localhost.localdomain.com CPANEL criando ou deletando contas

Standard

Se ao criar ou deletar uma conta no CPANEL você está recebendo a mensagem new account on localhost.localdomain.com, se já colocou entrada A e ajustou todo dns do servidor e ainda recebe esse tipo de erro, no problem, é simples de se resolver.

Entre no arquivo /etc/wwwacct.conf e no final dele mude de localhost.localdomain.com para meuhostname.domíniodoservidor.com.br

Pronto!

🙂

localhost did not have any working mirrors. Please check your internet connection or dns server. at /usr/local/cpanel/Cpanel/HttpRequest.pm line 596.

Standard

Se toda vez que você tenta rodar o EASYAPACHE esse erro é exibido, nada de pânico, existem 2 coisas a serem verificadas ( erro é localhost did not have any working mirrors. Please check your internet connection or dns server. at /usr/local/cpanel/Cpanel/HttpRequest.pm line 596. ):

Vá no /etc/resolv.conf e adicione isto no começo do arquivo:

nameserver 8.8.8.8

nameserver 8.8.4.4

Ambos são dns da GOOGLE.
Tente novamente, se não rodar é por que seu arquivo /etc/hosts tem uma entrada de ip inválida ou um host inválido para o nome do seu servidor, quando na verdade deve ficar como loopback, veja um exemplo de COMO deveria ser o seu /etc/hosts:

127.0.0.1               localhost localhost.localdomain
ip.da.internet.publico          hostname.domeudomínio.com.br hostname

 

CPANEL ERROR with rpm_check_debug vs depsolve: libcups.so.2()(64bit) is needed by gtk2-2.18.9-10.el6.x86_64

Standard

Se o erro que surge para você, ao usar o YUM é este:

ERROR with rpm_check_debug vs depsolve:

libcups.so.2()(64bit) is needed by gtk2-2.18.9-10.el6.x86_64… (onde … são inúmeros erros), se estiver usando CENTOS é por que os pacotes gtk estão colidindo.
Para sanar seu YUM (isso eu recomendo SOMENTE em servidores que não precisamos de tais pacotes), procure por /etc/yum.conf, dentro dele, na parte inicial tem o exclude, depois de apache* coloque gtk* (seguindo o ritmo de espaços entre regras de exclusão de pacotes a não sofrerem alterações).

Depois disso, yum update -y

Como extrair arquivos .RAR no CENTOS?

Standard

É bem verdade que o CentOS tem tudo que o Red Hat tem + um grande apoio da comunidade, mas tente abrir um arquivo .rar via console para você ver o que é bom para tosse 😛

Brincadeiras a parte, não é uma falha da distribuição em si, tampouco repositórios ruins, muito pelo contrário, como a idéia maior de compactação gira em torno de .zip, .tar, .tar.gz a maior parte das distribuições vêm dispostas a encarar facilmente tais formatos. Bem, se queremos abrir o .RAR no Centos teremos de fazer uma coisa, instalar o pacote de arquivos para trabalhar com formato .rar, “vamo simbora”?

Se o RedHat for 6 e for 64 bits rode como root:

rpm -Uhv http://apt.sw.be/redhat/el6/en/x86_64/rpmforge/RPMS/unrar-3.9.10-1.el6.rf.x86_64.rpm

Se precisar de outro rpm do unrar em detrimento de versões do centos ou mesmo por estar usando outra distribuição veja o link:

http://pkgs.org/centos-6-rhel-6/repoforge-x86_64/unrar-3.9.10-1.el6.rf.x86_64.rpm.html

Instalando este pacote há uma pequena lógica no comando, explico logo abaixo:

unrar e nomedoarquivo.rar

O comando acima extrai o arquivo na pasta atual onde ele está.

unrar l nomedoarquivo.rar

O comando acima lista o que tem dentro do arquivo compactado.

unrar t nomedoarquivo.rar

O comando acima checa a integridade do arquivo compactado.

Bom pessoALL, em resumo é isto ;).

Abraços e bom trabalho + final de semana show de bola!

Failed loading /usr/lib/php/modules/php_ioncube_loader_lin_5.1.so: /usr/lib/php/modules/php_ioncube_loader_lin_5.1.so: cannot restore segment prot after reloc: Permission denied

Standard

Depois de instalar tudo em seu servidor Centos (falo de ambiente lamp2 no centos), ao instalar o ioncube você percebe a mensagem de erro:

Failed loading /usr/lib/php/modules/php_ioncube_loader_lin_5.1.so:  /usr/lib/php/modules/php_ioncube_loader_lin_5.1.so: cannot restore segment prot after reloc: Permission denied

Calma, nem você é do mal e nem seu servidor, isso ocorre por que o SELinux está monitorando as coisas, permissões e etc, teremos de desativar o danado :(,

Para desativarmos o SELINUX devemos seguir os passos abaixo:

vim

/etc/sysconfig/selinux
Dentro deste arquivos devemos mudar a linha
SELINUX=permissive (ou enforcing) para:
SELINUX=disabled

Após, basta dar um reboot do dragão e ver que o problema foi sanado :D.

Fórum de discussão sobre Linux, Hackintosh, Android e off-toppics BR

Standard

Olá, Geeks do globo infinito de TI, estamos lançando o fórum no site para que você possa tirar suas dúvidas de maneira mais simples.
Decidimos liberar o fórum de discussão para evitar que comentários (finalidade de críticas, elogios e sugestões) não viessem a virar canal de dúvidas e respostas, decidimos centralizar tudo em categorias bem definidas, aonde haverão espaços para sanar dúvidas das seguintes áreas:

– Hackintosh,

– Google Android,

– Linux,

– Classificados e Off-toppics.

 

Ali será mais simples de trabalhar com a comunidade, aonde perguntas e respostas poderão ser respondidos pela própria comunidade.

Nossa política de validação de contas utiliza validação de registros manuais, para evitar robots imundos.

 

Para conferir acessem:

http://forum.appunix.com.br 

Playing error : Sua instalação do GStreamer está com um plug-in faltando. at /usr/bin/../share/gmusicbrowser/gmusicbrowser_gstreamer-0.10.pm line 135.

Standard

Se essa é a mensagem de erro ao tentar tocar um arquivo MP3 junto ao seu Ubuntu/Xubuntu/Kubuntu, não chore e nem desanime, na verdade o que está rolando é a falta de plugins para stream de audio.
Para sanar isto basta abrir seu terminal e digitar:

sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras -y

Serão baixados mais de 100mb de plugins, mas tudo bacana (mp3, flash, mp4, avi e etc…).

