta versão 5.0.51 está apresentando crashes violentos na família redhat (fedora/centos/rhel) – perdendo até bases de dados em casos extremos.

Nota oficial:

http://bugs.mysql.com/bug.php?id=34459

Fonte: EU mesmo 😛

Fedora 9: Apache 2 PHP 5 Mysql 5 phpmyadmin – lamp2

Standard

Terreno

Necessidade de instalação do LAMP2 em meu PC. Ter uma internet bacana, ou “bacaninha”.

Partindo para cima

Primeiros passos (creio que você já atulizou seu fedora 9 sempre devem ser checagens simples. Rode os comandos abaixo como root:

yum -y install httpd php mysql mysql-server php-mysql

Esse comando aí instala o apache 2.2.8, php 5.2.5 e mysql 5.0.51a e já integra os serviços entre si.

Para fazer com que os serviços rodem automaticamente, usemos os comandos abaixo:

/sbin/chkconfig httpd on
/sbin/chkconfig –add mysqld
/sbin/chkconfig mysqld on
Para startar os serviços use os comandos:

/sbin/service httpd start
/sbin/service mysqld start

Para ajustar o password do mysql use o comando:

mysqladmin -u root password ‘new-password’
Para “adicionar” alguma segurança ao mysql, use:

mysql -u root -p
mysql> DROP DATABASE test;
mysql> DELETE FROM mysql.user WHERE user = ”;
mysql> FLUSH PRIVILEGES;

Para ver se rodou legal, vá em /var/www/html/ e crie um arquivo index.php e coloque o conteúdo abaixo dentro dele:

<?php
phpinfo();
?>

Para testar, abra o firefox e coloque o endereço –> http://localhost/
Se for exibida a diretiva completa do php.ini, MARAVILHA, se não, volte para o início deste tutorial.
Agora o mr PHPMYAdmin, para ajusta-lo use o comando abaixo:

yum install phpmyadmin
Feito isso, copie o diretório da forma que eu farei:

cp -r /usr/share/phpMyAdmin/ /var/www/html/

Pronto, o phpmyadmin pode ser acessado da seguinte forma em seu Firefox (eu espero que seja ele):

http://localhost/phpMyAdmin/

Espero ter ajudado e algo, talvez possa ser útil.

Alterar senha de Root do Mysql

Standard

1) Se o mysql estiver rodando, pare o serviço do MySQL
2) Digite o seguinte comando:

/usr/sbin/mysqld –bootstrap –skip-grant-tables –basedir=/ –datadir=/var/lib/mysql << bla
update mysql.user set password=” where user=’root’;
bla

Agora você acaba de “ZERAR” a senha do mysql. Basta então iniciar o serviço do mysql novamente.
3) Agora, caso ainda não tenha feito, inicie o serviço do MySQL novamente
4) Troque a senha do mysql com o seguinte comando:

mysqladmin -u root password ‘minha nova senha’

=================================================

DICA 2

Primeiro mate o processo do mysql (não utilize a opção -9):

# killall mysqld

Agora inicie o MySQL em modo seguro (safe mode):

# safe_mysqld –skip-grant-tables &

Ou

# /usr/bin/safe_mysqld –skip-grant-tables &

Agora conecte-se ao servidor MySQL usando o cliente do mysql:

# mysql

Ou

# /usr/bin/mysql

Após conectar-se ao servidor MySQL, acesse o banco MySQL, digitando:

> use mysql;

Agora vamos definir a nova senha para o usuário root do MySQL:

> update user set password = password(‘digite sua nova senha aqui’) where user=’root’ and host=’localhost’;

Ah, e não esqueça de recarregar os privilégios, digitando:

> flush privileges;

Agora você poder sair do cliente do MySQL, digite:

> quit

Agora vamos desligar o modo de segurança do MySQL, execute:

# /etc/init.d/mysqld stop

E enfim, vamos iniciar o MySQL com a nova senha de root:

# /etc/init.d/mysqld start

=================================================

DICA 3

1 – Para o servidor mysql:

#service mysqld stop ou
#service mysql stop

Dependendo da versão do linux o nome do daemon do mysql pode variar. Caso nenhum dos comandos acima pare o seu mysql, entre no diretório “/etc/rc.d/init.d” e lá voçê digita ./onomedeseuMYSQLdaemon stop

2 – Inicie o mysql com as opções “–skip-grant-tables”. Fazendo isso o mysql irá inicar ignorando as tabelas que fazem a autenticação.

