Como mapear unidade de Rede no Mac OS X na Inicialização

Standard

Olá galera tudo na paz?

Hoje vou ensinar algo muito simples de se fazer e que no Mac OS X , sendo ele Leopard, Snow Leopard ou Lion são também muito fáceis de se fazer….. Mapear unidade de rede no Mac OS X….. sabe quando utilizamos um compartilhamento qualquer do SAMBA ou mesmo do Windows 2003 Server e ao reiniciar a unidade some? Ou então quando colocamos para que a mesma Reconectar durante o logon… ou aos usuários Linux o auto montar da unidade externa….. É isso que vou ensinar…..

Vai que você ganha na “Mega Sena” e chega na segunda-feira em seu trabalho e seu chefe lhe chama na sala dele, e diz: -Fulano, comprei um COMPUTADOR novo pra mim e preciso ter todos os acessos que tenho nesse aqui com Window$…..

“Oh pai quem me dera acontecer isso um dia comigo….” Que Sr. Rubens um dia sem querer leia isso……. o.O

Vamos lá no WindowSs trata-se do procedimento como na imagem abaixo….

Mapear Unidade de Rede Windows XP

 

Que é apenas clicar com o botão direito em Meu Computador e depois Mapear Unidade de Rede…. existem várias maneiras de se fazer isso, mas não vou abordar pois meu relacionamento com Window$ é meio conturbado e as vezes sinto vontade de matá-lo…

No Mac OS apesar de estar um pouco “Escondido”…. é tão quão o mais simples que isso….

Primeiramente você precisa ter o IP do Servidor ou computador que está compartilhando uma pasta/diretório….. Tomando por mão que você tenha esses dados em mão vá em Ir (GO), Conectar ao Servidor

Conectar ao Servidor

 

Na tela em que se abre, utilize conforme seu ambiente….. mantenha o smb:// e substitua pelo IP do seu Server ou Computador que compartilha pastas/diretórios, em meu caso o SAMBA está sobre o IP 192.168.2.252

Conectar ao Servidor

 

Ao mandar conectar, será solicitada a credencial que deseja usar para acessar esse Servidor, onde você pode acessar como convidado ou usar uma credencial válida que você tenha algum tipo de permissão diferenciada…

Dados de acesso ao Servidor

 

Aqui temos tenho uma política que necessita de senha para acesso a alguns diretórios…. faça de acordo com seu ambiente…. Aqui ficou assim

Dados de login colocados

 

Após colocar as credenciais corretas ao Server, escolher qual Unidade quer que seu Mac se conecte, em um primeiro momento mapearei no MacBook o Diretório Programas

Mapeando o diretório Programas

 

Pra mostrar que funciona mesmo vamos mapear também a unidade adm

Mapeando o diretório adm

 

Agora vá em Preferências do Sistema

Preferências do Sistema

Na guia Sistema, vá em Usuários e Grupos

Guia Sistema

 

Verá algo parecido com isso dependendo da configuração do seu Mac OS

Usuários e Grupos

 

Vá em Itens de In. De Sessão, chegará a algo como

Itens de Início De Sessão

 

Clique o + no canto inferior direito dessa janela e chegaremos a algo assim…

Adicionar item na inicialização

 

Aqui já veio por padrão o “Meu computador” do Mac…. (hauhauhauha essa foi a melhor… Meu computador do Mac…..) que no caso é MacBook do Doooguinha, nessa parte você verá aquelas unidade na qual você se conectou… em nosso caso adm e programas…. Selecione a primeira unidade que deseja que fique na inicialização do Mac OS, aqui foi adm

Adicionando Unidade adm para iniciar junto ao sistema

 

Após selecionar, clique no canto inferior direito em Adicionar

Adicionar

 

Após fazer o procedimento com a outra unidade que conectamos, ficou assim nossa tela de Itens de In. Sessão

Itens para escolher os que vão iniciar com o Mac OS

 

Marque a caixa correspondente à suas conexões que deseja que fiquem na inicialização do Mac OS …..

Minhas Opções

 

Agora tranque o cadeado no canto inferior esquerdo para que o bendito do seu chefe não faça cagada com suas configurações

Bloqueando alterações

 

Após reiniciar….. CHAZAMMMMMMMMMMMM…. estão lá nossas queridas conexões, tudo em perfeito funcionamento, melhor IMPOSSÌVEL….. Qualquer dúvida estamos à disposição na área de comentários….

Resultado Final

Pessoal que se sentiu ajudado por algum de nossos artigos, nos ajudem a divulgar o BLOG….. É algo simples de se fazer e não se paga nada por isso…. dê u Twitter apenas, já é o bastante pra gente…. Nos adicione no Twitter… somos o @appunix , onde somos @dooooguinha e @little_oak os criadores e mantenedores desse BLOG…. Forte abraço a todos!!! ;D

Gostou? Compartilhe, comente e espalhe!!!!!

Controle Parental Mac OS X Snow Leopard | Lion

Standard

E ai galera tudo na santa paz de DEUS?

Primeiramente desculpas aos leitores que por aqui passam todos os dias, não tenho escrito nada, nenhum conteúdo novo… nada para melhorar seus dias…. enfim, quem trabalha e faz faculdade sabe que tempo é artigo de luxo….. eu queria muito conseguir fica pela madruga escrevendo todo santo dia um conteúdo de qualidade a vocês…. mas meu corpo/cabeça/tronco não me obedecem mais como eu quero…. é quase sempre a mesma rotina, saio de casa as 7 volto as 23:30 mais ou menos… chego em casa ligo o maczão e vou ver se ficou algo pendendo durante o horário da faculdade…. resolvo tudo e digo… “Agora é hora de escreve algo para o app…” que nada… eu até falo todos os dias, mas cumprir que é bom, nada…. deveras que de vez em quando eu consigo abrir uma exceção…. mas faz tempo que já não consigo mais…. mas vamos lá…. hoje quero falar diretamente com esses garotos que tem a honra de poder ter um iMac por exemplo para dividir com um irmão ou mesmo toda família… digo honra porque em nosso país MARAVILHOSO #not , não são todas (diga-se minoria) que têm condições financeiras de comprar um iMac ou mesmo qualquer iGadget…. eu por exemplo tive meu primeiro PC depois dos 18 anos e era um 486… com Windows 95…( e nem faz tanto tempo assim) daí podem ver que o desagrado com Windows vem de longa data… mas vamos lá… a esses privilegiados que tem a honra de desde sempre utilizarem e usufruírem dessa Fantástica integração Harware+Software (iGadget+Mac OS) hoje vou mostrar como, de forma segura e eficiente criar múltiplos usuários e inúmeras políticas de segurança e privacidade para cada usuário….

Para tal utilizaremos o Controle Parental, essa maravilhosa ferramenta integrada ao Mac OS… O ambiente para esse experimento é meu MacBook Branquinho rodando Snow Leopard (ainda não tive TEMPO para migrar ao rei da selva). Esse tipo de controle de usuário mostra-se muito útil quando há necessidade de que várias pessoas utilizem-se do mesmo Mac (pode ser Hackintosh ou Mac verdadeiro) sem que nenhum interfira nos arquivos/configurações do outro usuário….

O que mais acontece em computadores compartilhados é, além da falta de privacidade; acontece também de usuários as vezes excluírem arquivos de outros usuários e não assumirem a culpa, além da questão da privacidade que fica comprometida… além de vários outros fatores que não abordaremos aqui….

Mãos a obra galera…. tempo é algo precioso…

Primeiramente você precisa criar os outros usuários que utilizaram dessa política que adotaremos nesse ambiente fictício mas que pode muito bem representar uma pequena família, onde o pai faz o controle e as crianças se enquadram na política adotada pelo pai….

Primeiramente teremos que criar as contas dos usuários no qual queiramos que se enquadrem em nossas políticas…. Vá em Preferências do Sistema

Preferências do Sistema

 

Chegando a essa tela

Tela Completa de Preferências do Sistema

 

Na guia Sistema vá até Contas

Guia Sistema

 

Em Contas verás algo muito parecido com isso, caso tenha alguma diferença não se preocupe pois em meu caso já não está mais como veio por padrão

Contas

 

Se em seu caso o cadeado  no canto inferior esquerdo estiver fechado (como em meu caso)

Contas bloqueadas para alteração

 

Clique sobre o cadeado para liberar para que possamos fazer as devidas implantações, será pedido que insira sua senha

Autenticação

 

Agora vamos ao que realmente interessa, a criação dos usuários. Clique no + que está próximo ao cadeado

Adicionar Usuário

 

Aparecerá uma tela com campos alto explicativos, somente deixe desmarcado a questão do File Valt que vou abordar no final do artigo, assim você verá se é ou não necessário em seu caso

Criação de usuário

 

Vejam que agora temos já temos a conta para Sr. Sabrina criada.. e é essa a conta que se submeterá a nosso Controle Parenteral

Painel de Contas

 

Nessa janela o que mais nos interessa é essa área do Print Screen

Conta do usuário

 

Marque Ativar controles parentais

 

Ativar Controles Parentais para Usuário

Agora no canto inferior direito clique em Abrir Controles Parentais…

Abrir Controles Parentais

 

Chegará no Cérebro dessa fantástica aplicação… a partir dessa maravilhosa e intuitiva interface faremos os controles pelo qual queremos que certos usuários sejam submetidos

Controles Parentais

 

Primeiramente vamos Limitar que os usuários acessem somente os aplicativos que deixamos eles acessarem…. Marque a caixa Limitar Aplicativos

Guia Aplicativos

 

Agora vamos limitar aplicativos do App Store, limite como quiser… eu quero deixar inacessivo para aplicativos da App Store (inclusive uma certa atualização de sistema para o Sistema do nosso querido Rei da Selva)…. Coloque Não Permitir e em seguida Bloquear

Limitar App Store

Agora na parte de permissão de Aplicativos, faça como achar melhor…. lembrando que ao marcar a caixa de seleção de um aplicativo você está permitindo-o

Limitar Aplicativos

 

Preferi deixar a caixa Permitir que o usuário modifique o Dock desmarcada, o que quer dizer o usuário não poderá alterar NADA no Dock

Permitir mudança no Dock

 

No canto inferior direito, temos o botão Registros…. é ali que ficam registradas todas as atividades dos usuários inseridos nas políticas de Controle Parenteral

Registros

 

Nesse momento estão vazias pois ainda estamos criando as políticas e nenhum usuário gerou log para preenchimento dessas informações

Registros de atividades Vazios

 

Agora depois do primeiro acesso para testes, Sites Visitados

Sites Acessados

 

Agora relatório de Sites Bloqueados que foi tentado acessar

Sites Bloqueados

 

E agora Aplicativos Executados pelo usuário

Aplicativos Executados

Se o seu desejo era apenas restringir acesso a alguns aplicativos, pronto… isso já foi feito e funciona maravilhosamente bem…… Mas como o intuito desse artigo é servir de referência como implantação de políticas de segurança/privacidade/vontade no seu iGadget…..