Depois disso é só alegria.

Abraços a todos ;P

Como atualizar seu OpenSuse 11.4 para 12.1 sem problemas.

Standard

Bom pessoal, antemão queremos ressaltar que o procedimento é rápido (só depende do seu link de internet) e simples de proceder. Bora simbora?

Vamos analisar os repositórios ativos (no meu caso tinham MUUUUUUUUUUUUUUUUUITOS, abaixo seguem somente os default), para isso use o comando:

zypper repos –uri

A resposta deverá ser:

# | Alias                            | Name                             | Enabled | Refresh | URI
--+----------------------------------+----------------------------------+---------+---------+------------------------------------------------------------------------------------------------
1 | Updates-for-openSUSE-11.4-11.4-0 | Updates for openSUSE 11.4 11.4-0 | Yes     | Yes     | http://download.opensuse.org/update/11.4/
2 | openSUSE-11.4-11.4-0             | openSUSE-11.4-11.4-0             | Yes     | No      | cd:///?devices=/dev/disk/by-id/ata-VMware_Virtual_IDE_CDROM_Drive_10000000000000000001,/dev/sr0
3 | repo-debug                       | openSUSE-11.4-Debug              | No      | Yes     | http://download.opensuse.org/debug/distribution/11.4/repo/oss/
4 | repo-debug-update                | openSUSE-11.4-Update-Debug       | No      | Yes     | http://download.opensuse.org/debug/update/11.4/
5 | repo-non-oss                     | openSUSE-11.4-Non-Oss            | Yes     | Yes     | http://download.opensuse.org/distribution/11.4/repo/non-oss/
6 | repo-oss                         | openSUSE-11.4-Oss                | Yes     | Yes     | http://download.opensuse.org/distribution/11.4/repo/oss/
7 | repo-source                      | openSUSE-11.4-Source             | No      | Yes     | http://download.opensuse.org/source/distribution/11.4/repo/oss/

Vamos ativar o repositório updates for opensuse 11.4 11.4-0 com o seguinte comando:

zypper modifyrepo –enable Updates-for-openSUSE-11.4-11.4-0

Logo em seguida, validar o repositório (URI):

zypper addrepo –check –name ‘openSUSE-11.4-Update’ http://download.opensuse.org/update/11.4/ repo-update

Hora de deixar tudo novinho antes da upgrade:

zypper refresh

zypper update

 

Depois que tudo estiver atualizado na atual versão deveremos fazer o seguinte:

zypper modifyrepo –all –disable

Isso vai desativar tudo quanto for repositório antigo (11.4).

Hora de ativar todos os repositórios novos:

zypper addrepo –name “openSUSE-12.1 OSS” http://download.opensuse.org/distribution/12.1/repo/oss/ repo-12.1-oss
zypper addrepo –name “openSUSE-12.1 Non-OSS” http://download.opensuse.org/distribution/12.1/repo/non-oss/ repo-12.1-non-oss
zypper addrepo –name “openSUSE-12.1 Updates” http://download.opensuse.org/update/12.1/ repo-12.1-update

Hora do FATALITY:

zypper ref

zypper dup

 

Depois disto dê reboot (no console mesmo):

reboot

 

Quando inicializar já virá com gnome-shell.
Aqui está ok (brilho, som), mas a wifi foi para o espaço.
Iremos fazer um artigo com a correção.

Lançado novo Linux Mint 12 (RC1)

Standard

Veja nota:

The first release candidate for Mint 12, an Ubuntu-based distribution with a choice between a highly customised GNOME 3 and MATE (a fork of GNOME 2) desktops, is out and ready for testing: “The team is proud to announce the release of Linux Mint 12 ‘Lisa’ RC. Linux Mint 12 is a new step forward, using new technologies and a brand new desktop, built with GNOME 3 and Mint GNOME Shell Extensions (MGSE). MGSE is a desktop layer on top of GNOME 3 that makes it possible to use GNOME 3 in a traditional way. You can disable all components within MGSE to get a pure GNOME 3 experience, or you can enable all of them to get a GNOME 3 desktop that is similar to what you’ve been using before. The main features in MGSE are: the bottom panel, the application menu, the window list, a task-centric desktop (i.e. you switch between windows, not applications), visible system tray icons.” Read the release announcement and check out the what’s new page for more detailed information and screenshots. Download (SHA256): linuxmint-12-gnome-dvd-32bit-rc.iso (1,025MB, torrent), linuxmint-12-gnome-dvd-64bit-rc.iso (1,014MB, torrent).

Código Fonte do Android 4 será liberado antes do fim do ano

Standard

Bem, temos percebido que muitos leitores já estão buscando no Google o termo instalando android 4 no milestone 2 ou coisa do tipo (mudando somente o smartphone), só que, não é correto correr atrás dessas instalações agora, pois o Google Android 4 ainda nem foi liberado (source) aos desenvolvedores. Segundo noticiado (pelo Notícias Linux e H-Online) brevemente veremos o código fonte disponível. Há poucos dias falamos sobre especulações de que hardware conseguirá rodar o android 4 (requerimentos mínimos para rodar android 4). Esperamos que os geeks do MIUI e CyanogenMod toquem no fonte e façam algum milagre para dar mais vida ainda aos nossos smartphones. (como já têm feito)

Fonte: http://www.h-online.com/open/news/item/Andy-Rubin-Android-4-0-to-be-open-sourced-by-year-end-1363994.html

Quais os recursos necessários para rodar Google Android 4.0 "Ice Cream Sandwich"

Standard

Oficialmente, até a data de hoje a Google não divulgou quais os requerimentos mínimos para se ter o Android 4.0 cujo codenome é Ice Cream rodando de forma estável para o público web como nós (eu, tu e o app… rsrsrs) , porém, segundo fontes internacionais, há uma informação abstante animadora para usuários do android, o hardware necessário não será tão potente assim em vista do breve lançamento, o que chega a ser curioso.

Vamos aos requerimentos mínimos para rodar?

1 – Processador com 1ghz,

2 – 512 mb de ram,

3 – GPU (indefinida).

Esta informação veio de uma nota de releases da Sony, a mesma falou que seus smartphones de alto desempenho (x10 Arc, por exemplo) vão receber a atualização sem problemas. Da linha Xperia, acreditamos que somente os que tem hardware menor que os dados passados acima não receberão a update,  segundo a Sony detalhou sobre o android 4.0.

