FTP pure-ftp com ou sem TLS não exibe pastas (principalmente com TLS)

Standard

A dica é simples e fácil.
O problema do serviço de ftp não listar pastas dá-se às portas passivas que provavelmente estão bloqueadas no firewall.

Se você usa o CSF na parte de configuração localize TCP_IN = , na informação de portas informe 30000:50000, fazendo isto você está dizendo que as portas passivas estão liberadas.

Abraços =).

RoundCube está mostrando atualizando (updating) o tempo todo e não carrega os emails de uma conta

Standard

round cube logo

Bom, há uma infinidade de coisas que podem estar ocasionando isto, porém as mais prováveis são as que restringem-se a usar muitos recursos de um servidor WHM/Cpanel.
A saída é bem simples. No caso que cito a solução apliquei em um servidor que possuía uma conta de email com MUUUUUUUUUUUUUUUITAS mensagens e ocorria o loop infinito na hora que a pessoa logava-se no webmail Roundcube e tentava ver sua caixa de entrada. Ressalto que o roundcube usa e abusa do Ajax e isso demanda muito tempo de execução, CPU e ram, neste caso a saída é simples, edite o php.ini do WHM (não é o apache do servidor web dos home users /home/login/) ajustando-o para se adequar a alta demanda:

/usr/local/cpanel/3rdparty/etc/php.ini

Assim que abrir o mesmo com qualquer editor localize:

max_execution_time = 90
memory_limit = 128M

Aumente esses valores significativamente, principalmente o de ram, deixe pelo menos 5x maior do que está ali e o problema deverá estar sanado.
Se mesmo assim não sanar apele para 10x, ou seja:

max_execution_time = 900
memory_limit = 1280M

WARNING: 'require 'rake/rdoctask'' is deprecated. Please use 'require 'rdoc/task'

Standard

Em um ambiente CPANEL se isto estiver ocorrendo você necessitará de um downgrade no Rake.

Para isto, você deve saber a exata versão do rake do seu Ruby on Rails, no meu caso de exemplo:

 

gem uninstall rake -v 0.9.2.2 
gem uninstall rake -v 0.9.2 

Rode os dois comandos acima para tentar achar a versão 0.9.2, por exemplo, depois de feitos os comandos use o comando para instalar o rake mais antigo:

gem install rake -v 0.8.7

Feito isto é só alegria!

localhost.localdomain.com CPANEL criando ou deletando contas

Standard

Se ao criar ou deletar uma conta no CPANEL você está recebendo a mensagem new account on localhost.localdomain.com, se já colocou entrada A e ajustou todo dns do servidor e ainda recebe esse tipo de erro, no problem, é simples de se resolver.

Entre no arquivo /etc/wwwacct.conf e no final dele mude de localhost.localdomain.com para meuhostname.domíniodoservidor.com.br

Pronto!

🙂

MySQL server has gone away

Standard

Seu mysql anda estranho quando você está tentando fazer upload de um arquivo enorme via console (na verdade o restore, ou seja, mysql -u usuario -p nomedobdprarestaurar < arquivo.sql)???

Bem, se a mensagem de erro for esta -> MySQL server has gone away NÃO precisa entrar em pânico, só existem 2 coisas que são feitas e sanam tranquilamente o erro:

1 – entre no /etc/my.cnf (ou arquivo de configuração do mysql) e informe set-variable = max_connections=1500

Isto vai liberar para 1500 conexões concorrentes no mysql.

2 – Se o erro persistir, no mesmo arquivo informe:

max_allowed_packet = 5000000000

Você estará liberando uploads/restore/dumps de 1gb de tamanho.

Depois disso, reinicie o mysql (normalmente service mysql restart) e corra para o abraço.

 

Ah, se quiser ver qual valor ficou setado (só para conferir depois do restart use):

mysql> SHOW VARIABLES LIKE ‘max_allowed_packet’;

CPANEL ERROR with rpm_check_debug vs depsolve: libcups.so.2()(64bit) is needed by gtk2-2.18.9-10.el6.x86_64

Standard

Se o erro que surge para você, ao usar o YUM é este:

ERROR with rpm_check_debug vs depsolve:

libcups.so.2()(64bit) is needed by gtk2-2.18.9-10.el6.x86_64… (onde … são inúmeros erros), se estiver usando CENTOS é por que os pacotes gtk estão colidindo.
Para sanar seu YUM (isso eu recomendo SOMENTE em servidores que não precisamos de tais pacotes), procure por /etc/yum.conf, dentro dele, na parte inicial tem o exclude, depois de apache* coloque gtk* (seguindo o ritmo de espaços entre regras de exclusão de pacotes a não sofrerem alterações).