Vamos seguindo então amigos, vá na Guia  Internet

Guia Internet

 

Essa guia é o “veneno da cobra” com diz um grande amigo/irmão @little_oak, é uma espécie de squid para leigos….. Faz-se bloqueios de forma simples…. tudo muito intuitivo… nela Podemos Permitir acesso total a sites da internet

Permitir Acesso Irrestrito

 

Podemos personalizar uma lista de liberações e Bloqueios

Personalizar Lista

 

Ou permitir acesso somente aos sites especificados…… MUITO BOM!!!!!

Permitir somente sites especificados

 

Agora vamos para a guia Pessoas, essa é muito interessante….. você pode limitar até a troca de emails… é uma opção um pouco cansativa de se configurar, mas que vale olhar com bons olhos…. só se faz o que você permite… sua filha/mulher/namorada nào vai trocar um email sequer com alguém que você não queira ou não altorize

Guia Pessoas

 

Utilizando a próxima imagem como referência, utilize como preferir

Adicionando um email permitido para contato

Permitindo Email

 

Essa próxima opçào por si já é auto-explicativa…. e cada vez que seu usuário incluido nos controles parentais tentar sair dessa política e tentar trocar emails com emails não autorizados você receberá uma notificação para liberar ou não tais emails.(Só funciona em emails configurados no Mail)

Pedido de Permissão

 

Agora vamos para a guia que faz os olhos das mulheres brilharem….. acho que é uma característica ÚNICA e específica de minha mulher…. Ela quer mandar em mim, ela quer determinar quanto tempo fico na WEB…. é uma característica só dela, tenho certeza #not…. Agora é a aba Lim. Tempo ou Limitação de Tempo, aqui vamos fazer um controle severo para que nosso usuário enquadrado na política tenho muito mais tempo para estudar e muito menos tempo para mexer na WEB, vejam a tela inicial/principal dessa guia de configuração

Limitação de tempo

 

Veja como ficou nossa política de restrição de horários

Nassa política para o usuário Sabrina

 

Enfim a última guia, a guia Outros….. Além de poder restringir Aplicativos, restringir sites da Internet, restringir pessoas com quem os usuários podem trocar emails ataravés do Mail  e a limitação de tempo que o usuário poderá ficar usando o Mac, nessa guia você ainda pode ocultar Profanação no Dicionário, pode também limitar administração de impressoras (diga-se desconfigurar), Limitar para que o usuário não posssa gravar CDs e DVDs e ainda impedir que o usuário altere sua própria senha

Guia Outros

 

Minha política de restrição pra ferrar de vez com usuário (brincadeira, isso é somente para testes)

Política de usuário

 

Agora vá no canto inferior esquerdo e feche o cadeado (dando um clique sobre ele), para que ninguém a não ser você altere suas configurações de Controle Parenteral.Agora moçada vão alguns Prints e fotos do Controle Parenteral em ação

Restrição de horário de Login

Restrição de horário de Login

 

Eu me loguei fora do horário permitido

Logar fora de hora, não PODE.....

 

Ou você possui a senha de administrador para adicionar mais tempo à sua sessão ou NEVER…. você nunca Entrará na Sessão, é claro… eu adicionei para mostrar os poderes dos Controle Parenteral

Liberando mais 1 hora de uso

 

Já dentro da sessão tentei abrir Preferências do Sistema

Tentando acessar Preferências do Sistema

 

Tentei acessar um dos sites da lista de Bloqueados

Mensagem de Site Bloqueado

 

Tentei acessar também a App Store

Acessando App Store

 

Tentei acessar o Spaces, que pra mim é algo imprecindível no Mac OS X, me trás muitíssima produtividade….. quase que se igualando a ter uma segundo monitor Físico

Tentativa de usar o Spaces

 

Agora algo que deixamos liberado, o Chrome.. e acessando http://www.appunix.com.br

Acessando um site lliberado

 

Galera, foi isso… ficou um pouco extenso, mas espero que aos que desejam implantar esse etilo de política em seus Macs, façam desse um manual ilustrado e de fácil acesso…..

Só pra explicar, falei sobre o File Vault no início desse post mas não entrei muito em detalhes sobre ele…. File Vault é um mecanismo nativo do Mac OS que permite criptografar as informações da pasta Home de cada Usuário, O FileVault usa o padrão de criptografia mais recentemente aprovado pelo governo, o Advanced Encryption Standard com chaves de 128 bits (AES-128). Ao ativar o FileVault, você também precisa configurar uma senha mestra para o computador para que você ou um administrador possam usar caso se esqueçam da senha de início de sessão normal para ter acesso a seus arquivos.

OBSERVAÇÃO: Se você ativar o FileVault e se esquecer de sua senha de início de sessão e de sua senha mestra, não será mais possível acessar seus arquivos….. não mesmo, essa criptografia é “praticamente” irreverssível…. tomem cuidado, usem com bastante caltela. Em um próximo artigo farei um review do File Vault para que entendam melhor.

Forte Abraço galera!!!!!!

Gostou? Comente, complemente e espalhe!

Como remover caracteres ^M de arquivos usando VIM/VI (vale para qualquer UNIX-like)

Standard

Bom, galera, quem aqui nunca abriu um arquivo no console que apresentou caracteres ^M?
Normalmente essas pragas aparecem ou com o Dreamweaver ou com Word (cópia) – Área de Transferência, depois os caras costumam enviar por ftp e daí já sabe né? Se abrir o arquivo via console tá lá a praga!

Bem, a dica que nós do AppUnix vamos dar é simples, porém eficaz.

Abrindo seu vi/vim (no exemplo abaixo iremos dar o nome do arquivo como sendo crash.php):

vim crash.php

Assim que o arquivo for aberto o vi/vim estará em modo de comando, para ativar execuções aperte “:” (literalmente os 2 pontos SEM ASPAS) e digite o seginte %s/ (percentual, depois, s e depois / )  e em seguida aperte CTRL+V e CTRL+M e por fim digite //g

Na linha de execução do vi/vim vai aparecer literalmente isso aqui abaixo:

:%s/^M//g

Apertamdo ENTER ele vai remover toda a praga dos caracteres ^M.

Curtiu?
SHARE NELE!

Abraços galera.

Como escrever números Ordinais no Mac OS X Leopard | Snow Leopard | Lion

Standard

Olá galera tudo na paz de DEUS?

Hoje, vai um artigo simples e que com certeza muita gente recém chegada ao fantástico mundo da maçã ainda não conhece…. sentados na cama ontem, minha amada @sabrinacpsantos me solta a seguinte pergunta:

-Douglas como faço pra colocar aquele esquema de “bolinha” e “azinho” aqui no Mac (número ordinais)?

-Vixe amor, eu não sei… vou pesquisar…..

Pesquisei um pouco e me deparei com um material do próprio site da apple americana…. e lá estava ensinando….. vai em imagens um esquema abaixo de como escrever números ordinais no Mac/Hackitnosh …. vou mostrar no teclado apple verdadeiro e no teclado “ABNT2 de PC” vejam na imagens para ficar mais fácil….

 

Em um teclado Apple Original

 

Agora em um Hackintosh ou em um Mac Verdadeiro utilizando Teclado de PC (vulgarmente aqui no Brasil teclado ABNT2) faça da seguinte forma

IAhhhhhhhhhhhhhh ….pegadinha do malandro…. é igual moçada…. só que lembre-se que o Alt em teclado não apple ficam do lado Esquerdo  da Barra de espaços, enquanto em teclados apple ficam entre as teclas Command e Control.

Espero que seja uma dica útil aos novos marujos do Navio Os X.

Gostou? Comente, complemente e espalhe!

Como resolver problema com layout ABNT2 Hackintosh/Mac OS X Snow Leopard | Lion | Mountain Lion

Standard

Olá galera tudo tranqüilo?

Tenho recebido muitos pedidos de ajuda referente ao layout de teclado ABNT2…. Alguns(maioria) instalam e tudo funciona perfeitamente… Grande parte dos usuários desse instalador são usuários Hackintosh…. ou seja há uma variedade imensa de hardware e ainda assim tudo funciona maravilhosamente bem….. Porém existem casos em que o layout não é tão bom/eficiente…

Seu problema acontece devido a seu teclado  ter sido reconhecido no Mac OS X Snow Leopard ou Mac OS X Lion como tipo ISO ( que são os tipo de teclados Europeus) e não ANSI (que são os teclado dos Estados Unidos e restante do mundo) Esse layout foi desenvolvido para teclado do tipo ANSI, em hackintoshs, principalmente nos casos em que se usa conexão do tipo PS2 há o problema  de na maioria das vezes ser recolhecido como ISO… o que faz com as teclas | (pipe) e “(aspas duplas fiquem invertidas) e algumas vezes também causa uma desconfiguração também da tecla ? (interrogação)…. nesse rápido artigo de hoje vou mostrar como resolver de forma rápida e simples esse probleminha……  Vou mostrar pelo Terminal pois acho mais interessante fazer esse tipo de ajuste pelo Terminal… mas há como facilmente fazer isso via modo gráfico…..

Pelo Terminal:

Vá no Terminal, Ir (Go) Utilitários (Utility)

Na tela seguinte entre em Terminal

Vire root  com su – (eu prefiro assim, mas pode utilizar o sudo para ter poder de super usuário somente nesse comando)

 

Digite o comando como na imagem

 rm -rf /Library/Preferences/com.apple.keyboardtype.plist

ou seja… sem nenhuma mensagem, nenhuma pergunta exclua o arquivo com.apple.keyboardtype.plist de /Library/Preferences/ . Lembre-se que se for feito pelo Terminal e como root esse processo será irreversível (pra ser revertido precisaremos um conhecimento bem avançado), certifique-se de estar excluindo exatamente o arquivo mencionado nesse artigo.

Mesmo que seu sistema esteja em Português, pelo Terminal, ainda sim todo esquema de diretórios do sistema estará em Inglês… Agora se você não se sente a vontade para mexer no Terminal, pode ir pelo modo gráfico… Vá no HD onde está instalado seu Mac OS X, em meu caso Mackintosh HD, Entre em Biblioteca ( caso esteja em Português, caso esteja em inglês Library), Preferências (Preferences caso esteja em Inglês) ai é só procurar o arquivo com.apple.keyboardtype.plist, exclua-o…e  reinicie seu Mac/Hackitosh….

Vejam que por padrão não aprece a opção Alterar Tipo de Teclado….

 

Com a dica acima aparecerá a guia Alterar Tipo de Teclado

Basta acessar  Alterar Tipo de Teclado e alterar de ISO para ANSI…. através de um asistente que iniciará ao acessar Alterar Tipo de Teclado, outro ponto a salientar é que em alguns casos ao reiniciar o computador, após excluir o arquivo com.apple.keyboardtype.plist, o Hackintsoh reiniciará e o mesmo sozinho já executará um assistente para inserção do tipo de teclado…. vejam…

obs: não precisa apertar nenhuma tecla caso não saiba o que fazer…..