Ao que parece, tudo indica que em termos de hardware todos que possuem: Motorola Milestone 2, Motorola Defy, Motorola Atrix, Droid 2, Galaxy i9000, Sony X10 ou superiores receberão o update tranquilamente. (aparentemente vão rodar)

Segundo a mesma fonte, baseado na aparelhagem, o Xperia Arc possui um hardware não muito potente (referimos-nos aos mais potentes do mercado) assim como uma GPU “não muito poderosa” (nos referimos ao nível máximo do mercado atual), ou seja, no caso do Milestone 2, a GPU é OMAP 3620, que já trás bons jogos e bom nível de captura. Ao que parece, talvez seremos contemplados com esta glória sim!

No caso do Sony Xperia Arc, sua GPU é Adreno 205 (não é a mais potente do mercado, mas anda bem), mas foi confirmado que roda, presumimos que rodará nos aparelhos que citamos. (nem que seja com lag, por favor GOOGLE!)

A nota vem do site SOMobile, que coloca a notícia na Íntegra neste link -> http://www.somobile.co.uk/news/2011/09/08/sony-ericsson-current-gen-xperia-phones-will-get-android-4-0/#

Estamos torcendo para que a informação venha cair como luva nas mãos dos donos de Smartphones com 1ghz de clock, pois será maravilhoso dar vida aos “antigs smartphones”.
Abraços a todos e qualquer sujestão/suspeita usem os comentários e iremos atualizar o texto de acordo com a relevância dos comentários.

Para quem quer acompanhar as GPUS dos smartphones mais conhecidos acessem: http://en.wikipedia.org/wiki/Comparison_of_Android_devices

 

 

Como restaurar meu Milestone 2 – Procedimentos para corrigir ou aplicar osreload de rom ORIGINAL do Motorola m2

Standard

Pessoal, tenho percebido que muitas pessoas infelizmente não estão seguindo todos os passos de como atualizar o milestone 2 para android gingerbread 2.3.7 (CM7) e isso resulta em travamentos, bootsplash travado (ou logo do android ou logo da motorola)!

Este how to destina-se a pessoas que querem colocar a rom inicial do milestone 2 em seu aparelho (original e arcaica).

Os passos a seguir são simples, funcionam e NÃO tapam buracos, mas servem para voltar atrás quando se tem problemas nas instalações/updates.

 

ESTE ARTIGO ESTÁ DIVIDIDO EM 2 SESSÕES:

1 – COMO INSTALAR A ROM ORIGINAL DO MILESTONE 2 (FROYO 2.2)

2 – PROCEDIMENTOS PARA REPARAÇÃO DE UMA PÓS UPGRADE DO MILESTONE 2 COM PROBLEMAS DE BOOT OU OPERAÇÃO DO SISTEMA

 

COMO INSTALAR A ROM ORIGINAL DO MILESTONE 2 (FROYO 2.2)

 

Primeira coisa que precisaremos ter são os arquivos para baixar (TODOS são necessários):

RSD LITE 4.9 -> http://dl.dropbox.com/u/17545709/RSD%20Lite%20v4.9.zip (6,76mb)

Drive Oficial da Motorola -> http://dl.dropbox.com/u/17545709/USB_Drivers_bit_4.8.0.rar (8,2mb)

ROM Oficial do Motorola Milestone 2 FROYO -> http://dl.dropbox.com/u/17545709/SBFFROYOOFICIALMILESTONE2.rar (304 mb)

Antes de tudo, se você tem amor por sua vida TENHA EM MENTE QUE PRECISARÁ DE ESPAÇO SOBRANDO EM SEU APARELHO, pois muitos caras respondem aos artigos como se fossem autoridade máxima, só que esquecem que o procedimento exige uma coisa muito simples/trivial, e o pior, natural a todos -> ESPAÇO!

Para o caso de dar flash e voltar para rom da motorola (um lixo, saba-se disso), não necessitará de espaço, mas para atualizar o milestone 2 para gingerbread aí sim necessitará de espaço bem bacana.

 

PASSOS PARA O FLASH ROM – COLOCAR ANDROID FROYO 2.2 NO MILESTONE 2

De posse dos arquivos faça o seguinte:

– Instale o Drive da Motorola assim como o RSD Lite 4.9.

– Extraia o arquivo .RAR da SBF que passamos o link (304 mb).

– NO Milestone 2 vá no menu de configurações -> Aplicativos -> Desenvolvimento e ative o Modo De Depuração do USB.

– Conecte seu Milestone 2 ao computador através da USB.

– Assim que o Windows pesquisar pelo drive do A953 (milestone 2), assim que ele achar, abra o RSD Lite 4.9 e procure pelo modelo A953 (milestone 2).

– No RSD Lite 4.9 selecione o arquivo que baixou (a besteirinha de 304 mb), e depois clique no botão de start.

O pau vai comer por uns 10 minutos.
Se o RSD LITE perguntar sobre conectar ao aparelho manualmente diga que NÃO.

Assim que o aparelho for completamente processado, o RSD Lite vai exibir a seguinte mensagem:

Finished and PASS
Feito isto tudo estará ok.

 

Pontos importantes:

1 – DEIXE a bateria do celular com pelo menos 80% (recomendo que carregue tudo),

2 – Dar restore Factory ANTES e DEPOIS é recomendado antes do procedimento,

3 – Depois desse “clean” o android market vai estar acessível/funcional para você sem qualquer problema.

 

 

PROCEDIMENTOS PARA REPARAÇÃO DE UMA PÓS UPGRADE DO MILESTONE 2 COM PROBLEMAS DE BOOT OU MÁ OPERAÇÃO DO SISTEMA

 

Se você tem percebido um mau funcionamento do  seu Milestone 2 após ter instalado uma rom/sbf faça o seguinte procedimento:

Desligue seu aparelho, e em seguida ligue-o mantendo pressionada a tecla X.  Assim que for exibido o triângulo pressione a tecla @ (arroba).  Depois faça o procedimento de Wipe data e tudo deverá funcionar. (isto provavelmente pode ocorrer depois de voltar para rom original [ECA] )

 

Caso não funcione existem outros procedimentos a fazer:

Reiniciar o celular, pressionar “vol -” (botão de diminuir o volume do aparelho – fica localizado ao lado do aparelho) no momento da inicialização do aparelho (que abre o menu), fazer o procedimento de wipe/factory reset, depois aplicar o zip, em seguida wipe data/factory reset, Wipe Dalvik Cache, e Wipe Baterry Stats, após restart ele dará boot corretamente. (é aqui que muitos estão se ferrando, pois no momento de aplicar a rom 2.3.7 no milestone 2 o pessoal não está fazendo tais procedimentos [wipe])
Se você está percebendo a luz vermelha no canto direito do aparelho (fica normalmente com uma luz verde ou durante o boot uma leve aparição da cor azul) deverá fazer o seguinte procedimento:
Reinicie o aparelho, daí segurando o botão Power ( botão ligar) e o X do teclado vai aparecer o android com um ponto de exclamação ”!” aperte @ no teclado agora escolha “wipe data/factory reset” e por ultimo “reboot system now” agora seu Milestone 2 vai funcionar normalmente.