Depois disso, yum update -y

Ruby ao tentar acessar um site sob cpanel força o download do arquivo

Standard

Nada de pânico, outrora ensinamos como resolver erro 500 do ruby sob cpanel, agora é muito simples.

Verifique se o /tmp está com as permissões para o acesso ao ruby (isto, em caráter de testes pode ser comprovado com chmod 7777 no /tmp).

Caso esteja sanado é permissão.

PS: após ajustar permissões reinicie o ror (/etc/init.d/ror stop e /etc/init.d/ror start).

Cpanel com ruby apresentando Status: 500 Internal Server Error Can't connect to local MySQL server through socket '/tmp/mysql.sock' (2)

Standard

Se esse erro aparece para você, caso já tenha resolvido o problema junto ao Mysql (reiniciar o mesmo) faça o seguinte:

 

ln -s /var/lib/mysql/mysql.sock /tmp/mysql.sock

Depois

Service mysql restart

Se o problema ainda persistir com o Ruby on Rails reinicie o mesmo,

/etc/rc.d/init.d/ror restart

O problema deve estar sanado.

Tema STABLE do cpanel não permite usar nenhum menu, nem listagem de emails, nem qualquer formulário do whm

Standard

Ontem a cpanel, com o auto update (setado no crontab, podendo ser visto com crontab -e) apresentou sérios problemas em suas templates, mesmo em versões de update Stable.

A saída para sanar este problema está nas 2 formas abaixo:

 

1 – Entre no console e digite /scripts/upcp –force e espere terminar, caso não resolva vá ao ponto 2:

2 – Entre no WHM, vá em update e escolha CURRENT, assim que salvar o WHM vai sugerir que dê update (só que não funciona o update now, rsrsrs, é um form bugado), entre novamente no console e digite /scripts/upcp –force, este sim é garantido.

Fantastico is not installed at the default location /usr/local/cpanel/3rdparty/fantastico. Either move the Fantastico directory from it’s current location to /usr/local/cpanel/3rdparty/fantastico OR enable ioncube loaders in WHM -> Tweak settings.

Standard

Para massacrar esse problema chato use os comandos:

 


/scripts/makecpphp

/etc/init.d/cpanel restart
Feito isto é só alegria.
Pontos extras que podem ocorrer:
checking for jpeg_read_header in -ljpeg... no

configure: error: Problem with libjpeg.(a|so). Please check config.log for moreinformation.
Para sanar use:
yum install libjpeg
Se a resposta for:
Package libjpeg-6b-37.i386 already installed and latest version
Use:
rpm -e –nodeps libjpeg-6b-37.i386
yum install libjpeg
Outras saídas que podem sanar o problema caso ele persista:
cd /usr/local/cpanel/whostmgr/docroot/cgi/fantastico/scripts/
/usr/local/cpanel/3rdparty/bin/php cron.php
Caso ainda assim não resolva (SE O IONCUBE ESTIVER MARCADO COMO ON desde o começo da tentativa de solução) use:
/scripts/upcp –force
Abraços.

WHM sumiu com meus ips adicionados anteriormente e ao tentar adicionar novamente aparece a mensagem is already…

Standard

Calma, sem problemas.
Se conseguir entre como root e rode o seguinte comando:

 

/etc/rc.d/init.d/ipaliases restart

Depois veja no whm se os ips voltaram, caso ainda assim não tenha retornado rode
chkconfig --list ipaliases

Verifique também (caso os comando acima não sanem seu problema) os arquivos:

/etc/ips e /etc/ipaddrpool

Abraços.

