Código Fonte do Android 4 será liberado antes do fim do ano

Standard

Bem, temos percebido que muitos leitores já estão buscando no Google o termo instalando android 4 no milestone 2 ou coisa do tipo (mudando somente o smartphone), só que, não é correto correr atrás dessas instalações agora, pois o Google Android 4 ainda nem foi liberado (source) aos desenvolvedores. Segundo noticiado (pelo Notícias Linux e H-Online) brevemente veremos o código fonte disponível. Há poucos dias falamos sobre especulações de que hardware conseguirá rodar o android 4 (requerimentos mínimos para rodar android 4). Esperamos que os geeks do MIUI e CyanogenMod toquem no fonte e façam algum milagre para dar mais vida ainda aos nossos smartphones. (como já têm feito)

Fonte: http://www.h-online.com/open/news/item/Andy-Rubin-Android-4-0-to-be-open-sourced-by-year-end-1363994.html

Quais os recursos necessários para rodar Google Android 4.0 "Ice Cream Sandwich"

Standard

Oficialmente, até a data de hoje a Google não divulgou quais os requerimentos mínimos para se ter o Android 4.0 cujo codenome é Ice Cream rodando de forma estável para o público web como nós (eu, tu e o app… rsrsrs) , porém, segundo fontes internacionais, há uma informação abstante animadora para usuários do android, o hardware necessário não será tão potente assim em vista do breve lançamento, o que chega a ser curioso.

Vamos aos requerimentos mínimos para rodar?

1 – Processador com 1ghz,

2 – 512 mb de ram,

3 – GPU (indefinida).

Esta informação veio de uma nota de releases da Sony, a mesma falou que seus smartphones de alto desempenho (x10 Arc, por exemplo) vão receber a atualização sem problemas. Da linha Xperia, acreditamos que somente os que tem hardware menor que os dados passados acima não receberão a update,  segundo a Sony detalhou sobre o android 4.0.

Ao que parece, tudo indica que em termos de hardware todos que possuem: Motorola Milestone 2, Motorola Defy, Motorola Atrix, Droid 2, Galaxy i9000, Sony X10 ou superiores receberão o update tranquilamente. (aparentemente vão rodar)

Segundo a mesma fonte, baseado na aparelhagem, o Xperia Arc possui um hardware não muito potente (referimos-nos aos mais potentes do mercado) assim como uma GPU “não muito poderosa” (nos referimos ao nível máximo do mercado atual), ou seja, no caso do Milestone 2, a GPU é OMAP 3620, que já trás bons jogos e bom nível de captura. Ao que parece, talvez seremos contemplados com esta glória sim!

No caso do Sony Xperia Arc, sua GPU é Adreno 205 (não é a mais potente do mercado, mas anda bem), mas foi confirmado que roda, presumimos que rodará nos aparelhos que citamos. (nem que seja com lag, por favor GOOGLE!)

A nota vem do site SOMobile, que coloca a notícia na Íntegra neste link -> http://www.somobile.co.uk/news/2011/09/08/sony-ericsson-current-gen-xperia-phones-will-get-android-4-0/#

Estamos torcendo para que a informação venha cair como luva nas mãos dos donos de Smartphones com 1ghz de clock, pois será maravilhoso dar vida aos “antigs smartphones”.
Abraços a todos e qualquer sujestão/suspeita usem os comentários e iremos atualizar o texto de acordo com a relevância dos comentários.

Para quem quer acompanhar as GPUS dos smartphones mais conhecidos acessem: http://en.wikipedia.org/wiki/Comparison_of_Android_devices

 

 

SSH via Browser

Standard

Olá galera tudo na paz?

Hoje venho traze pra vocês uma dica simples/rápida/eficiente (só pra não dizer que hoje foi o dia de postagens somente de notícias) na tangente do acesso remoto a servidores Linux usando o protocolo SSH, essa dica foi testada no Mozilla Firefox 4, pesso que caso não haja sucesso em outras versões desse Fantástico navegador e nesse versão que até agora só tem me deixado um pouco chateado em questão de uso de RAM… mas vamos ao que interessa…

Baixe o FireSSH, addon cliente de terminal SSH para o Mozilla Firefox.

Download

Ao clicar no link acima chegará na seguinte página

Download

 

Clique em Download FireSSH, receberá o aviso

Instalar

 

Terá também o seguinte aviso na parte superior do FireFox

Aviso

Após permitir a Extensão você será intimado a Reiniciar se Navegador para usufruir das novas funcionalidades…

Agora que você já fez todos os procedimentos acima, basta reiniciar o browser e digitar na barra de endereço

ssh://Ip_do_Server_ou_Nome_de_DNS_Dinâmico:portassh

Ex:

ssh://appunix.dyndns.org:65238

Bom gente, espero ter ajudado em algo.

exim4 rejected RCPT relay not permitted

Standard

Para sanar isto tenha certeza de alguns pontos:

1 – que a zona de dns tem um mx configurado LOCALMENTE,
2 – este tutorial foi executado no debian 5,
3 – este tutorial usou exim-heavy.