Aparecerá a seguinte tela, apenas clique em Continuar

Verás

Basta escolher ANSI (EUA e outros) e clicar em OK e você já terá resolvido seu problema com nosso querido layout ABNT2.

Caso você tenha sido o contemplado com o lance de o assistente não iniciar sozinho, utilize o seguinte comando:

open /System/Library/CoreServices/KeyboardSetupAssistant.app

ou com sudo caso não esteja no Terminal como root

sudo open /System/Library/CoreServices/KeyboardSetupAssistant.app

Pronto galera, espero ter ajudado a todos os que tiveram “problemas” como nosso PKG do teclado Brasileiro ABNT2….. Lembrando que citei o fato dos teclado com conexão PS2 terem esse problema, não quer dizer que que os famosos USB não o tenham…. mas vale dizer que a dica funciona para ambos os tipos de conexão e teclados…..

Forte abraço amigos….. Fique na paz de DEUS…..

Se você não sabemou se esqueceu do link do nosso instalador para Teclados ABNT2, está aqui um instalador perfeito desenvolvido por mim para melhorar/facilitar sua experiência no mundo Mac OS com Teclado ABNT2.

Download ABNT2

Gostou? Comente, complemente e espalhe!

 

Como colocar nome perto/ao lado do relógio Mac OS X Snow Leopard | Lion

Standard

Olá galera…. tudo na paz?

Primeiramente venho pedir a todos vocês mil desculpas pelo meu sumiço daqui do app… hoje é simples rápida e legal nossa dica…..

Vocês vêm por ai vários sites dando dicas de como colocar seu nome perto do relógio no Window$….. Blah, do que adianta ter seu nome perto do relógio se não consegui fazer com que o sistema trabalhe de acordo com sua necessidade? mas deixemos de besteira e vamos lá…..

Vá em Preferências do Sistema

 

Em Preferências do Sistema

 

Na guia Sistema vá em Usuários e Grupos

Verá algo mais ou menos assim

No painel mais a esquerda verá uma lista dos usuários presentes no sistema

Na parte de baixo como mostrado na imagem anterior, temos um casinha e escrito Opç. In. de Sessão, clique ali

Chegará a uma tela  assim….. reparem que o conteudo da Direita mudou

Já estamos chegando moçada… no painel da direita, marque a opção Mostrar o menu de troca rápida de usuário como… no dropdow list que tem abaixo que por padrão vem Nome Completo… coloque como quiser… tem várias opções… veja a que mais lhe agrada…..

Vejam o Antes e o depois da barra de menus do nosso querido Mac OS  X Lion

Antes

 

Depois

Só pra contar nos altos, já conseguí converter mais um usuário feliz ao Mac OS …. minha amada, amiga, companheira, cúmplice Sabrina…. agora essa bonitona usa somente Mac OS…. num lindo Macbook White… Galera… Peço desulpas mesmo galera…. faculdade tá sugando todo meu tempo/energia, mas prometo a vocês que sempre que der vou postar algo que acho interessantes… mesmo que seja meramente estético… (como nesse caso)…. fiquem com DEUS….

Só mais um screen

Não pensem que Sabrina é meu nome de guerra ou qualquer ocisa assim…. como disse converti minha amada ao fantástico mundo Apple e estou usando seu MacBook para tal artigo….  lol….Esse artigo foi escrito sobre um MacBook rodando Mac OS X Lion 10.7.1, mas serve com base para tal procedimento no Mac OS X Snow Leopard….

Forte abraço a todos…

😀

Gostou? Comente, complemente e espalhe! 

 

 

 

Vendo Hackintosh com Mac OS X Lion (Vendido)

Standard

Placa Mãe Asus “P5KPL-AM SE”

Processador Dual Core E5500 3.2GHZ 2MB cache L2

Memória RAM 4GB Kingston

Placa de Vídeo NVídia GeForce 8600 GT 512MB 

HD Seagate 320GB 7200 RPM

Leitor de Catões 5X1 (Genérico)

Gravador de DVD Dual Layer

Pessoal vendo preferêncialmente para pessoas de BH e Contagem, Hackintosh na configuração acima…. tudo funcionando na mais perfeita ordem, esse Hackintosh vai com Mac OS X Lion Final, acompanham vários softwares para edição de Imagem/Áudio, Hackintosh funciona em dual Display(sendo um monitor utilizando a saida VGA e o outro utilizando a saida DVI[naõ vai com adaptador])… ainda não tive a oportunidade de testar , mas antes da venda caso a pessoa tenha como fazer o teste podemos fazer… Estou vendendo porque acabei de montar outra máquina para mesmo princípio, sendo que dessa vez escolhi um processador Core 2 Quad e uma placa de vídeo um pouco mais parruda… trata-se de um NVídia GeForce 9800GT 1024MB… Caso o comprador queira posso incluir também um placa Wireless com o adicional de 100 reais…. o sistema está muito estável e sem problema algum… Só pra completar essa placa mãe possui um Slot PCExpress 2.0 16X, 1 PCI Express 1X e 1 PCI Express comum para expansão de placa de áudio, placa Wireless ou até mesmo uma placa controlado Sata/SCSI… fica a escolha do comprador o uso das mesma… Essa placa mãe possui 2 Entradas internas padrão S-ATA e 1 P-ATA (IDE), possuindo também entrada para Driver de Disquete (o qual não procurei saber se funciona no Mac, pois nã a uso… no lugar do Disque está o Leitor de Cartões)…

O Computador irá com um único sistema operacional Mac OS X Lion, não garanto a funcionamento pleno em Dual Boot… Somente caso queiram, EU mesmo fazer o processo e já entregar pronto…. ficando reservado a mim qualquer tipo de problema relacionado a instalação. Acredito ser uma ótima opção pra quem não tenha condição de pagar 3500 reais por um iMac ou mesmo 1800 por um Mac-Mini ou mesmo pode servir como um BETA ou passaporte definitiva para sua entrada no mundo dos iGadgets. Preciso deixar bem claro que não vendo Hackintoshs, apenas estou vendendo o MEU…. Moro em apartamento e aqui está muito pequeno para ficar guardando coisa que não uso…. Novamente repito, não sou comerciante de Hackintoshs… estou vendendo porque não tenho lugar para guardar e porque estou precisando da grana para outros fins…. Em caso de interesse, se for de BH pode vir até minha casa pra testar ou combinar outra forma que seja viável para ambas as partes… o pagamento é só a vista, incondicionalmente… o Frete é por conta do comprador…. como desejar… ou por Transportadora ou Correios…. Ainda não sei o peso da máquina, pretendo vender para pessoas de BH, entrego o Hackintosh, testamos tudo, e recebo o dinheiro… simples… Caso alguém de outra Cidade/Estado tenha pleno interesse e concorde com as condições colocadas nesse anúncio, entre em contato para conversarmos melhor….

Valor do Hackintosh: R$ 950,00+ Frete (fora de BH)

R$950,00 em BH eu entrego qualquer endereço

Email de contato: app@appunix.com.br

Seguem alguns Screenshots e fotos reais da máquina

Sreens Shots

A primeira imagem abaixo, está mostrando versão do sistema como 10.7.2 (isso é um beta) caso comprem irá com a ultima update oficial, para que não haja problemas futuros….

 

Troquei o processador e agora é 3.2

 

 

Fotos Reais do Produto

É isso galera… foi o melhor que pude fazer pra mostrar um pouquinho do Hackitnosh…. caso precisem de alguma explicação mais detalhada sobre o hardware é só enviar um email solicitando tal no email que forneci para contato…

Abraço… 😀

Como criar um DVD de instalação do Mac OS X Lion

Standard

Olá galera tudo na paz?

Depois de algum tempo sem postar nada de importante por aqui hoje venho postar sobre um assunto que está no foco de todas as notícias…

Mac OS X Lion, despois que a Apple resolveu dificultar a vida dos hackintoshers de platão lançando Upgrade através de sua loja virtual AppStore… ficamos a nos perguntar: E se eu precisar (diga-se querer) ter um DVD em mãos pra qualquer emergência, como fazer?

Segundo nossa querida apple caso você queira fazer uma instalação “Limpa” você precisa fazer um formatação com o Snow Leopard subir até a versão 10.6.6 e só depois acessar a AppStore e baixar o Lion e fazer uma instalação por cima….. Nesse ponto fiquei meio chateado com a Apple que tanto bato palmas para suas decisões na tangente do Mac OS X… mas vamos lá…. Vou mostrar a vocês como criar um DVD bootável de Instalação do Mac OS X Lion… Esse how to é baseado em um texto de JulioPW publicado no fórum do pessoal do HMBT… foi feito por ele e testado e comprovado por mim com algumas modificações (desculpem me por não ter mais o link do artigo original, caso tenha é só me mandar por comentário que coloco aqui no artigo) será necessário:

→Você precisará do .app baixado diretamente da AppStore Aqui

→Um Mac verdadeiro ou Hackintosh rodando Mac OS X Snow Leopard (poderia indicar o Leopard, mas como acredito que nossos leitores estão sempre atualizados vou indicar o Snow Leopard)

→ 15 ou 20 minutos pra ler e colocar esse how to em prática

 

Vamos lá…

Primeiro vá até o Utilitário de Disco do Mac, Ir/Utilitários

DVD_Lion

 

Agora entre no Utilitário de Disco

DVD_Lion2

 

Na parte superior do Utilitário de Disco Clique em Nova Imagem

DVD_Lion3

 

Na tela que aparecerá, aletere como desejar os campos Salvar Como, Onde e Nome; o restante deixe como na imagem….

DVD_Lion4

 

Verá o processo se seguindo

DVD_Lion5

 

Execute até o local onde salvou o DMG e o execute….