Se o boot travar siga os passos:

ligue novamente porém segurando o botão “Power” (o botão de ligar) e a “seta para cima” do teclado, a tela vai ficar toda preta, bastando que você solte a tecla e logo em seguida já estará na tela de bootload.

 

ATENÇÃO:

 

SE você gastou a bateria toda, vai ter que conseguir emprestado de alguem ou carregar no aparelho de alguem.
SE o sistema base estver ok ai você faz esse processo todo acima e depois restaura se quiser.
SE o sistema base estiver corrompido você acaba de ferrar seu aparelho, quando aconteceu a primeira vez comigo eu dei sorte de ainda estar na garantia(não diga que tentou instalar uma rom pois não cobre a garantia) e arrumaram em dois dias.
DICAS DO USER hokahey ->
http://www.androidz.com.br/forum/topic/9255-tutorial-rom-cyanogenmod-7-android-237/page__st__40__p__75998#entry75998

 

—————–

 

OS PASSOS ABAIXO FORÇAM A DETECÇÃO DO SEU SMARTPHONE MILESTONE 2 VIA USB JUNTO AO RSDLITE:

1 – Desligue seu telefone.
2 – Aperte e segure o botão de abaixar volume e câmera e ligue o telefone. Continue segurando o botão de abaixar volume/câmera mesmo apos ligado.
3 – Irá aparecer uma escrito BootLoader (xx.xx), se não aparecer repita o passo anterior.
4 – Conecte seu cabo USB no telefone e aguarde a instalação dos drivers.

Use of uninitialized value in string ne at /usr/sbin/ddclient line 1973.

Standard

Se você está usando DEBIAN-BASED (mind/debian/ubuntu) e toda vez que roda o comando ddclient ele apresenta erro SEUS PROBLEMAS “SE ACABARAM-SE”!

Para sanar, como root faça o seguinte:

rm -rf /var/cache/ddclient/ddclient.cache

Depois rode o comando ddclient, a saída vai ser algo semelhante a:
SUCCESS:  updating SEUHOST.ALGUMACOISAg: good: IP address set to IPDASUAINTERFACEWEB

 

Abraços galera

Como fazer o CENTOS iniciar em modo texto

Standard

Fala galera, tudo na paz?

Ontem tivemos aula Linux na faculdade… confesso que já estava até com saudades desse pinguim, mas como Mac OS tomou conta de 100% do espaço sobre meu veículos computacionais…. confesso também que tenho passado grande parte do meu tempo de frente a um maravilhoso Mac OS X Snow Leopard ou em frente ao Lion….. mas vamos ao que interessa, estávamos estudando sobre os tipos de init (níveis) do kernel/sistema linux pode ficar….

O pessoal da faculdade utiliza Red Hat como distribuição mas como odeio maior parte dos sistemas proprietários, resolvi com apoio do professor utilizar CENTOS… essa fantástica distribuição Linux que manda no mundo na tangente servidores WEB….. Peca apenas por não ter uma empresa para coordenar seu desenvolvimento, mas que pode ser bem visto pelo fato de que quando esse comunidade Linda Linux mete a mão tudo sai muito mais rápido e eficaz do que se estivesse nas mãos de uma única empresa….. Deixando de lorota, vou ensinar a vocês como colocar seu CENTOS para iniciar direto em modo texto….. primeiramente conheça os níveis de init

init0 ————> esse ó o sistema totalmente desligado

init1 ————> Mono usuário… em uma linguagem mais burro, é o modo Seguro do Window$, em uma linguagem mais inteligente é o modo de reparação do sistema

init2 ————> é Modo também Mono Usuário mas sem os recursos de Rede

init3 ————> Modo Multi-Usuário sem X (sem modo gráfico) e esse é o cara que queremos colocar como padrão de inicialização do nosso Pinguim

init4 ————> Se alguém souber me fale pois não sei… ou seja.. não serve pra nada

init5 ————> Esse é o nogento, ele inicia com X… todo bonitão…. vai levar pau

init6 ————> Modo Reinicialização, sistema reiniciando….. faz looping

Só pra constar galera, o init é o responsável pelo carregamento de todo o processo de  configuração de módulos ligados ao kernel, nisso incluindo a montagem de sistemas de arquivos e início dos serviços de rede, sem falar na execução de todos os programas e scripts que estão assinalados no diretório /etc/rc.d/init.d, responsável pela inicialização do init como daemon. Quando é inicializado, o init lê o arquivo de configuração que está no /etc e é o inittab, e é esse o cara que vamos editar para que nosso sistema inicie sempre em modo texto.

No terminal  e como root, entre na edição do arquivo /etc/inittab

 [root@appunix ˜]# vim /etc/inittab

procure pela linha

id:5:initdefault:

e substitua por

id:3:initdefault:

Salve o arquivo, faça como manda o manual do seu editor….. quem utiliza o VIM ou VI pode usar :wq!

Pronto galera, agora é só reiniciar o sistema e ver o resultado.

Isso pode não ser muito útil aos experientes administradores de servidores linux, mas pode ajudar com mais esse conhecimento ao recém-chegados ao mundo Linux….

Gostou? Comente, complemente e espalhe!

Como instalar Android 2.3.7 no Milestone 2 sem perder dados e de forma rápida

Standard

PS: baixem TODOS os arquivos do artigo aqui:

http://appunix.com.br/repository/ALL.rar

As pessoas reclamam que os arquivos estão dando problemas. SUBIMOS TUDO e o tamanho no WINDOWS:

931 MB (976.620.228 bytes) (size)

931 MB (976.621.568 bytes) (size on disk)

Tem várias roms, vários utilitários e por fim a tranquilidade de não ter o dropbox off.