No arquivo /etc/exim4/update-exim4.conf.conf tenha certeza de que a linha linha abaixo terá a configuração que mostrarei:

dc_relay_nets=’127.0.0.1;IP_REAL_de_Pessoa_externa_tentando_enviar;IP_REAL’

Separe os ips por vírgula caso necessite de ips os quais são EXTERNOS, ou seja, pessoas conectando apra enviar emails.

Evitando problemas entre o yum update e o whm/cpanel

Standard

Uma coisa muito comum é que as pessoas instalam o yum em servidores CentOs/RedHat 4 com whm/cpanel e mandam um belo update, fazendo isto seu sistema irá atualizar todos os recursos possíveis visando segurança/estabilidade, entretanto, ativando esta update você estará aniquilando com compatibilidades entre whm/cpanel e seu S.O.

Para evitar isto em seu sistema acesse:

vim /etc/yum.conf

(eu uso vim por que gosto, mas use pico, emacs, elvis, vi, nano e etc)

Dentro dele deixe mais ou menos assim (depois de main):

exclude=apache* bind-chroot courier* dovecot* exim* httpd* mod_ssl* mysql* nsd* perl* php* proftpd* pure-ftpd* ruby* spamassassin* squirrelmail*

Isso irá garantir que tais recursos nÃo sejam atualizados pelo yum, sendo assim, quando o cpanel buscar as updates nos repositórios oficiais dele não haverá conflito ou pacotes já atualizados (patcheados) de maneira contrária ao recomendado.

Abraçoooos!

God Bless!

Resolvendo problemas com iframe infectado

Standard

Um exemplo prático para resolver problemas com iframes lascados por spammers e crackers pode ser analisada da seguinte maneira:

find /home/*/public_html -name “*.php” -exec sed -i ‘s/<iframe src=\\”http:\/\/google-ana1yticz.com.*<\/\iframe>//g’ {} \; -print

How to install yum on red hat 4 or Centos 4 – Como instalar yum no Redhat 4 ou Centos 4

Standard

Essa é uma questão muito comum entre os sysadmins que tentam instalar o yum no red hat 4 ou centos 4 e não têm tido sucesso.

Abaixo preparei um how to com um link próprio dos arquivos para que você não tente encontrar o pacote na web e acabe se decepcionando ao ver navios.

Para instalar o yum no centos ou redhat siga exatamente o que será descrito.

Esse how to mostra como instalar o yum no RedHat 4.x (centos 4.x) de maneira simples e amigável.

O que será preciso?

1 – Estar logado como root no terminal,
2 – Criar um diretório aonde as coisas estarão armazenadas,
3 – Ter uma internet acessível para poder baixar (claro!).

Logue-se como root, em seguida, na pasta root crie algo como:

mkdir tmp
cd tmp

Agora que estamos dentro de /root/tmp nós iremos baixar todos os arquivos necessários e iremos deixar que o próprio yum dê conta do recado. Use exatamente os comandos abaixo para pegar os arquivos:

wget http://www.libphp.net/repositorio/yum-2.4.2-0.4.el4.rf.noarch.rpm
wget http://www.libphp.net/repositorio/libsqlite-2.8.15-1.i386.rpm
wget http://www.libphp.net/repositorio/python-elementtree-1.2.6-7.el4.rf.i386.rpm
wget http://www.libphp.net/repositorio/python-sqlite-0.5.0-1.2.el4.rf.i386.rpm
wget http://www.libphp.net/repositorio/python-urlgrabber-2.9.7-1.2.el4.rf.noarch.rpm

Agora que já temos os arquivos (pacotes) vamos instalar os mesmos:

rpm -ivh libsqlite-2.8.15-1.i386.rpm
rpm -ivh python-elementtree-1.2.6-7.el4.rf.i386.rpm
rpm -ivh python-sqlite-0.5.0-1.2.el4.rf.i386.rpm
rpm -ivh python-urlgrabber-2.9.7-1.2.el4.rf.noarch.rpm
rpm -ivh yum-2.4.2-0.4.el4.rf.noarch.rpm

Vamos ajustar o repositório:

wget http://www.libphp.net/repositorio/rpmforge-release-0.3.6-1.el4.rf.i386.rpm

Após

rpm -ivh rpmforge-release-0.3.6-1.el4.rf.i386.rpm

Depois disto somente faça:

yum update

Pronto!

Abração a todos e bom trabalho.

Como fazer downgrade do mysql 5 para o 4 no cpanel – how to downgrade mysql 5 to 4

Standard

Primeiro entre no arquivo:

vim /var/cpanel/cpanel.config

procure pela linha mysql-version=5.0 e em seguida coloque 4.1 no lugar de 5.0

saia salvando o arquivo, em seguida rode:

/scripts/mysqlup –force

Após isto, confirme a versão com:

rpm -qa | grep -i mysql-

Obs: Se funcionar eu quero uma caixa de Bis hein?