DVD_Lion6

 

Agora vamos usar o ShowAllFiles para mostrar os arquivos ocultos dentro de nosso .app, baixe-o aqui

http://dl.dropbox.com/u/7022385/ShowAllFiles.zip

 

Execute-o, clique em Show

DVD_Lion7

 

Agora vá até seu .app baixado da AppStore (o arquivo vem com nome original de Lion Installer e fica originalmente na pasta Aplicativos, eu preferi mudá-lo por uma questão de organização pessoal), clique com o botão direito ou clique secundário e vá em Mostrar Conteúdo do Pacote

DVD_Lion8

 

Entre em Contents/ SharedSupport

DVD_Lion9

 

Execute o InstallESD.dmg

DVD_Lion11

 

Chegará a uma tela assim

DVD_Lion12

 

Pra adiantar as coisas, execute o BaseSystem.dmg

DVD_Lion13

 

Em sua Mesa deverá ter os ícones dos .dmg que montamos até agora…

DVD_Lion14

 

Voltem ao Utilitário de Disco, seu painel da esquerda será mais ou menos assim

DVD_Lion15

 

Dentro do Utilitário de Disco clique no botão Restaurar

DVD_Lion16

 

Em fonte arraste Mac OS X Base System, e em destino arraste aquele DMG vazio que você criou e montou posteriormente na Mesa… Ficando assim (dependendo somente do nome que você deu ao seu .dmg)

DVD_Lion17

 

Agora clique em Restaurar no canto inferior direito

DVD_Lion18

 

Será notificado, clique em Apagar

DVD_Lion19

 

Pediram sua senha (santo sistema de permissões…. é por isso que sou apaixonado por sistema Unix-Like)

DVD_Lion20

 

Demorará em torno de 7 minutos até que essa restauração termine, veja um pouco do processo

DVD_Lion21

 

Agora amigos vá até o disco Mac OS X Install ESD que está na Mesa (Área de Trabalho)

DVD_Lion22

 

Agora copie a pasta Packages para a área de transferência (Command+C)

DVD_Lion23

 

Agora vá no Disco que criamos para que restaurássemos os arquivos necessários e coloque a pasta Packages que acabamos de colocar na área de transferência… Mas Doooguinha como vou saber qual o disco correto para a cópia dos arquivos, existem 2 discos em minha mesa com o mesmo nome…

-Galera, para facilitar na identificação clique com o botão direito ou clique secundário no Disco que deseja tirar suas dúvidas e clique Obter Informações

DVD_Lion24

 

Verão

DVD_Lion25

 

Podem ver que acertamos de prima o disco correto, se não for o seu caso teste com o outro disco montado….  Agora entre na pasta System/Installation

DVD_Lion26

 

Exclua o atalho para a pasta Packages que ali se encontra

DVD_Lion27

 

Agora pessoal, lembram-se daquela pastinha chamada Packages que copiamos do Mac OS X Intall ESD? Isso mesmo que você mais espertinho gritou ai… ela vem pra cá….

DVD_Lion28

 

Pronto galera, agora é só esperar terminar a cópia dessa pasta e partir para o abraço…. quero dizer ao terminar a cópia vamos gravar isso em disco……

Isso pode ser feito usando esse how to

http://www.appunix.com.br/howto/mac-os/como-gravar-iso-no-mac-os-x-sem-software/

levando se em conta apenas que usará agora um .dmg e não um .iso ….

É isso galera, espero que ajude aos tantos usuários Mac e Hackintoshs que tem procurado isso a cada dia em nosso amigo google…. Podem perceber que esse how to é muito parecido com o how to sobre criar um pendrive bootável do Mac OS X Lion que publiquei a alguns dias…. Abraço a todos…..

Obs:Pode ser usado tanto em Hackintohs (com o devido CdBoot) quando em Macs verdadeiros para realizar realmente uma instalação limpa (coisa que nossa querida Apple não quer deixar)….

Aproveitem….

Gostou? Comente, complemente e espalhe!

 

Kext Realtek RTL8188cus Mac OS X Snow Leopard | Lion

Standard

Olá galera… Tudo na paz?

Vendo as estatísticas do nosso BLOG pude perceber que várias pessoas procuraram a kext para a placa de rede Realtek RTL8188cus… nos últimos dias,  então galera venho disponibiliza-la pra vocês leitores interessados ….

http://dl.dropbox.com/u/7022385/RTL8188CUS_MacOS10.6_10.7.zip

Lembrando galera que graças ao bom DEUS as mesmas kexts que servem no nosso querido Snow Leopard  (10.6) servem também no novíssimo e cheio de novidade Mac OS X Lion (10.7)… então galera se esbaldem… Essa kext foi desenvolvida pela própria Realtek…. Espero que tenha lhes ajudado…

E lembrem-se de usar o Kext Wizard para instalação e reparação de permissões no Mac OS X Lion e também no Mac OS X Snow Leopard….

Aguardém, está por vim ferramentas desenvolvidas por mim pra facilitar a vida de um Hackintoher iniciante….

Abraço!!!!!!!! 😀

 

P5KPL-AM SE Hackintosh Mac OS X Snow Leopard | Lion Kexts Necessárias

Standard

Olá galera tudo na paz?
Galera hoje vou facilitar a vida das pessoas que têm uma “P5KPL-AM SE” e querem fazer hackintosh ou têm um hackintosh e não estão com o mesmo totalmente funcional….
Já vou avisando que não vou ensinar como usar tais kexts…. (não nesse post) Resolvi fazer esse post pois o Leitor Davi necessitava de algumas kexts para um Hack com essa placa mãe… lá vai…

Primeiro aconselho a instalação desse Chameleon que serve tanto para o Snow Leopard quanto para o Lion Chameleon 1020 HMBT

*Um salve e muito obrigado para a galera do HMBT que são os melhores do Brasil que sá do mundo no que tange a Hackintoshs… Eles tê feito um ótimo trabalho….

Depois aconselho a gerar uma DSDT de sua placa…. use esse programa DSDT AutoPtcher (esse Aplicativo foi descontinuado e não possuo mais o link do mesmo)

*Também não vou ensinar como se usa… mas é muito intuitivo…. escolha seu fabricante no menu do lado esquerdo e escolha sua placa no Menu do lado direito…

Após o aplicativo gerar sua dsdt.aml no desktop… arraste-a para a pasta Extra (é lá onde eu costum deixála…) em alguns casos você não precisará de fazer o proximo passo, mas nessa Placa mãe em específico so obtive sucesso dessa forma…(se não o fizer receberá um KP logo no primeiro Reboot) Copie o arquivo com.apple.boot para a Mesa e o edite… insira as linhas a seguir

<key>DSDT</key>
<string>/Extra/dsdt.aml</string>

Salve o arquivo, e o arraste de volta para a Extra… substituindo o que ali está… Pedi pra copiarem o arquivo para a Mesa pois se começarem a editar o mesmo dentro da pasta onde ele se encontra, o Mac OS não permitirar salvá-lo. Feito isso grande parte do seu caminho já stá andado…
Agora galera…. uma kext que considero indispensável…. Rede….(além do vídeo é claro) do que adianta ter um hack que não navega na internet? nada né… então está ai…. é um PKG… é só executar e seguir os passos….
http://dl.dropbox.com/u/7022385/Hackintosh/RTGNICv2.0.5.mpkg.zip

Agora o Audio, porque ninguém é de ferro e precisamos ouvir um musiquinha…..
Para o Audio, uso VodooHDA….
http://dl.dropbox.com/u/7022385/VoodooHDA-2.7.2.pkg.zip

ou

http://dl.dropbox.com/u/7022385/Hackintosh/VoodooHDA-0.2.62.pkg.zip

ou

http://dl.dropbox.com/u/7022385/VoodooHDA-0.2.56.zip

*todas as 3 funcionam muito bem… porém obtive melhor resultado com a 0.2.56 … sem chiados ou qualquer problema por mínimo que seja…. somente o painel em Preferências do Sistema não funciona direito… a 2.7.2 o painel funciona… mas o audio fica com um leve chiado….

Essa foi a versão que melhor se saiu comigo… precisa apenas de alguns ajustes no painel Vodoo em Preferências do Sistema…
Agora galera…. pra instalação das kexts e reparassão de permissão.. estou utilizando o Kext Wizard

http://dl.dropbox.com/u/7022385/Kext%20Wizard.app.rar

No Snow Leopard podem utilizar normalmente o Kext Helper e Kext Utility para instalar e reparar permissões respectivamente… mas como essa “nova” ferramenta Kext Wizard funciona
tanto no Snow Leopard quanto no Lion prefirir optar pelo uso do mesmo…
Pessoal… desculpe pela falata de imagens (que é o abitual em meus how tos)… é que hoje realmente está tudo muito corrido… e como já havia prometido ao leitor Davi… não o podia deixar na mão….. Qualquer dúvida estou a disposição até o meio dia… depois vou viajar pra visitar minha família…. (já tem quatro meses que não os vejo)…

Sómais uma coisa galera…. essas kexts sobem tanto em 32 quanto em 64bits… fiquem tranquilos…. essa plaquinha é muit compatível… só há o problema que depois de cada atualização de versão, nosso hack fica sem rede, mas ai é só rodar o PKG que lhes passei acima que tudo se resolve….
Galera espero ter ajudado….

De brinde nesse pacote vai a String de vídeo da 9400GT de 1GB ou 1024MB (kkkkkkkkkk) solicitado por Davi… (caso não saiba como usar te dou uma força)….

http://dl.dropbox.com/u/7022385/String_Video_9400GT_1024MB.txt

 

(UPDATE) Tudo correu maravilhosamente bem com a update 10.7.4, podem fazer tranquilamente…. nenhuma mudança drástica ao ponto de deixar seu hackintosh inoperante…. todas os periféricos continuam funcionando maravilhosamente bem….

Abraço a todos…:D

Alterar/Trocar Ícones no Mac OS X Leopard | Snow Leopard

Standard

Olá galera tudo tranqüilo?
Hoje quero mostrar pra vocês uma coisa que pra mim é meio inútil mas várias pessoas recém chegadas ao mundo da Maçã chegam até mim e perguntam.
Doooguinha, como faço pra trocar o ícone dos aplicativos no Mac OS X?
É simples galera, bem simples….
Primeiro vou passar um site que pra mim é o melhor do gênero na tangente de Ícones no formato aceitável pelo Mac OS X e outros Sistemas Operacionais….. É Aqui
Aqui você encontrará Icones no formato .icns que é o formato padrão dos aplicativos no Mac OS X, primeira coisa a se fazer é ir no site indicado acima e procurar pelo ícone que deseja, em nosso caso vamos usar como cobaia o Firefox( nem todos os ícones encontrados na pesquisa estarão no formato ideal .icns)

Icone

Veja o que lhe agrada mais e ao passar o mouse o mesmo verá quais formatos se tem pra download, escolha um que tenha o formato .icns
Escolhi esse

Icone_2

Clicando em icns será levado ao download do mesmo

Icone_3

Agora já temos o principal para fazermos a troca do ícone do nosso aplicativo, vá até onde está o aplicativo (normalmente em Aplications – Aplicativos)
Vá em Go (Ir) -> Aplication (Aplicativos)

Icone_4

Localize o aplicativo

Icone_5
Clique com o botão direito sobre ele e claque em Show Packages (Mostrar Conteúdo do Pacote)

Icone_6

Entre em Contents

Icone_7

Depois em Resources, agora você está literalmente com a faca e o queijo na mão, então vamos lá…

Icone_8

Agora vamos pegar o ícone que baixamos

Icone_9

E coloca-lo na pasta Resources, juntamente com os originais

Icone_10

Agora renomeie firefox.icns para firefox2.icns

Icone_11

Faça o mesmo com o Ícone baixado (coloque com o nome padrão, nesse caso firefox.icns)

Icone_12

Feche a pasta, finalize o aplicativo (caso esteja aberto) e o abra novamente. o/ Olhe seu Dock

Icone_13

Por medidas de segurança eu sempre deixo o ícone original dentro da pasta do aplicativo (caso eu enjoe do novo eu volto o original… que apesar de simples são lindíssimos). É isso ai galera, é simples e bem bacana… depois vou postar um imagem completa do meu Dock pra vocês verem que dá pra deixar o Dock bem divertido…
Abraço a todos… 😀

Compatilhar arquivos no Mac OS X com Windows | Linux usando SAMBA

Standard

Oi galera tudo na paz?
Depois de muito muito muito tempo sem escrever algo que valha a pena ler, volto eu depois de algum tempo bem tenso na faculdade. Mas vamos lá… hoje vou mostrar como fazer do seu mac um servidor de arquivos MUITO bom e, se não for tão eficiente quanto o nosso querido SAMBA sobre um Linux bate de frente com o mesmo… so que com a diferença de não precisar saber se quer um mízero comando no terminal….
Duvida?
Veja bem, fiz um teste esses dias com um HACKINTOSH, vejam bem… um HACKINTOSH rodou como servidor de arquivos e Sistema de Automação comercial para uma rede de mais de 50 computadores sem ao menos fazer com que o load dessa máquina chegasse a 2… galera um HACKINTOSH controlou uma empresa inteira com apenas alguns cliques e algumas palavras digitadas… não é brincadeira galera…. poderia estar escrevendo esse how to apenas colocando como compartilhar arquivos do seu Mac | Hackintosh com computadores Window$, Linux…. mas quero deixar claro que se houver necessidade de segurar as pontas como servidor de arquivos… esse cara consegui tranqüilamente cumprir o papel…. mas vamos lá, é bem simples rápido e eficiente, como tudo no mundo da maçã….
Vá até Preferências do Sistema, para tal vá no Menu no canto superior esquerdo

Pref_Sistemas

Chegando nesse maravilhoso Painel, na guia Internet e Redes sem fio, vá em Compartilhamento

Internet_Rede

Chegará nesse painel PERFEITO

Compartilhamento

Podem reparar que por padrão o compartilhamento de arquivos vem Desativado

Compartilhamento_2

Clicando em Opções no canto inferior Direito chegará a seguinte tela…

Compartilhamento_3

Não iremos abordar a fundo hoje todas as funções somente o protocolo SMB ou SAMBA para os mais íntimos e que nos atenderá muito bem como abordado acima…. Marque Compartilhar arquivos e pastas usando SMB (Windows) e não marque nenhum usuário (isso pode ser feito assim que você estiver mais familiarizado com esse ambiente e jápuder fazer teste sozinho)

Compartilhamento_4

Podem ver que na Guia Pastas Compartilhadas Temos somente essa pasta padrão compartilhada

Compartilhamento_5

Clicando com o + você será guiado a adicionar mais Diretórios a serem compartilhados… Em nosso caso vamos compartilhar um Diretório chamado Dados

Compartilhamento_6

Agora damos permissão as qualquer usuário para acessar, ler, gravar em nosso SAMBA… é tipo um 777 para usuário Nobody do SAMBA rodando sobre Linux….

Compartilhamento_7

Agora basta, na lista a esquerda, marca o item Compart. de Arquivos para ativar de vez o compartilhamento

Compartilhamento_8

Pode ver agora que Compartilhamento Windows está como ativado

Compartilhamento_9

Agora vou lhes mostrar como usufruir do nosso compartilhamente no Winodws. No Window$ vá em Iniciar, Executar:

Windows

Chegará a isso:

Windows_2

Seu Windows XP, Windows Vista ou WIndows 7 enxerga esse diretório como sendo uma pasta de Compartilhamento feita por um outro computador Window$…. Se você chegou até aqui tento resultados parecidos com os das imagens do how to, quer dizer que fez tudo corretamente e já tem Servidor de Arquivos funcionando perfeitamente em seu Mac | Hackitnosh.

Agora de um Linux qualquer, em nosso caso um Cent OS, faça da seguinte forma, Vá em Locais, Conectar ao Servidor

Centos

Em Tipo de serviço, por padrão estará como FTP Público

Centos_2

Clique e escolha Compartilhamento do Window$

Centos_3

Nessa próxima tela, como não colocamos senha, usuário nem nada que impedisse acesso de qualquer usuário à pasta Dados, então coloque somente o Endereço IP do seu Mac | Hackintosh, em nosso caso 192.168.0.100

Centos_4

Chegará a tela

Centos_5

Pronto galera, está ai…. tudo funciona com um SAMBA legítimo…
Espero ter ajudado ao iniciantes no mundo da maça e a Sysadmins que as vezes pegam esses rabos de foguete pra mexer… isso ai só é a ponta do IceBerg… dá pra muita coisa com esse esquema de permissões…. Testem, mexam, e principalmete compartilhem com quem necessita ajuda…. se um dia você encontrou o que procurava aqui no app, um dia com certeza alguém precisará de usa ajuda…. não retenha conhecimento…. Obrigado por visitar nosso Blog…
Abraço a todos!!!! 😀

Apple Lança Update de Segurança para Mac OS X Snow Leopard

Standard

Update

A Apple lançou uma atualização de segurança para o seu Mac OS X 10.6 Snow Leopard, com o intuito de resolver as últimas “Cagadas” do Mac Defender (recente Malware descoberto pra Mac) e suas variantes conhecidas “Mac Security”, “Mac Protector” e “MacGuard”. Caso o usuário já esteja infectado pela “Praga”o instalador procurará pela mesma e a eliminará.

Curiosamente, a atualização de segurança também faz com que o sistema para verificar se há atualizações diárias para a definição da lista de arquivos de quarentena malware.Os usuários do Mac OS X pode atualizar para a versão mais recente através da função Software Update(no painel superior). Todos os usuários são aconselhados a atualizar o mais rapidamente possível.

Mais informaçoes sobre esse update de segurança de nossa querida de Cupertino, vá até AQUI. Voccê encontrará notas dessa atualização de segurança.

Abraço… Façam o Update (é um mal Necessário)

[Via]

Como ativar Leitor de Cartões no seu Hackintosh

Standard

Olá galera tudo na paz?
Hoje vou ensinar pra vocês Hackintoshers como ativar seu Leitor de Cartões/Card Reader para trabalhar nativo no Mac OS X (Snow Leopard).Com o procedimento a seguir você conseguirá que seu Leitor de Cartões funcione e, MUITO melhor que no WIndow$/Linux… (o prq não sei, mas aumenta drasticamente a velocidade de leitura/escritra).
Esse how-to baseia-se em um how-to postado por Pradeesh no dia 13 de novembro de 2010….
O cara descobriu/dediziu olhando as kexts de um MacBook Pro que havia adquirido que a kext AppleUSBCardReader.kext que estava dentro da pasta /System/Library/Extesions ou em português /Sistema/Biblioteca/Extesions
era a kexts responsável por identificar o leitor de cartão do seu mac e,que por obra do destino utiliza a interface USB igualmente acontece nos Pcs.Dessa forma o cara desenvolveu uma tecnica para ativar sem dramas em nossos Hacks nossos Card Readers.

Chega de historinha e mãos a obra.

1. → Você deve ter um leitor de cartões compatível(ou seja, que utilize a interface USB como interface de comunicação com o PC, pois existem alguns notebooks que utilizam interface PCI para tal função) e um hackintosh rodando Mac OS X Snow Leopard 10.6.5 ou superior.

Posso dizer por experiÍncia própria, já obtive sucesso em pelo menos 7 tipos de leitores de cartões diferentes, sendo todos esses internos. O único no qual não obtive sucesso foi um leitor de cartão USB externo

2.   → você precisa agora saber o Vendor ID e o Product ID, para tal use o programa IORegistryExplorer. Segue imagens da interface do aplicativo.

IOInterface

Para ficar mais fácil a identificação do divice,troque o tipo de disposittivo a ser explorado pelo aplicativo (coloque como na imagem acima- IOUSB)

IOUSB

Aparecerá uma lista com todos Devices/Dispositivos USB de seu Hackintosh, leia os nomes são muito intuitivos. No meu caso possuo 1 Leitor de Cartão/Card Reader, um Teclado Apple e um Mouse Generic.
Meu leitor foi identificado como CRW@fd500000.
IOInterface_3

3.   → Anote o Vendor ID e O Product ID, POIS precisaremos deles no próximo passo.
4.   → Agora você precisa pegar os valores de Vendor ID e Product ID que estão em Hexadecimal e convertê-los em Decimal, pode usar essa ferramenta pra isso.Anote os valores das conversões.

Convertendo VendorID

vendor_ID

Convertendo ProductID

Product_ID

5.   → Baixe as Kexts necessárias nesse link ou nesse link, aconselho o uso da primeira pois foi a que utilizei e garanto funcionar se seu caso se enquadra nas condições acima.
6.   → Já de posse com as kexts, e dos IDs já convertidos para base 10(decimal), você pode ultilizar o próprio editor de texto do Mac OS ou ultilizar um editor XML de sua preferência (utilizo/aconselho Properly List Editor; “Google È seu amigo”)
7.   → Clique com o botão direito do mouse sobre a kext AppleUSBCardReader.kext clique em Show Packages (Mostrar Conteudo), agora vá no arquivo Info.plist que se encontra ai na raiz dessa kext.

Edit_Kext

Edit_kext2

Edite a mesma com o editor de sua preferência, procure por idProduct e idVendor nos menus disponíveis como na imagem, Salve (Menu superior Arquivo>Salvar ou File>Save) e vamos ao passo seguinte

Edit_kext3

Obs: Na imagem acima já estamos usando os IDs em base 10 (aqueles que convertemos com a calculadora)
8.   → Com esses mesmo IDs em base 10(decimal) em mãos, entre na pasta Contents, ai você verá outro Info.plist, edite-o também da mesma forma.

Edit_kext4

Agora você está a alguns mízeros minutos até chegar ao sucesso de ver seu Hackintosh entender como legítimo o seu Leitor de Cartões/Card Reader. Precisamos apenas instalar essas kexts em nosso sistema e correr para o abraço.

Para tal basta apenas arrastar as 2 kexts para a pasta /System/Library/Extesions/… isso fica a critério de cada um.. você pode tbm usar o Kext Helper… ou até mesmo o terminal… fica seu critério/conhecimento….