 

 

 

Antes de mais nada quero deixar claro que este artigo é 100% baseado no consagrado artigo da galera AJUDA ANDROID, que pode ser acessado aqui:

http://www.ajudandroid.com.br/2011/09/rom-milestone-2-cyanogenmod-7-versao.html

 —– Dia 05/12/2011 (ATUALIZADO):

Lista de arquivos para download interno (caso queiram mais desempenho tentem com dropbox [links mais abaixo]):

http://www.appunix.com.br/repository/GingerBreak-v1.20.apk

 

http://www.appunix.com.br/repository/Bootmenuv0.8.6-v2.zip

ROMS MAIS NOVAS:

http://android.loicg.net/roms/

 

Antes de mais nada iremos deixar aqui links de arquivos que você deverá utilizar (exceto rsdlite, fica ao seu critério).
Requerimentos para seguir este How to:

– Ter um milestone 2 rodando android 2.2,

– Baixar todos os softwares aqui citados.

 

Pontos em particular:

– Deixe a bateria COMPLETAMENTE carregada junto ao seu Milestone 2.

– Reza a lenda “androidiana” que cartões sd lv 10 dão problemas, eu, particularmente não vi dar problemas.

 

Não precisa ser um arquiteto da Google para executar este procedimento, muito pelo contrário, é tão simples e eficaz que quando terminar (e isso será rápido) você vai falar:

– “Caramba, velho, como foi fácil/rápido terminar esse trem!”

 

A meta é essa!

 

Softwares  OBRIGATORIAMENTE necessários para cumprir nossa meta:

http://dl.dropbox.com/u/17545709/Bootmenu%20v0.8.6-v2.zip  (esse é o bootmenu 8.6-v2),

http://dl.dropbox.com/u/17545709/GingerBreak-v1.20.apk (esse aqui é o gingerbreak 1.20 e vai “rootar” seu aparelho de maneira beeeeem simples/rápida),

https://market.android.com/details?id=com.koushikdutta.droid2.bootstrap&hl=en (gestor de roms que serve tanto para fullbackups como para instalar roms, custa menos de 6 reais e vale a pena),

http://dl.dropbox.com/u/17545709/EndlessCM7_20111001_Nightly_BPSW_v1_0.zip (cyanogenmod 7), CASO percebam que o link está off podem baixar até versões mais novas, vejam aqui no repositório (CABRITO! Divulgamos este repositório no twitter do appunix): http://android.loicg.net/roms/

–  http://dl.dropbox.com/u/17545709/RSD%20Lite%204.9.zip (perfumeria, RSDLite 4.9 (para caso de reinstalar a SBF da motorola 2.2),

https://market.android.com/details?id=com.koushikdutta.rommanager&feature=search_result (ClockWorkMod, um gestor de ROMs muit bombado).

Eu, particularmente recomendo que você instale o FREE e 100% operacional/compatível programa chamado TITANIUM BACKUP -> https://market.android.com/details?id=com.keramidas.TitaniumBackup&hl=en

 

Após baixar tudo RECOMENDO que cole os arquivos baixados (caso os baixou por meio de PC) dentro do seu milestone 2 em uma pasta na raiz do sistema (VAI FACILITAR MEIO MUNDO NA HORA DE INSTALAR A ROOM), eu, no momento em que executei minha upgrade coloquei tudo na raiz em uma pasta chamada DOWNLOADS usando meu cabo de dados. Isso é só um procedimento de organização, nada mais, sem isto, caso use outra forma funcionará, mas minha idéia aqui é encurtar caminhos ;).

É uma ferramenta MUITO simples de usar (TITANIUM BACKUP) e NÓS OBRIGAMOS que você a use, LOL, justamente para que você não perca aqueles programas massa que você possui, ou mesmo os dados dos tais programas. Então, para nos anteciparmos ao problema vamos fazer o seguinte, instalar o Titanium backup e em seguida fazer o seguinte:

IR no menu ->configurações ->aplicativos ->desenvolvimento e habilite a opção depuração de USB.

Depois entre no programa e assim que for requisitado poder de root (sim, o danado acessa MUITAS áreas do sistema) diga que SIM. [allow]

Depois procure pela aba BACKUP/RESTORE e em seguida, apertando os quadradinhos [botão de configuração/propriedades de um app] clique em LOTE.

Logo em seguida você vai ter de procurar por backup de todos os aplicativos de usuários [backup all data + apps], e clicando no botão logo ao lado para deixar no ponto -> [executar/run].

Na tela a seguir devemos escolher as apps manualmente OU já ir rodando todo o fullbackup de tudo, escolhendo suas apps (recomendo tudo) clique em Executar a operação em lote.

 

2 coisas bem interessantes acontecem aqui, no ato do backup:

1 – o titanium coloca seus arquivos e ele mesmo na memória SD externa, em uma área aonde qualquer mudança complexa ou wipe data vai deixar o bichão ali, pronto para uso e COM SEUS DADOS FILÉ!

2 – esse procedimento de backups é importante, pois quando terminarmos a instalação do android 2.3.7 é de praxe que você esteja sentindo muita falta daquela app querida e de seus dados respectivamente.

 

Feito o backup, creio eu que você já baixou os links de download e pagou pela app que recomendamos.

Agora que já baixamos tudo a primeira coisa é meter o root pra correr a solta no aparelho, para isto devemos rodar o Gingerbreak. Assim que terminarmos de instalar, seu aparelho está pronto para o root, depois iremos instalar o ClockModWork e depois o Droid 2 Recovery Bootstrap. (links já citados acima, na parte de downloads)

 

Assim que você rodar o Droid 2 Recovery Bootstrap você deverá clicar no menu -> Bootstrap recovery e em seguida liberar a app para executar suas funções avançadas, clicando assim em -> permitir e por fim clicar em -> Reboot Recovery

 

Depois desse procedimento seu aparelho já deverá estar reiniciando. Assim que ele carregar aparecerá um menu, o qual, para deslocarmos para cima e para baixo devemos usar o controle de volume do aparelho, logo + é para cima e – é para baixo e respectivamente o OK é o botão da câmera. Primeira coisa que devemos fazer nessa onda aí é acessar o menu install zip from sdcard e em seguida selecionar o menu -> choose zip from sdcard, no menu a seguir procure (lembra da pasta Download…?) por Bootmenu v0.8.6-v2.zip, escolha-o e em seguida entre no menu REBOOT.

 

Depois do reboot automaticamente iremos para uma nova tela aonde o botão de power passará a ser o OK, assim como o botão retornar do Milestone 2 realmente será retornar! (o + para cima e – para baixo, como doutra vez)

Primeiro passo que devemos fazer aqui é selecionar BOOT, aonde no menu SET DEFAULT: [boot menu] devemos optar por normal e apertaremos RETORNAR 2 vezes, aonde na tela deveremos escolher RECOVERY e em seguida ir no menu CUSTOM RECOVERY. Nessa nova tela de boot o botão de câmera volta  a ser o OK, aonde deveremos nesse novo menu procurar por Instal zip from sdcard e escolher logo em seguida choose zip from sdcard, ao abrir a raiz do sistema procure por EndlessCM7_20111001_Nightly_BPSW_v1_0.zip (lembra da pasta Download né?…).

A rom vai moer, moer, moer e moer e vai ser instalada :P, assim que for instalada deveremos voltar para o menu wipe data/factory reset, procurar pelo menu Advanced e depois clicar em Wipe Dalvik Cache, depois ir sobre YES afim de limpar o cache da virtual machinne, logo depois retornamos ao menu anterior e entramos em Wipe Baterry Stats, logo em seguida optaremos por YES para dar um grau na batera!

Depois você deve retornar ao menu principal (Go back [botão do milestone 2]) e procurar por reboot system now.

Lembra que estávamos falando de estar com a bateria full? É, meu amigo, agora é a hora da verdade e DO USO DELA! Alguns aparelhos (não sei se é por causa do level de SD ou outra coisa) levam até 10 minutos para fazer a build rodar 100% filé [levei menos de 4 minutos], mas aí varia de smart para smart.

 

Depois disso CURTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA o seu Milestone turbinadão.

Fonte deste milagre? Tá aqui ó:

http://www.ajudandroid.com.br/2011/09/rom-milestone-2-cyanogenmod-7-versao.html

 

Alguns pontos que ressaltamos aqui após instalação:

1 –  NÃO restaure aplicativos como google.phone do seu antigo froyo tosco, isto vai ferrar com seu sinal de gsm (de verdade),

2 – Wifi operando melhor que o 2.2 (hoje mesmo testei em frente a uma loja aonde o antigo não recebia o sinal e chute? sinal de 1 pontinho navegando tunado),

3 – LIGAÇÕES GSM NÃO CAEM [como andam falando por aí], fiz uma hoje cedo de “apenas 34 minutos”, super top de linha e uma qualidade de dar inveja de VERDADE,

4 – BOOT mais elegante e mais rápido que o froyo nativo e podrão,

5 – Câmera 100% operacional,

6 – Desempenho no acesso de áreas de trabalho BEEEEEM melhor,

7 – Consumo de bateria BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEM menor,

8 – Consumo de ram BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEM menor,

9 – Travamentos não existem mais (Froyo nativo da motorola travava pelo menos a cada 5 dias),

10 – Library de imagens muito mais rápida para gerar thumbnails,

11 – Led da câmera 100%,

12 – Aplicativos pós restauração do Titanium backup operando 100%,

13 – Menu Central de aplicativos muito leve,

14 – Qualidade do som continua em alta,

15 – NÃO foi necessária nenhuma gambiarra de apn ou ajuste de sinais gsm/3g, foi ligar e pimba, sinal gsm na alta!

16 – AINDA não senti aquele aquecimento infernal que o Froyo dava quando estava em chamada.

17 – Acesso a dados internos MUITO violento.

18 – Desligar (apertando o botão de desligamento/bloqueio) agora libera um item MUUUUITO amável, REINICIAR!

19 – GOOGLE MARKET 100% operacional (NOT GAMB).

 

Bem, se os 19 motivos acima não lhe encorajam a um upgrade só tenho 1 coisa a lhe dizer -> SORRY!
Devemos agradecer a DEUS pela galera da XDA, AJUDA ANDROID e http://www.cyanogenmod.com/

————

TROUBLESHOOTING

PS, no caso de nosso visitante Thiago, ele reportou que a tela de boot ficou presa, sendo assim o procedimento que ele adotou e deu certo foi:

Reiniciar o celular, pressionar “vol -” que abre o menu, fazer o procedimento de wipe/factory reset, depois aplicar o zip, em seguida wipe data/factory reset, Wipe Dalvik Cache, e Wipe Baterry Stats, após restart ele dará boot corretamente.
Se você está percebendo a luz vermelha no canto direito do aparelho (fica normalmente com uma luz verde ou durante o boot azul) deverá fazer o seguinte procedimento:
Reinicie o aparelho, daí segurando o botão Power ( botão ligar) e o X do teclado vai aparecer o android com um ponto de exclamação ”!” aperte @ no teclado agora escolha “wipe data/factory reset” e por ultimo “reboot system now” agora seu Milestone 2 vai funcionar normalmente.

Se o boot travar verifique os procedimentos do THIAGO, ou siga os passos:

ligue novamente porém segurando o botão “Power” (o botão de ligar) e a “seta para cima” do teclado, a tela vai ficar toda preta aí basta soltar que você estará na tela de bootload.

====================

SE VOCÊ pretende fazer DOWNGRADE (instalar o FROYO 2.2 oficial da Morotola no seu milestone 2 após instalar o gingerbread ou está tendo problemas após atualizar sue motorola milestone 2 basta acessar este link -> http://www.appunix.com.br/howto/linux/google-android/como-restaurar-meu-milestone-2-procedimentos-para-corrigir-ou-aplicar-osreload-de-rom-original-do-motorola-m2/)

====================

Abraços galeraaaaaaaaa!

 

openSUSE 12.1 Beta Lançado

Standard

Confira a nota de lançamento do OpenSuse 12.1 beta pela DistroWatch:

Bryen Yunashko has announced the availability of the beta release of openSUSE 12.1: “The much-awaited beta release of openSUSE 12.1 is here. If you’ve been following us, you know this release was originally called Milestone 6. However, the release team and its testers agreed that this round of testing showed milestone 6 to be so stable and ready for general testing, they decided to call it beta. And that means that if you’ve been thinking about taking a pre-release of 12.1 for a spin before our final release in November, there’s no time like the present.” Read the short release announcement for more information and relevant links. Download (mirrors): openSUSE-KDE-LiveCD-Build0315-i686.iso (677MB, MD5, torrent), openSUSE-GNOME-LiveCD-Build0315-i686.iso (664MB, MD5, torrent), openSUSE-KDE-LiveCD-Build0315-x86_64.iso (690MB, MD5, torrent), openSUSE-GNOME-LiveCD-Build0315-x86_64.iso (677MB, MD5, torrent).