#safe_mysqld –skip-grant-tables&

3 – Conecte no servidor mysql.

#mysql -u root mysql

4 – Digita os comandos abaixo no console do cliente mysql.

mysql> UPDATE user SET Password=PASSWORD(‘minhanovasenha’) WHERE User=’root’;
mysql> FLUSH PRIVILEGES;

5 – Reinicie seu servidor mysql.

#service mysql restart ou
#service mysqld restart

=================================================

1. Finalize o daemon mysqld enviando um kill (não kill -9) para o servidor mysqld. O pid é armazenado em um arquivo .pid, que normalmente está no diretório de banco de dados do MySQL:
2. shell> kill `cat /mysql-data-directory/hostname.pid`
Você deve ser o usuário root do Unix ou o mesmo usuário com o qual o mysqld está executando para fazer isto.
3. Reinicie o mysqld com a opção –skip-grant-tables.
4. Defina uma nova senha com o comando mysqladmin password:
5. shell> mysqladmin -u root password ‘mynewpassword’
6. Agora você também pode parar o mysqld e reiniciá-lo normalmente, ou apenas carregue a tabela de privilégios com:
7. shell> mysqladmin -h hostname flush-privileges
8. Depois disto, você deve estar apto para conectar usando a nova senha.
De forma alternativa, você pode definir a nova senha usando o cliente mysql:
1. Finalize e reinicie o mysqld com a opção –skip-grant-tables com descrito acima.
2. Conecte ao servidor mysqld com:
3. shell> mysql -u root mysql
4. Dispare os seguintes comandos no cliente mysql:
5. mysql> UPDATE user SET Password=PASSWORD(‘minhanovasenha’)
6. -> WHERE User=’root’;
7. mysql> FLUSH PRIVILEGES;
8. Depois disto, você deve estar apto a conectar usando a nova senha.
9. Você agora pode parar o mysqld e reiniciá-lo normalmente.

+++
Resumo:

Linux:

  1. Parar o serviço do MySQL (service mysqld stop, /etc/init.d/mysqld stop, matando o processo – conforme sua distribuição);
  2. Reiniciar o mysql com a opção --skip-grant-tables (você poderá utilizá-la ao iniciar o mysqld manuamente ou colocando-a no arquivo de init)
  3. Alterar a senha do usuário root com o comando:
    # mysqladmin -u root password 'nova_senha'
    # mysqladmin flush-privileges
    você pode alterar a senha também com o comando:

    # mysql -u root mysql
    mysql> UPDATE user SET Password=PASSWORD('nova_senha') WHERE User='root';
    mysql> FLUSH PRIVILEGES;

Windows XP (com o MySQL rodando como serviço):

  1. Entrar nos serviços do windows (Iniciar -> Executar -> services.msc);
  2. Procure pelo MySQL, clique com o botão direito sobre ele e vá em propriedades;
  3. Pare o serviço (clicando sobre o botão parar);
  4. Insira no campo “Parâmetros de inicialização” o parâmetro --skip-grant-tables e clique no botão iniciar e em seguida botão Ok;
  5. Execute o cmd (Iniciar -> Executar -> cmd) , entre no diretório de binários do MySQL (cd c:\arquivos de programas\mysql\bin (ou onde estiver instalado));
  6. Alterar a senha do usuário root com o comando:
    mysqladmin -u root password 'nova_senha'
    mysqladmin flush-privileges
    você pode alterar a senha também com o comando:

    mysql -u root mysql
    mysql> UPDATE user SET Password=PASSWORD('nova_senha') WHERE User='root';
    mysql> FLUSH PRIVILEGES;

O parâmetro --skip-grant-tables desabilita no servidor o uso do sistema de privilégios. Com isso todos os usuários terão acesso a todos os bancos de dados. Ao executar o comando Flush privileges, o servidor retorna a utilizar seu sistema de privilégios, mantendo a segurança original do serviço.

Agora se você adicionou o parâmetro --skip-grant-tables no arquivo de init, não se esqueca de remové-lo de lá, para evitar que na próxima reinicialização do serviço ele fique vulnerável. Caso seu MySQL esteja no Windows, execute os 4 primeiros passos novamente removendo o parâmetro passado na inicialização.

http://dev.mysql.com/doc/refman/5.0/en/adding-users.html

autor: http://josemorelli.net/2005/11/07/alterando-a-senha-do-usuario-root-no-mysql