Agora para reparar as permissões aconselho o Kext Utility , após o término reinicie seu Hack e veja o que acontece.Veja as imagens:
Antes

CardReader_Antes

Depois

CardReader_Depois

Abraço e qualquer dúvida madem um comentário e no que eu puder vou estar a disposição.
o/

Top Aplicativos/Apps for Mac OS X Leopard | Snow Leopard

Standard

Olá galera tudo na paz?
Hoje por vias de necessidade, venho mostrar “Meus” top aplicativos/apps para Mac(sendo vários pagos e vários Free). Esclarecendo essa frase anterior, via de necessidade foi que nós (Mac users) conseguimos converter mais um usuário Linux  a começar tbm a trabalhar em nosso querido mundo da maça, eis ele Little_oak… em um churrasquinho nada planejado que fizemos no sábado passado, tive a honra e felicidade de transformar uma P5GCM+ Dual Core com um vídeo modesto (8500GT) e uma poderosa ilha de edição e desenvolvimento… que bate de frente com um iMac de 5k tranqüilamente.. mas vamos ao que interessa… eis uma foto do meu Dock….
Dock
Infelizmente ainda preciso por motivos alheios a minha vontade usar aplicativos/apps pagos….(eficiência e produtividade)

Explicando meu Dock da Esquerda pra Direita
1 – O primeiro Ícone é o cara, Finder tão misterioso quanto eficiente
Finder

2- Drashboard, tornou-se muito útil em minha vida quanto aprendi que existem widgets que que agilizam e muito na hora por exemplo de ver notícias, ler um lembrete, saber se meu MacBook está esquentando muito dentre outra funções.
DrashBoard

3 – Firefox, apesar de ultimamente esse danado estar muito guloso(comendo muita memória ram do meu branquinho) esse é um dos caras que não abro mão em meu dock.

FireFox

4 – Google Chrome, esse a cada dia tem conseguido espaço cativo em meu Dock, uma agilidade impressionante, sem contar que a cada dia seguem mais e mais puglins que facilitam nossas vidas…. Acredito que tenha cache interno(brincadeirinha, mas que parece… parece..)
Chrome

5 – Safari, não poderia deixar de cita-lo pois em suas últimas versões tem se mostrado também muito rápido e estável. Torna-se por sua vez uma ótima alternativa ao Firefox e Chrome.
Safari

6 – Get Tube, o próprio nome diz… puxar do youtube, esse ablativo tornou-se ecessêncial comecei no mundo Linux/Mac, no Brasil e em vários lugares do mundo temos pessoas com muito conhecimento para compartilhar… os vídeos do Youtube são uma ótima no que tange a qualquer assunto na área de Tecnologia.
GetTube

7 – Transmission, o meu preferido no mundo dos torrente, não tem espaço pra mais ninguém nessa área em meu Dock, muito rápido, intuitivo, aceita configurações que podem melhorar e muito a performance desse tipo de app, resumindo pode-se dizer que o melhor no mundo dos P2P(em minha modesta opinião e, tomando como base o uso de diversos de seus concorrentes).
Transmission

8 – Terminal, maior amigo do usuário Linux, excepcional, muito semelhante ao Terminal Linux com algumas particularidades, me atende muito bem no que diz respeito Gerenciamento de servidores Linux de clientes e resolver alguns problemas de permissão de forma rápida e eficiente.
Terminal

9 – CoRD, descoberto por acaso em uma busca por opções de aplicativos que utilizam RDP encontrei em um fórum gringo, pessoas elogiando esse app, resolvi teatral; surpreendentemente comporta-se MUITO melhor que Remote Desktop da Micro$oft ( que fica limitado pela falta de opções de configuração de vídeo, tamanho de tela, etc).
CoRD

10 – Chicken of the VNC, outro app encontrado em fórum gringo, muito rápido, estável  e eficiente para acesso em servidores/clientes que utilizam VNC Server… O melhor Viewer pra Mac OS X que já tive o prazer de usar. Nem mesmo o Real VNC Enterprise (Pago) foi tão eficiente em meus testes.
ChickenVNC

11 –  VLC, pra mim um aplicativo que não deveria ficar fora de lista de aplicativos ecencias de qualquer que seja o Sistema Operacional, seja nos nossos queridos Linux e Mac OS ou não tão querido assim Window$, esse é um player que atende com maestria aos propósitos a que se propõe.
VLC

Agora chegou a hora do lazer junto ao seu querido Mac, os próximos 8 itens são joguinhos para aqueles momentos de folga (poucos) da faculdade/trabalho.

12 – Pinbal HD, um joguinho bem leve que é bom pra relaxar e lembrar da infância, onde era faxinado com máquinas Pimbais… o nome por sí já diz tudo, um game Pimbal a altura do Mac OS X .
PinbalHD

13 – Rayman 3, jogo de um bonequinho sem braços e pernas ( possui somente cabeça e membros) que surgiu no final dos anos 90 e que desde aquela época onde meu tio Claudio possuía um 486 com 64Mb de Ram rodando um demo desse carrinha super simpático… desde aquela época me facina as histórias desse amiguinho esquisito.
Rayman3

14 – Word of Goo, joguinho bem interessante formado por melequinhas, VICIANTE…. com versões para Linux e Window$…. parece ser um jogo besta…. mas que na verdade é muito interessante e que faz perder noites e noites querendo passar de cada fase, não tenho certeza mas sugou primeiro no console Nintendo Wii.
WordofGoo

15 – Counter Strike 1.6, esse dispensa comentários…. faz parte do manual de sobrevivência de qualquer Geek/Nerd… um port simplesmente espetacular…. roda como nativo…. posso falar sem medo de errar que roda melhor que o Verdadeiro vindo do Window$.
CounterStrike

16 – Half Life 2, outré port viand do Window$ que me surpreendeu pelo desempenho e estabilidade, dispensa qualquer comentário.
HalfLife2

17 – Call of Duty 4 Modern Warfare, esse cara dispensa qualquer comentário, Game em primeira pessoa (first person shooter) com gráficos impressionantes, ótima jogabilidade e não é um port, é nativo para Mac OS X. Ultimamente tem sido meu maior hoby nos momentos de folga(pouquíssimos).
CallofDuty4

18 – Battlefield 1942, também jogo de tiro em primeira pessoa (first person shooter) que se passa durante a segunda Guerra Mundial, com gráficos e jogabilidades não tão bons quanto Call of Duty 4 Modern Warfare, mas que faz a alegria do pessoal que possui Macs com placas de vídeo modestas como as Intel GMA950 e GMA3100, que não rodaram com maestria os jogos da série Call of Duty , mas que rodaram totalmente bem esse Battlefield 1942 (uma ótima opção para Hardwares mais modestos, como os primeiros macs da série Intel).
BattleField1942

19 – Djay, App pra brincar de DJ de vez em quandovem festinhas simples… apesar de eu não usar todo poder desse carrinha, me parece que não fica atrás de outros aplicativos para mesma função.
Djay

20 – Toast Titanium, podemos dizer que é o Nero pra Mac OS X, grava de CD a Blue Ray … é um canivete suíço no que diz respeito a gravação de mídias.
ToastTitanium

21 – Taco HTML Edit, ótimo editor HTML que conheci faz pouco tempo, surgiu por necessidade de um aplicativo rápido e simples para criação/edição de páginas HTML na faculdade.
TacoHTML

22 – LibreOficce(BrOficce), apesar de meu MacBook ter vindo com Pacote Office da Micro$oft não me adaptei muito bem com o mesmo, logo que surgiu essa fork do OpenOficce instalei aqui no branquinho e estou completamente adaptado e, que me faz ganhar bastante tempo quando preciso utiliza-lo.Tradução.
LibreOficce

23 – Adobe Phoshop CS5, infelizmente ainda não possuímos uma ferramenta tão boa no mundo Open Source quanto o Photoshop, sinceramente espero que antes de minha morte consiga ver a Adobe desenvolvendo um Photoshop for Linux, seria uma revolução no mundo dos sofreares se isso acontecesse, só pra me explicar, o uso desse em meu Dock se dá pela eficiência e produtividade que me dão esse FANTÁSTICO aplicativo editor de imagens.
PhoshopCS5

24 – NO-IP, Serviço de Dns dinâmico muito conhecido por oferecer serviço de qualidade e gratuito. Dispensa comentários. Muitíssimo útil para quando deixo o MacBook em casa em preciso acessá-lo por algum motivo.
NO-IP

25 – VMware Fuzion, Aplicativo de virtualização de sistemas operacionais, o melhor…. quando preciso fazer alguma virtualização seja para uso do Window$ ou nosso amigo Linux, uso ele; que apesar de ser pago, vale cada centavo.
VMware

26 – Tweety Deck, cliente Twitter/Facebook que mostra em sua Mesa(Área de trabalho) notificações em tempo real referentes ao seu perfil no Facebook/Twitter, Não vivo sem ele!
Tweety

27 – Micr$oft Messeger, no quesito mensageiro instantâneo em minha modesta opinião ainda estamos longe de ter no mundo mac um aplicativo tão bom e estável como o Messeger da Micro$oft, Gostava muito do Pidgin mas após alguns desgostos e instabilidade em horas que necessitava agilidade e estabilidade abandonei o mesmo e passei a usar esse mensageiro que está em sua versão número 8 no mac OS X.
Messeger

28 – AppCleaner, aplicativo que nos ajuda na desisntalação de aplicativos no Mac OS X, desistala com eficiência qualquer app e suas dependências; diminuindo assima quantidade de “Lixo” em seu Mac após a desisntalação de aplicativos.
AppCleaner

Galera, esses são meus TOP aplicativos Ecencssiais. Me desculpem se não coloquei somente aplicativos opine source ou gratuitos… Desculpem também pelo tamanho do artigo, mas não poderia ser diferente…mas esses são os que realmente são ecenssiais a mim hoje.:D

Como Resetar "Recuperar" senha Mac OS X Leopard | Snow Leopard

Standard

E ai galera tudo tranquilo?
Hoje venho através deste salvar a vida dos SYSADMINs que assim  como eu têm patrões que por algum querem usar computadores e ficar imunes a vírus de computador…. Sempre que perguntado por esses partrões que computadores devem comprar eu respondo sem medo de errar…..
-Compre um MAC Sr.X,(além de MUITO fáceis para o usuário final, são mais raros os casos de contaminação com vírus de computador) tenho certeza que será muito útil a sua necessidade(isso se não precisar rodar uma aplicação em COBOL feita sob medida pra sua empresa… ainda sim o indico pois essa tal aplicação pode ser rodada através do TERMINAL SERVER).
Pessoal, não que nosso querido UBUNTU e FEDORA não dêm conta do recado e sejam de fácil uso mas, pessoas que conheceram computação lá por meados da década de 90 associam o nome LINUX a um mundo difícil e possível somente para NERDS….
Quem “vive”no mundo da informática sabe que ninguém está 100% seguro, especialmente usuários inexperientes e com pouco conhecimento de códigos e links  maliciosos….

Vamos ao que interessa… Muitas pessoas que por algum motivo perdem/esquecem as senhas de seus Mac’s não sabem como recuperar e as vezes levam em assistências que tbm por motivos desconhecidos ao invés de instruírem tais usuários a apenas resetar essas senhas, preferem dizer que é um trabalho custoso, demorado e que custará no mínimo R$100,00 (isso se você não precisar de fazer Backup)…. Hoje eu venho mostrar que de uma forma simples e rápida você mesmo poderá sem muito conhecimento recuperar sua senha no Mac OS X Leopard | Snow Leopard.

O que precisaremos?
-DVD Restore ou Retail do Mac OS X Leopard | Snow Leopard (Restore é o DVD que vem junto com seu Mac e que funciona somente com SEU mac), caso não possuia o DVD Restore podem comprar aqui, por essa “Fortuna” e dividido em 12X você adquirá um SO que lhe servirá não só para essa tarefa mas também para muitas outras que futuramente mostraremos aqui no app.

-5 minutos pra ler uma dica do Doooguinha aqui no APPUNIX

Nada mais…. é muito simples….
Primeiramente…. insira o DVD em seu Mac…
Mac_senha1

Ligue seu Mac, aqui para o appunix usamos um Macbook

Ligando MacBook

Agora, há 2 formas de iniciar pelo DVD do Leopard | Snow Leopard e chegar ao nosso objetivo…
1 – Precionando e segurando a tecla C durante o processo de ligamento do seu Mac (dessa forma entrará diretamente no processo de boot através do CD/DVD
Método 1

2 – Precionando e  segurando a tecla option/alt durante o processo de ligamento do seu Mac,
Método 2

Sendo a 2(segunda maneira) com a “Desvantagem” de ter mais uma etapa (escolher o item a ser “BOOTADO”)
Escolha Disco de Boot

Após Bootar pelo DVD do Mac OS X Leopard | Snow Leopard chegará a seguinte tela
Tela de Boot

Escolha o idioma desejado… Após algum tempo (cerca de 30 segundos) aparecerá o Menu Superior, vá até Utilitários, Redefinir Senha…
Redefenir Senha

Chegará até uma tela semelhante a essa
Tela Redefinir Senha

Se o Mac de vocês(seus Patrões e Clientes) tiverem apenas 1 usuário cadastrado ele já aparecerá como Default (padrão) para redefinição de senha, apenas siga a interface da janela que é muito intuitiva e simples… é simples, em meias palavras coloque a senha, confirme-a e coloque uma dica….
Redefinir Senha FInal

Na parte de baixo dessa janela, há um esquema de redefinir permissões de acessos a arquivos e diretórios… aconselhamos clicar em Redefinir… Após clicado mostrará um processo de redefinição… depois disso clique em Salvar. Mostrará.
Mac_senha10

Encerre o aplicativo de redefinição de senha
Encerra Aplicativo

Encerre o Instalador do Mac OS X Leopard | Snow Leopard
Encerra Instalador

Aparecerá uma janela de aviso dizendo “Basicamente” que você perderá acesso ao arquivo que armazena todas as senhas armazenadas em seu Mac o “KEYCHAIN ACCESS” (a menos que você tenha a sua antiga senha, o que devo pressupor que não tem), apesar ser um arquivo muito útil para por exemplo resgatar uma senha de uma rede sem fio que já usou, um site que dfez cadastro e não se lembra mais da senha… dentre outros….. mas não se preocupe será perguntado se deseja criar um novo arquivo.( Como você não tem a senha para desbloquear acesso ao arquivo de senhas “KEYCHAIN ACCESS” clique em Criar Novas Senhas…. siga os passos intuitivos ( como sempre) e pronto.
KeyChain

Mac_senha14

Pessoal Desculpem-me se não fui tão didático como em outros how-tos… mas acho que deu pra resolver “nosso”problema e economizar uma graninha com “ALTORIZADAS” fajutas que existem por ai. Qualquer dúvidas dê nos um feedback…. Estamos à disposição a responder qualquer dúvida… Só pra resaltar galera… esse procedimento também pode ser usado em Hackintosh’s… obedecendo-se as “Leis” dos Hackintosh’s que é a de usar CD Boot Correto pra suas respectivas Placas Mãe…. Bom Uso… 😀

Ganhando Espaço no Mac OS X Leopard | Snow Leopard utilizando Monolingual

Standard

Olá galera…
Hoje venho mostrar a vocês essa pequena GRANDE ferramenta cujo nome é Monolingual.
– Mas Doooguinha pra que raios vai servir uma ferramenta com o nome de Monolingual?
Meu caro, sabe aquele idioma que vc sabe que tem no seu Mac mas que você nunca usou e com certeza nunca usará… essa fantástica ferramenta da fim à aqueles idiomas estranhos (sem traumas)…… Monolingual é SHOW!!!

-Mas porque usar uma ferramenta com o nome de Monolingual  para remover Idiomas que não me encomodam?
Vou lhe falar a verdade… ja faz algum tempo que uso macbook e posso te falar com toda clareza do mundo…. algumas línguas como Holandês e Polonês são totalmente dispensáveis e, além do que um poquinho de espaço a mais para músicas, fotos e quaisquer outros arquivos é sempre bom…. Mas vamos ao que interessa…

Primeiramente façamos download do Aplicativo
Aqui

Após o termino do download o Monolingual se montará automaticamente e mostrará uma interface igual/parecida com essa

Monolingual_1

Monolingual_1

Clique no Ícone/Nome Monolingual e o arraste para a pasta Aplications

Monolingual_2

Monolingual_2

Após arrastá-lo para a pasta Aplications, vá até lá
Menu Superior Ir(Go), Aplitativos(Aplications)

Monolingual_3

Monolingual_3

Procure pelo Ícone/Nome Monolingual

Monolingual_4

Monolingual_4

Ao Abrir o Monolingual pela primeira vez será dado um alerta de segurança, clique em Abrir

Monolingual_5

Monolingual_5

A interface do Monolingual é bem intuitiva… Na primeira aba Languages, o programa pede para que selecionemos Idiomas que queremos remover do sistema…..
O Monolingual dá uma sugestão com algumas opções ja marcadas (caso queira pode aceitar a sugestão).

Monolingual_6

Monolingual_6

Na segunda guia do Monolingual temos o Input Menu (menu de entrada) que diz respeito ao Teclado, por sugestão do próprio aplicativo não selecionamos nada nessa guia…

Monolingual_7

Monolingual_7

Já na Última Guia do Monolingual temos a guia Architectures (Arquiteturas), se o seu Mac for um MacIntel deixe marcado como na figura pois não necessitamos de suporte a tais Arquiteturas em nosso Sistema.

Monolingual_8

Monolingual_8

Agora basta Clicar em Remove no canto inferior Direito do Monolingual

Monolinguallll

Monolingual

Aparecerá uma mensagem (em Inglês) de segurança dizendo :
“Você tem certeza que deseja remover esses idiomas?
Você não será capaz de restaurá-los sem reinstalar o Mac OS X.”(Tradução by Doooguinha)

Monolinguall_9

Monolingual_9

Clique em Continue
Como de praxe o Sistema pedirá sua senha… digite-a

Monolingual_10

Monolingual_10

Um pouco do processo

Monolingual_11

Monolingual_11

Agora tenham calma… pode ser que esse processo demore muito, no nosso caso demorou + ou – uns 5 minutos e removeu 165MB (só pra informação eu não removi nenhuma arquitetura em meu macbook) Em um MacBook Air de um amigo fiz o mesmo processo só que com a diferença de ter selecionado todas as arquitetura inúteis, consegui inacreditáveis 3,7GB de espaço…..
Tela FInal do Monolingual

Monolingual_12

Monolingual_12

Obrigado a todos. Continuem nos visitando,teremos sempre o how to didático e direto paa melhor servi-los. 😀

Alterar leitor de PDF padrão do Mac OS X Leopard | Snow Leopard

Standard
Olá galera…
Hoje Venho trazer a vocês um how to de como trocar o leitor de PDF padrão do Mac OS X, no nosso caso o tão usado e conhecido Adobe PDF Reader do mundo Window$ e Linux foi o Aplicativo escolhido.
Primeiro entre Aqui ou Aqui e baixe de acordo com seu Sistema/Hardware.
Primeiramente irei lhes mostrar que ao tentar abrir um PDF no Mac OS X, por padrão será aberto sem que utilize qualquer programa externo ao sistema…
Veja:
PDF_1

PDF_1

PDF_2

PDF_2

Reparem que abre-se com o leitor padrão do Mac OS X

Vamos ao How to…. Ao terminar de fazer o download do Adobe PDF Reader nos links acima, o mesmo montará automaticamente sua Unidade no sistema e lhe retornará a seguinte mensagem
PDF_3

PDF_3

Clique em Continuar e aparecerá
PDF_4

PDF_4

Novamente clique em Continuar
PDF_5

PDF_5

Clique em Instalar no canto inferior Direito,será solicitado sua senha
PDF_6

PDF_6

Processo de instalação
PDF_7

PDF_7

Sucesso na Instalação
PDF_8

PDF_8

Agora que já temos nosso “NOVO” leitor de PDF instalado, vá até algum arquivo .PDF que queira abrir, clique com o botão direito do mouse e vá em Obter Informações
PDF_9

PDF_9

Sugirá a tela
PDF_10

PDF_10

Vocês podem ver que na guia Abrir com vemos que o padrão é Pré-Visualização
Clique nessa setinha
PDF

PDF

Clique em outro
PDF_11

PDF_11

Procure a pasta Adobe Reader 9
PDF_12

PDF_12

Dê um duplo clique na Pasta e verá
PDF_13

PDF_13

Clique em Adicionar
Voltando a tela de Informações veremos na Guia Abrir com
PDF_14

PDF_14

Clique em Alterar Tudo… O sistema Retornará
PDF_15

PDF_15

Ok galera agora já mudamos o programa padrão para abrir arquivos PDF, como é a primeira vez que estamos executando o Adobe Reader PDF o Sistema retornará algumas mensagem (por motivo de segurança)
Na Primeira mensagem clique em Abrir
PDF_16

PDF_16

Nessa seguinte tela vemos a Licença de Uso do Aplicativo
PDF_17

PDF_17

Será solicitada sua senha
PDF_18

PDF_18

O Aplicativo oferecerá a Opção de Instalar um plugin de AdobePDFViewer para o Safari faça como desejar e clique em Continuar
PDF_19

PDF_19

Agora já temos o nosso .PDF aberto no Adobe PDF Reader
PDF_20

PDF_20

Para encerrar o Aplicativo vá até o Dock clique com o botão direito do mouse no Ícone do Adobe Reader e selecione Encerrar…
PDF_21

PDF_21

É isso ai galera… esse foi um how to pra galera que já está muito acostumada como leitor de PDF da Adobe ou então não gosta do leitor padrão de PDF do Mac OS X.
Obrigado a todos pela visita. 😀

Esvaziar Lixeira (Trash) a força Mac OS X Leopard | Snow Leopard

Standard

Olá galera…

Vou contar um historinha pra vocês antes do nosso how to de hoje…. Já faz algum tempo faço backup periódicos de todo conteúdos de meus computadores pra 1 HD externo(é sempre bom prevenir), nunca tive nenhum problema em conectá-lo ao Mac e ao Linux ( digo, sempre exclui arquivos, adicionei arquivos… etc), so que esse dias me deparei com um  problema ao tentar esvaziar a Lixeira (Trash) do Mac, o Sistema me retornou a seguinte  mensagem “A operação não pode ser concluída porque você não tem permissão pra acessar alguns dos itens”… achei que fossem “permissões”

Mensagem

Mensagem_Lixeira

Logo pensei, “São Permissões”. Utilizei o Utilitario de Disco para reparar as premissões do Disco… mas não funcionou… fui no terminal e dei permissão TOTAL para a minha .Trash… (chmod 777 /Users/doooguinhamoura/.Trash “nunca façam isso em seus Sitemas” :()

Ainda sim nada resolveu…. Uma luz se acendeu…. Meu tio entra no Messeger… (sempre digo, ele é o cara no mundo Mac)

Expliquei a ele meu problema e o mesmo me ENSINOU como fazer….. Agora repasso essa dica muito massa pra vocês.

Vá até o Menu Ir(Go), Utilitários(Utilities)

Menu_utilitarios

Menu_utilitarios

Dentro de Utilitários (Utilities) procure pelo Nome/Ícone Terminal

Terminal_Utilitarios

Terminal_Utilitarios

Já no Terminal entre como root (o cara, o superusuário), com o comando su – e digite sua senha

Terminal_Senha

Terminal_Senha

Como root entre com o comando chflags -R nouchg (com espaço no final)

Esqueça momentaneamente o Terminal, Abra a Lixeira (trash)

Abrir_Lixeira

Abrir_Lixeira

Verá o Conteudo

Lixeira

Lixeira

Deixe a Lixeira (Trash) e o Terminal abertos lado a lado

Terminal_Lixeira

Terminal_Lixeira

Como nosso terminal já está aberto e com o comando chflags -R nouchg (espaço no final ), agora basta arrastar todo o conteúdo da lixeira pra dentro do Terminal, verá algo parecido com isso:

Terminal

Terminal

Aperte enter /return

Aparentemente nada acontece mas, vá agora até a Lixeira(Trash) no canto inferior Direito da Tela do seu Mac e tente esvaziá-la novamente…

Esvazia_0

Esvazia_0

Além de não reportar nenhuma mensagem você pode conferir no Ícone da Lixeira (Trash)  vazia no Dock

Vazia

Vazia

Foi isso galera… Tive muita dificuldade mas com a ajuda do meu tio pude ajudar a todos com o mesmo problema…. outro relevante para esse how to foi não ter encontrado nada de muito esclarecedor no pai Google pelo termo “Esvaziar lixeira a força no Mac”…

Obrigado a todos 😀

Como criar uma VM_Máquina Virtual Linux Ubuntu no Mac OS X Snow Leopard

Standard

Olá galera, hoje vou ensina a vocês como criar um ambiente de testes e estudos Linux no seu Mac, para ser mais direto iremos usar a FANTÁSTICA Distribuição da Canonical, o UBUNTU LINUX 10.04.  Em outras palavras ensinarei como criar uma VM (linguajar popular para Máquina Virtual – Virtual Machine) com VIRTUAL BOX da Oracle(Antes era da SUN) no Mac OS X Snow Leopard.

Após baixar o VIRTUAL BOX aqui. Que além de muito bom é totalmente Free.

Dê um Duplo claque no mesmo para montar o .DMG…

Aparecerá a seguinte tela

Tela_Instalacao

Tela_Instalacao

Dê um duplo claque em VirtualBox.mpkg o que voltará a seguinte mensagem

Tela_Instalacao2

Tela_Instalacao2

Clique em Continuar

Aparecerá outra tela assim

Tela_Instalacao3

Tela_Instalacao3

Clique novamente em continuar

Agora aparecerá a tela contendo a Licença de Uso do programa

Tela_Instalacao4

Tela_Instalacao4

Clicando em continuar o programa perguntará se vc concorda com a Licença de Uso, clique em AGREE (Se quiser prosseguir com a instalação :D)

Tela-Instalacao5

Tela-Instalacao5

Depois dos blablablas de licença (brincadeira são muito importantes as licenças de todos softwares), chegamos ao ponto de escolher o local da instalação, nós do appunix recomendamos deixar o local padrão

Tela_instalacao6

Tela_instalacao6

Clicando em Instalar no canto inferior Direito,você será solicitado a entrar com sua senha

Tela_Instalacao7

Tela_Instalacao7

Depois de colocar a senha o processo de instalação seguirá normalmente até uma tela igual a essa

Tela_Instalacao8

Tela_Instalacao8

Agora vamos iniciar nossa VM para instalação do sistema desejado,em nosso caso Ubuntu 10.04 LTS. No Menu Superior do seu Mac vá ate o Menu Ir (Go) -> Aplicativos (Aplications)

Tela_9

Dentro da pasta Alicativos (Aplications) procure pelo Nome/Icone VIrtualBox

Tela_10

Tela_10

Dê um duplo clique e aparecerá a seguinte interface

Interface_Virtual

Interface_Virtual

Agora vamos criar um nova VM (Virtual Machine – Máquina Virtual)

Clique em NOVO no canto superior esquerdo

Botao_Novo

Botao_Novo

O programa te dará boas vindas

Nova_VM

Nova_VM

Clique em Continuar

Nessa próxima tela o Virtual BOX  pedirá um NOME para a VM (Virtual Machine – Máquina Virtual) e o SISTEMA OPERACIONAL que será instalado em nossa VM, no nosso caso a VM se chama AppUnix e a o SISTEMA OPERACIONAL é o Linux Ubuntu

Nova_VM1

Nova_VM1

Agora é hora de determinar quanto de memória RAM da sua maquina irá para a VM (Virtual Machine – Máquina Virtual), em nosso caso como temos uma máquina modesta com apenas 2GB de RAM colocamos 512MB para a VM (Virtual Machine – Máquina Virtual), o que se mostrou suficiente para nossas necessidades nessa VM.

Memoria_VM

Memoria_VM

Agora devemos determinar configurações para o HD da nossa VM (Virtual Machine – Máquina Virtual), no nosso caso resolvemos criar um novo disco (se você é iniciante recomendamos que faça o mesmo)

HD_VM

HD_VM

Ele dá boas vindas ao utilitário de criação de Discos Rígidos Virtuais

HD_VM2

HD_VM2

Clique em Continue, você receberá a seguinte Tela

HD_VM3

HD_VM3

Opatamos por um disco de tamanho Fixo, mas vc pode usar Armazenamento Expandido Dinânmico que, é um disco inicialmente montado com o menor espaço possível necessário para a instalação do sistema e expandido dinamicamente de acordo com a necessidade do usuário mas sem a necessidade de configuração manual(A expansão é feita sem intervenção do usuário, quase que imperceptível ao usuário)

Na Etapa seguinte precisamos delimitar o tamanho desejado para o HD (no nosso caso é 8GB)

HD_VM4

HD_VM4

Clique em Continue no canto inferior Direito.Aparecerá um resumo com o Tipo, Localização e Tamanho do Disco

HD_VM5

HD_VM5

Clique em Done para prosseguir com a criação do nosso DISCO VIRTUAL

Segue Screenshot processo de criação do Disco

HD_VM6

HD_VM6

Após terminado o processo de Criação do DIsco veremos

Execucao_1

Execucao_1

Dê um Continue

No passo seguinte será pedido a Origem do disco de Instalação

Execucao_2

Execucao_2

Você pode usar um CD/DVD comum ou uma imagem de disco .ISO (recomendamos .ISO pela velocidade proporcionada pelo mesmo)

No nosso caso usamos uma .ISO, então teremos que clicar na pastinha para mostrar ao Virtual BOX onde se encontra nossa .ISO

Execucao

Execucao

Chegaremos a seguinte tela

Execucao_3

Execucao_3

Clique em Adicionar no canto superior esquerdo

Execucaoo

Execucaoo

Vá até onde está salva sua .ISO selecione-a e claque em Abrir no canto inferior Direito

EXEcucao_4

EXEcucao_4

Ficará a tela seguinte desa forma

Execucao_5

Execucao_5

Clique em Selecionar no canto inferior direito

Execucaoooo

Execucaoooo

Na Tela Seguinte clique em Continue

Execucao_6

Execucao_6

O mesmo dará um resumo do seu tipo de disco de instalação (nosso caso uma .ISO)

Execucao_7

Execucao_7

O VirtualBOX dará uma mensagem assim

Aviso

Aviso

De OK para continuar a instalação.

A máquina será reiniciada tomando como boot a sua .ISO ou CD/DVD escolhido nos passo anteriores

Nossa primeira tela de Instalação ficou assim

VM_1

VM_1

A partir de agora começamos de verdade nossa VM (Virtual Machine – Máquina Virtual) Clique em Instalar Ubuntu 10.04 LTS

Chegaremos agora à tela de escolha de Local onde vc se está (Fuso Horário)

VM_2

VM_2

Agora teremos que configurar o layout do teclado…. Em nosso teste foi usado um Macbook White 2009 e o layout é USA-USA internacional como na imagem

VM_3

VM_3

Chegamos na escolha do disco, faça como na imagem abaixo

VM_4

VM_4

O utlilitario pedirá seu nome e uma senha(nunca esqueça sua senha)

VM_5

VM_5

O Utilitário lhe mostrará um resumo de tudo que foi defenido anteriormente sobre a instalação

Resumo_Instalacao

Resumo_Instalacao

Seguem alguns SCREENS do processo de Instalação

Instalacao_VM1

Instalacao_VM1

Instalacao_VM2

Instalacao_VM2

Instalacao_VM2

Instalacao_VM2

Ao chegar nessa Tela

Instalacao_VM7

Instalacao_VM7

Peça para reiniciar, você recebera uma imagem semelhante a essa

Instalacao_VM8

Instalacao_VM8

Onde o Utilitário pede para que você tire o disco de instalação. Caso esteja utilizando uma .ISO como nós do app, basta CLICAR no Ícone CD

Tirar_ISO

Tirar_ISO

E depois clicar na .ISO marcada pra desmarcar

Tirar_ISO2

Tirar_ISO2

Feito isso,você não corre o risco de entrar no processo de instalação novamente.

Doooguinha como faço para iniciar minha VM (Virtual Machine – Máquina Virtual)?

Vá até o Menu Ir(Go)-> Aplicativos(Aplications)

Tela_9

Tela_9

Dentro da pasta Alicativos (Aolications) procure pelo Nome/Icone VIrtualBox

Tela_10

Tela_10

Após aberto o Virtual BOX voltará a seguinte interface

Iniciar_VM

Iniciar_VM

Do lado esquerdo marque a VM (Virtual Machine – Máquina Vrtual) que quer iniciar e clique em Iniciar no painel superior do programa

Iniciar_VMm

Iniciar_VMm

Vejamos agora o resultado de todo nosso esforço

VM_pronta1

VM_pronta1

VM_pronta2

VM_pronta2

VM_pronta3

VM_pronta3

É isso ai galera, agora vocês têm um ambiente de teste e estudos Pronto e totalmente isolado do Sistema Operacional, onde não haverá problemas em executar qualquer comando ou rotina arriscada, qualquer coisa que aconteça na VM (Virtual Machine – Máquina Vitual) não afetará o Sistema Operacional. Obrigado a todos pela visita. 😀