Fonte: http://distrowatch.com/6913

Como remover caracteres ^M de arquivos usando VIM/VI (vale para qualquer UNIX-like)

Standard

Bom, galera, quem aqui nunca abriu um arquivo no console que apresentou caracteres ^M?
Normalmente essas pragas aparecem ou com o Dreamweaver ou com Word (cópia) – Área de Transferência, depois os caras costumam enviar por ftp e daí já sabe né? Se abrir o arquivo via console tá lá a praga!

Bem, a dica que nós do AppUnix vamos dar é simples, porém eficaz.

Abrindo seu vi/vim (no exemplo abaixo iremos dar o nome do arquivo como sendo crash.php):

vim crash.php

Assim que o arquivo for aberto o vi/vim estará em modo de comando, para ativar execuções aperte “:” (literalmente os 2 pontos SEM ASPAS) e digite o seginte %s/ (percentual, depois, s e depois / )  e em seguida aperte CTRL+V e CTRL+M e por fim digite //g

Na linha de execução do vi/vim vai aparecer literalmente isso aqui abaixo:

:%s/^M//g

Apertamdo ENTER ele vai remover toda a praga dos caracteres ^M.

Curtiu?
SHARE NELE!

Abraços galera.

Itens básicos para entrar no mundo Hackintosh

Standard

Olá galera… tudo na paz?

Vixe, muito tempo sem escrever aqui galera….. Mas é por uma nobre causa….. tenho me esforçado ao máximo para adquirir conhecimentos que facilitem as explicações e melhorem os artigos a vocês  nossos leitores….. hoje eu queria esclarecer alguns aspectos que considero fundamentais ao entusiastas ao mundo hackintosh…..

Não quero ser chato, muito menos egoista… mas há certas coisas que são indispensáveis a se saber quando se quer mexer com algo tão complexo… (Hackintosh)

Ex:

1 – Saber ao menos o básico sobre hardware (ou ao menos saber onde procurar)

2 – Configurações básicas e avançadas de BIOS

3 – Noções básicas de sistemas Linux (é dispensável, mas isso facilita muito o entendimento de comandos e dos sistema de diretórios do Mac OS)

4 – O principal de tudo, força de vontade e saber bons lugares para se procurar gente que queira lhe ajudar

Está parecendo anuncio de vaga de emprego, hauhauahuah mas não é….. são apenas aspectos básicos e que acho essenciais ao Hackitnosher

Alguns sites com informação de responsa:

http://www.appunix.com.br

http://www.hmbt.org

http://www.hackintosh.com

http://blog.nawcom.com/

http://www/hackintosh.org

http://www.lifehacker.com

http://tonymacx86.blogspot.com/

http://www.tomshardware.com/

http://forum.voodooprojects.org/

http://www.kexts.com

http://wiki.osx86project.org/wiki/index.php/Main_Page

http://www.insanelymac.com/

Não necessariamente nessa ordem, esse são sites onde seus membros escrevem materiais de responsa sobre Mac OS X, Hackintosh…. inclusive desenvolvem ferramentas que facilitam a vida de NÓS entusiastas do mundo Hackintosh……  o principal desse post é dizer que não adianta o cara querer entrar no mundo Hackintosh sem saber ao menos como dar boot via cd ou pendrive…. fica impossível galera, não dá pra dar suporte ou ao menos ajudar pessoas que não sabem o mínimo de informática…. Sinceramente não sei como serei interpretado ao escrever esse artigo mas, espero que não me entendam mal, mas quero apenas que facilitem minha vida ao lhes ajudar e a suas ao serem ajudados…..  Aprendi muito com a cominidade Linux e principalmente com a comunidade Hackintosh…. Todos querem ajudar mas não somos curso de informática….. não estamos aqui para ensinar informática, vamos ajudar a resolver qualquer tipo de problema (ou aos menos vamos nos esforçar bastante para isso)… mas nos procurar sem saber ao menos com se entra na BIOS de um PC, isso é muito constrangedor…. Eu pelo menos não consigo maltratar ninguém…. nem ao menos negar ajuda, mas se vocês já frequentaram outros fóruns por ai, devem perceber que existem moderadores e/ou usuários mais avançados que fazem esses inesperientes usuários perderem a vontade de entrar/continuar nesse mundo do Hackitnosh…..  Resolvi a alguns dias conversando com meu grande amigo Little_Oak que vamos tornar o AppUnix um portal com conteúdo para todo tipo de usuário Hackintosh…. desde o cara que não sabe absolutamente nada, até o usuário Mac/Hackintosh experiente que precisa resolver um problema em seu Mac ou Hackitnosh e não sabe onde encontrar a resposta….. Eu particularmente acho que antes de entrar nesse mundo hackintosh todos NÓS deveriamos conhecer as maravilhas do mundo Linux….. Eu, Doooguinha comecei a mexer a ser um entusiasta no Mundo Mac (diga-se Hackitnosh) um pouco antes de começar no Mundo Linux…. até que surgiu a vontade/necessidade de me diferenciar dos amigos sysadmins de plantão…… Grande maioria de nossos amigos sysadmins somente conhecem Window$…. Infelizmente é assim….. Hoje tenho mais ou menos 3 anos que sou usuários Linux… administro Redes mistas, e o conhecimento que o mundo Linux me trouxe foi um dos pontos principais à minha adaptação tão rápida aos conceitos  do mundo Hackintosh…. ficou tudo muito mais claro do que quando eu não conhecia nada de Linux…. não sou expert em Linux nem em Mac OS… mas me viro bem em qualquer dos ambientes…. pretendo no final do ano tirar minha primeira Certificação Linux (LPI nível 1) e no próximo ano tirar LPI nível 2….. Costumo dizer que “Uso Mac OS, estudo Linux e respeito windows (por ter uma gangue muito grande e poder querer juntar sua turminha e me pegar na rua)“ …

Nos ajudem leitores, vamos fazer desse portal um referencial aos que querem entrar nesse mundo de hackitnosh, estou completamente comprometido em deixar isso aqui ideal aos que não tem experiência alguma nessa área… A indicação de how tos/dúvidas por meio de vocês leitores será importantíssima para que nosso BLOG vire um ponto de encontro entre usuários de todos os níveis do mundo hackintosh…. contamos de verdade com a colaboração de vocês.

Gostou? Comente, complemente e espalhe! 

Obrigado a todos….

