Skip to content

Como amenizar o impacto do cpbackup no cpanel quando usa o Rsync

Das coisas que acho interessante no cpanel é a flexibilidade com que as coisas operam.
O Cpanel em si não é um problema, porém, vamos analisar um caso aonde o horário comercial começou e o nosso backup ainda está moendo, moendo e moendo… no momento em que o rsync começa a trabalhar uma coisa que arrebenta bastante é justamente quando ele inicia e chama as fg -rlptD, isso faz com que o I/O fique piradoooo.

Uma forma de cortar um pouco o peso desse i/o é indo no arquivo cpbackup (/usr/local/cpanel/scripts/cpbackup) e acrescentar o recurso de banda de i/o ao rsync, isso vai amenizar uns 50% do peso do backup.

Uma forma simples que aplico nos servidores que gerencio e roda de forma bem bacana é a seguinte:

Localizando a linha my $rsyncopts = ‘-rlptD’; acrescente e deixe assim:

my $rsyncopts = ‘-rlptD –bwlimit=7000’;

 

Isso vai fazer com que o rsync trafegue no disco um peso de 7mbps, apesar de um pouco lento, caso alguns sites necessitem de leitura e escrita de disco terão uma boa folga para trabalharem sob leveza.

O valor da flag bwlimit é medida em KBPS, se você quiser colocar mais ou menos é fácil, mas eu deixo esse valor baseado na resposta do hdparm (hdparm -tT /dev/sda ou sdX aonde X é a letra do seu disco), o hdparm além de confirmar se o motor do disco está bom ainda te dá uma resposta de potência de leitura e escrita.

ps: Algo que faço por minha conta e risco é chattr +ai /usr/local/cpanel/scripts/cpbackup para bloquear o arquivo, mas não é bom em detrimento de mudanças constantes do cpanel (isso é coisa minha, mas se não fizer, na update seguinte ele sobrescreverá este arquivo :'(  ).

Abração pessoALL ;).

Be First to Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *