Gravando DVD com o Brasero no ubuntu 10.04

Standard

PessoALL, apesar deste how to ser feito no Ubuntu e não ter sido testado em outra distribuição, eu sei que a sistemática é muito parecida no caso do software (Brasero) em outras distribuições. O nível de facilidade de uso deste software é impressionante, sem contar que a interface dele lembra os itens do menu mais simples do Nero Express para plataformas Microsoft Windows (quem nunca usou?). É simples gravar um ISO em um cd ou dvd virgem, basta apertar com o botão direito do mouse sobre a imagem de cd/dvd a gravar e em seguida confirmar. Mas o Brasero é fortemente recomendado para isto. O ambiente utilizado para este How to foi um Lenovo G450, mas basta que você tenha um gravador em seu pc que tudo funcionará corretamente e sem qualquer stress. Vamos lá, primeira coisa é abrir o Brasero. Para localizar ele Clique em APLICATIVOS->MULTIMÍDIA->GRAVADOR DE DISCOS BRASERO. A imagem abaixo mostra como localiza-lo:

menu_do_brasero

menu_do_brasero

Assim que  o Brasero abrir basta escolher a opção Gravar Imagem (GRAVAR uma imagem de cd/dvd Existente). A imagem abaixo mostra este passo:

tipo_imagem_gravar

tipo_imagem_gravar

O próximo passo é escolher que imagem você deve escolher para gravar no disco virgem. A imagem que escolhi é do formato ISO. A imagem abaixo mostra o menu do qual você clica e escolhe qual imagem deve gravar. A imagem abaixo demonstra isso facilmente:

aonde_escolher_a_imagem

aonde_escolher_a_imagem

Localizando o arquivo que deixei na área de trabalho escolhi ele. É um ISO do OpenSUSE. A imagem abaixo mostra o formato visualizado normalmente (.ISO):

escolhendo_imagem

escolhendo_imagem

Assim que o sistema reconhecer a imagem e ela for escolhida por você, deves inserir o cd/dvd virgem. No nosso caso usamos DVD por que o ISO só daria certo em DVD. A imagem abaixo mostra o momento em que o sistema não exibe o menu enquanto não for inserido o disco virgem:

destino_da_imagem

destino_da_imagem

Quando o disco é inserido a mensagem de “Nenhum Disco Disponível” desaparece e o menu propriedades. Clique nele para escolher coisas importantes para sua gravação. A imagem a seguir mostra a opção sendo ativada:

Escolher_Velocidade_DISCO

Escolher_Velocidade_DISCO

Em primeiro ponto o menu Velocidade é exibido, desde cedo soube que NUNCA devemos usar o máximo de velocidade possível, por isso no how to utilizei 4x no DVD. A margem de perda é bem reduzida quando usamos menor velocidade, fora que o sistema queima a mídia “violentamente”. A imagem abaixo mostra a minha escolha:

escolher_quatroX

escolher_quatroX

A opção que eu descrevo é a famosa “multisessão“, ou seja, que permite gravar coisas depois do cd ser gravado (MANTER disco aberto para adicionar outros arquivos mais tarde). Mas este disco que estamos gravando é um ISO do OpenSUSE, por isso não marcamos este opção. Abaixo mostro ela:

multisessao

multisessao

A próxima opção mostra um item interessante. É uma “garantia a mais” de rodar a gravação de disco, chama-se Usar Burnproof. Deixe-a marcada e antes de exibirmos a próxima imagem perceba que a opção de simulação está DESMARCADA, isto fica ao seu critério, pois é bom para testar se tudo dará ok antes mesmo de gravar. Não a escolhemos e seguimos em frente conforme imagem abaixo:

simulacao

simulacao

Pronto. Quando confirmar os itens e confirmar os itens selecionados verá que a estimativa será habilitada no momento que confirmar que quer gravar. Feito isto a imagem aparecerá com estimativa, deve ser parecida com a imagem abaixo:

gravando_estimativa

gravando_estimativa

Com as estimativas sendo cumpridas, provavelmente você receberá uma mensagem falando que o disco não permite ejeção, porém ele manda que você o remova (ejete) manualmente. Isto é fácil, mas antes veja as fotos abaixo, a primeira mostra a conclusão da gravação e a segunda mostra a tela de ejetar:

terminando

terminando

ejetar

ejetar

Ejete o disco e em seguida clique em cancelar para encerrar a sessão de gravação. Em seguida a tela abaixo deve aparecer para você:

terminado

terminado

A imagem acima confirma o sucesso na gravação. Se quiser gravar mais discos basta escolher “FAZER OUTRA CÓPIA”, do contrário somente escolha Fechar.

Pronto.
Agradecemos imensamente por sua visita.
By little_oak on APPUNIX!

Como Converter Arquivos CUE/BIN, NRG, IMG, MDF para Arquivos ISO no Ubuntu, Debian ou Centos

Standard

Você tem problemas para gravar arquivos NRG, IMG, CUE/BIN, MDF para um CD? É mais fácil gravar um arquivo ISO para um CD, você não acha? Este artigo irá mostrar-lhe como converter um arquivo NRG, IMG, CUE/BIN ou MDF em um arquivo ISO.

Atenção: Você irá precisar do repositório universal habilitado (veja este artigo).
Step 1:

Nós precisamos do software utilizado neste artigo: bchunk (CUE/BIN para ISSO), ccd2iso (IMG para ISO), mdf2iso (MDF para ISSO) e nrg2iso (NRG para ISO), então abra um terminal e digite:

sudo apt-get install bchunk ccd2iso mdf2iso nrg2iso

se for o CentOs basta usar:

yum install bchunk ccd2iso mdf2iso nrg2iso

Agora você pode proceder para o próximo passo.
Step 2:

Aqui está o que fazer para converter de…

CUE/BIN para ISO: Abra um terminal, vá para a pasta onde o arquivo CUE/BIN está localizado e digite:

bchunk nomedoarquivo.bin nomedoarquivo.cue nomedoarquivo.iso

NRG para ISO: Abra um terminal, vá para a pasta onde o arquivo CUE/BIN está localizado e digite:

nrg2iso nomedoarquivo.nrg nomedoarquivo.iso

IMG para ISO: Abra um terminal, vá para a pasta onde o arquivo CUE/BIN está localizado e digite:

ccd2iso nomedoarquivo.img nomedoarquivo.iso

MDF para ISO: um terminal, vá para a pasta onde o arquivo CUE/BIN está localizado e digite:
mdf2iso nomedoarquivo.mdf nomedoarquivo.iso

Agora você pode gravar facilmente o arquivo ISO gerado para um CD.

fonte: http://www.howtodothings.com/pt/computadores-e-internet/como-converter-cue-bin-nrg-img-mdf-arquivos-arquivos-sobre-a-iso-ubuntu-linu