 

Como instalar android 2.3 milestone 2 (passo a passo)

Standard

Tutorial Gingerbread 2.3.4 no Milestone 2 “MS2GingerBeta5 RC1” Atualizado 24/08/11

 

PARA acompanhar o artigo completo e mais atualizado sobre atualização do android milestone 2 rodando gingerbread 2.3.7 clique em ->

http://www.appunix.com.br/howto/linux/como-instalar-android-2-3-7-no-milestone-2-sem-perder-dados-e-de-forma-rapida/

Nessa versão alguns bugs foram resolvidos o principal foi o teclado físico que agora podemos utilizar as letras e números normalmente, a ROM em si esta mais rápida e estável só alguns bugs ainda continuam o principal é o problema de não podemos adicionar novas contas além do Google e do Motoblur, fora isso estou gostando muito dessa rom, vamos ao tutorial:

Temos que rootear o aparelho primeiro com o Gingerbreak  (se você já tem root em seu telefone pule esse passo) para fazer ele funcionar vá em “configurações”, “aplicativos”, “desenvolvimento” e ative a “depuração de usb” agora instale o Gingerbreak e aperte em root device após isso o celular ira reiniciar rooteado.

Agora temos que baixar os seguintes arquivos MS2GingerBeta5 RC1,sensorsMS2patchMilestone2SenorandKeyboardCWM2-bootstrap,Milestone2patchforMS2Ginger.zip e ms2patchcwm2.zip.

Agora devemos instalar no aparelho os seguintes aplicativos Clockworkmod e Droid 2 Recovery Bootstrap.

Com os arquivos baixados devemos descompactar somente o arquivo MS2GingerBeta5 RC1, passe para a pasta clockworkmod/backup (se não tiver crie as pastas) do seu cartão de memoria somente a pasta MS2GingerBeta5 RC1 que se encontra na pasta Nanodroid do arquivo MS2GingerBeta5 RC1.

Devemos também descompactar a pasta Milestone2-fixsbf esse arquivo vai ser usado mais para frente.
Agora devemos colocar na pasta clockworkmod/updates os seguintes arquivos sensorsMS2patch, Milestone2SenorandKeyboardCWM2-bootstrap, Milestone2patchforMS2Ginger.zip e ms2patchcwm2.zip, lembrando de não descompactar esses arquivos.
Agora entre no aplicativo Droid2RecoveryBootstrap e aperte Bootstrap recovery depois em permitir e por ultimo Reboot Recovery.
O celular reiniciará, agora com os botões de volumes podemos ir para cima ou para baixo nesse menu e o botão da câmera serve para dar ok, agora vamos selecionar “Backup and Restore”, depois “Restore” e selecione “MS2GingerBeta5 RC1” depois de acabar de restaurar devemos ir em “install zip from sdcard” e depois selecionar “choose zip from sdcard” e navegar até /sdcard/clockworkmod/updates/ms2patchcwm2.zip e confirma a instalação.Agora faça o mesmo caminho e escolha os arquivos Milestone2SenorandKeyboardCWM2

-bootstrap, Milestone2patchforMS2Ginger.zip e sensorsMS2patch depois aperte em “reboot”. Atenção é muito importante não esquecer de nenhum dos arquivos.Agora devemos instalar o Rsd Lite em nosso computador para colocar o fixed_sbf_newleak.SBF em seu celular.

Após selecionar arquivo por arquivo e dar “reboot” pode aparecer uma tela preta se aparecer tire a bateria e coloque novamente, ligue novamente o celular segurando o botão “Power”(o botão de ligar) e a “seta para cima” do teclado depois de entrar na tela de bootload conecte o celular no PC, agora no PC entre no Rsd Lite esperar o Windows encontrados os drives do celular e aperte em “…”  escolha o arquivo descompactado da pasta Milestone2-fixsbf ( o fixed_sbf_newleak.SBF) após isso basta apertar em “start” e esperar aparecer “finish”.

O celular irá reiniciar normalmente e funcionando, lembrando que pode demorar até 10 minutos para reiniciar o telefone.

Aproveite que esta versão esta muito funcional e a duração da bateria esta bem  melhor comparada com a “MS2GingerBeta5”.

Atualização para quem o sensor de movimento não esta funcionando temos que fazer alguns passos a mais, primeiro temos que baixar o Bootmenu v0.8.6-v2.zip e colocar na pasta clockworkmod/updates, entre no aplicativo Droid2RecoveryBootstrap e aperte Bootstrap recovery depois em permitir e por ultimo Reboot Recovery.

Na tela de boot devemos ir em “install zip from sdcard” e depois selecionar “choose zip from sdcard” e navegar até /sdcard/clockworkmod/updates/Bootmenu v0.8.6-v2.zip e confirma a instalação e aperte em reboot.

O celular irá reiniciar em uma nova tela de boot nessa tela a tecla de dar ok é o “power” selecione “boot” e depois “set default: [boot Menu]” e escolha “normal” agora aperte em “Go back” 2 vezes e depois “Recovery” e “custom recovery”.

Agora na nova tela de boot o “ok” é o botão da câmera, no menu aperte em “install zip from sdcard” e depois selecionar “choose zip from sdcard” e navegar até /sdcard/clockworkmod/updates/sensorsMS2patch e confirme a instalação após isso aperte em “reboot system now” o celular reiniciará sozinho, pode demorar um pouco mais basta esperar e curti seu celular com o sensor de movimento funcionando.

Créditos ao amigo Marcos Gonçalves

http://ajudandroid.blogspot.com/2011/08/tutorial-gingerbread-234-no-milestone-2.html?showComment=1314471600595#c3813666722992208249


Luis Fernando

Grupo Android Brasil
http://groups.google.com/group/androidbrasil?hl=pt-BR

 

Corrigir Acentuação de Teclado US internacional no OpenSuse 11.4 de maneira simples

Standard

Bom, existe uma coisa que iremos resolver com muita facilidade que é o bendito do teclado US internacional e sua acentuação.
O teclado que estou usando é de um Acer 7745 17″.
Para sanarmos este trem não teremos dificuldades não, façamos o seguinte:

1 – Clique em COMPUTADOR -> YAST

2 – Assim que o YAST abrir você deve digitar no campo de pesquisas (acima, no canto esquerdo) a palavra teclado (veja a imagem abaixo):

teclado OK no OpenSUSE

teclado OK no OpenSUSE

Clique em LAYOUT do TECLADO do SISTEMA, em seguida procure por PORTUGUÊS (BRASIL ACENTUAÇÃO – EUA).

Isto é o mesmo que US-Internacional ou US Acentos.

Aplique clicando em OK e depois corra para o abraço.

Curtiu aí?
SHARE NELE!

Equipe AppUnix agradece e ordena -> ENJOY!