 

Fatal error: Out of memory (allocated 61603840) (tried to allocate 44042239 bytes) in /usr/local/cpanel/base/horde/imp/lib/Folder.php on line 542

Standard

Se a mensagem de erro apresentada a você, usando o Horde como Webmail for semelhante a esta:

Fatal error: Out of memory (allocated 61603840)
(tried to allocate 44042239 bytes) in
/usr/local/cpanel/base/horde/imp/lib/Folder.php on line 542

 

Faça o seguinte, entre no arquivo: /usr/local/cpanel/3rdparty/etc/php.ini e coloque o parâmetro memory_limit com mais memória (256mb, por exemplo) -> 256M, após modificar o arquivo use o comando /usr/local/cpanel/bin/install_php_inis.

Este comando (/usr/local/cpanel/bin/install_php_inis) há de validar a mudança junto ao cpanel.

Abraços.

ERROR: Failed to connect to server: Unable to find the socket transport “ssl” GOOGLE APPS com CPANEL

Standard

SMTP -> ERROR: Failed to connect to server: Unable to find the socket transport “ssl” – did you forget to enable it when you configured PHP? (24)

 

Se esse erro ocorre é simples de resolver, não precisa mudar sua classe phpmailer, usar debug true ou mesmo error_reporting(E_ALL) afim de depurar, agora é hora de matar a pau.

Crie um arquivo chamado info.php e dentro dele coloque <?php phpinfo(); ?>

Abra este arquivo pelo site e por fim veja se está ativada a biblioteca openssl, caso esteja o problema será suporte a esse tipo de socket.

Mande que o seu provedor acesse o whm e em exim configurator editor ele marque a opção Allow weak SSL/TLS ciphers, depois de aplicar o whm vai reiniciar o serviço do exim e pronto, é só alegria.

 

PS, atente para estar usando a porta certa e o hostname certo no seu phpmailer :P.

 

$mail->Host = “smtp.gmail.com”;

$mail->SMTPAuth = true;

$mail->Username = “login@dominionoapps.com.br”;

$mail->Password = “senha”;

$mail->SMTPSecure=”ssl”;

$mail->Port=465;

Como amenizar o impacto do cpbackup no cpanel quando usa o Rsync

Standard

Das coisas que acho interessante no cpanel é a flexibilidade com que as coisas operam.
O Cpanel em si não é um problema, porém, vamos analisar um caso aonde o horário comercial começou e o nosso backup ainda está moendo, moendo e moendo… no momento em que o rsync começa a trabalhar uma coisa que arrebenta bastante é justamente quando ele inicia e chama as fg -rlptD, isso faz com que o I/O fique piradoooo.

Uma forma de cortar um pouco o peso desse i/o é indo no arquivo cpbackup (/usr/local/cpanel/scripts/cpbackup) e acrescentar o recurso de banda de i/o ao rsync, isso vai amenizar uns 50% do peso do backup.

Uma forma simples que aplico nos servidores que gerencio e roda de forma bem bacana é a seguinte:

Localizando a linha my $rsyncopts = ‘-rlptD’; acrescente e deixe assim:

my $rsyncopts = ‘-rlptD –bwlimit=7000’;

 

Isso vai fazer com que o rsync trafegue no disco um peso de 7mbps, apesar de um pouco lento, caso alguns sites necessitem de leitura e escrita de disco terão uma boa folga para trabalharem sob leveza.

O valor da flag bwlimit é medida em KBPS, se você quiser colocar mais ou menos é fácil, mas eu deixo esse valor baseado na resposta do hdparm (hdparm -tT /dev/sda ou sdX aonde X é a letra do seu disco), o hdparm além de confirmar se o motor do disco está bom ainda te dá uma resposta de potência de leitura e escrita.

ps: Algo que faço por minha conta e risco é chattr +ai /usr/local/cpanel/scripts/cpbackup para bloquear o arquivo, mas não é bom em detrimento de mudanças constantes do cpanel (isso é coisa minha, mas se não fizer, na update seguinte ele sobrescreverá este arquivo :'(  ).

Abração pessoALL ;).

Failed to set sender: EMAIL@DOMÍNIO.COM [SMTP: Failed to write to socket: not connected (code: -1, response: )]”

Standard

Failed to set sender: EMAIL@DOMÍNIO.COM [SMTP: Failed to write to socket: not connected (code: -1, response: )]”

Se você está recebendo este erro basta acessar seu WHM -> ir nos plugins -> CSF e  nas configurações do CSF procurar por SMTP_ALLOWLOCAL, normalmente isso está setado como 0 (zer0 = DESATIVADO), digite 1 para ativar e boa!
Abraços galera.